Google+ Estórias Do Mundo: Homem de Atenas

sexta-feira, 30 de março de 2012

Homem de Atenas

, em Natal - RN, Brasil
Eu e o Peter Pan chegamos as 3h da manhã naquela sexta-feira na Vogue. Eu já estava bebendo desde as 16h da tarde, quando abri a primeira lata de cerveja ajudando o Bobtuso a preparar a festa surpresa para o namorado dele. Decorei o salão com o tema "festa infantil", balões e pirocoptéros, chapéus de papel e línguas-de-sogra, e arrumei mesas ouvindo Beyoncé no iPod, ajudei a arrumar as comidas que os convidados traziam, três mesas de doces, brigadeiros, torta de limão, bolo de aniversário de morango e chantilly, cupcakes kosher de rum; outra estação de pratos salgados, patês, cachorro quente de soja, cachupa, nachos e batata-frita e arroz com passas. Era muita comida. Bebida também: garrafas de vodca, rum, tequila e licor de jabuticaba, mais muitas cervejas. Os convidados demoraram a chegar, o aniversariante também. Mas completamente surpreendido pela festa ele chegou, assustado e vermelho. Ficamos lá, sentados, conversando, durante toda noite, comendo até se fartar, bebendo até não aguentar. Foi quando o Peter me ligou, por volta de meia-noite já. Perguntando onde eu estava. Contei-lhe da festa surpresa, e ele crash over.
Ficamos lá até os últimos convidados saírem. Porque sou do tipo que fica até o final para ajudar na faxina. Levamos a comida e a bebida que sobrou para o apartamento do Bobtuso, ainda tomei um banho por lá e, em seguida, saímos para a boate. Era tarde, e eu não esperava nada demais, ia por insistência do Peter Pan. Ao entrar decidi que já havia bebido demais e comprei apenas fichas para refrigerantes. Gosto do sistema de fichas da Vogue, você chega e compra o que vai consumir, e vai trocando no bar, no fim, não existem filas para sair da boate, o que é sempre uma vantagem imensa. Na boate, o primeiro ambiente, com música ao vivo e uma banda de samba-reggae com dois dançarinos musculosos dançando ao lado de um cantor de pernas finas, estava lotado. Muito lotado! Achei então que a boate estava bem cheia. No entanto, no segundo ambiente, em que o dj toca, poucos dançavam na pista. Encontrei um único amigo lá e perguntei se as pessoas já haviam ido embora. Ele respondeu que não. Que a noite toda fora daquele jeito.

Estava ainda no meu primeiro guaraná quando reencontrei um menino que deu em cima de mim semanas atrás quando eu ainda estava com o blogueiro que contei aqui (é, o verbo está certo, "estava"). Eu havia o dispensado quando ele, bem direto, me pediu um beijo. Eu beijei-lhe a bochecha e disse que era o único beijo que eu poderia dar-lhe. Ele se aproximou, dessa vez, e perguntou: "Estou com mais sorte hoje?". Eu sorri e como não tenho mais nenhum compromisso o beijei. Ele tem um sorriso bonito. Ele é negro, magro, com uma bunda bonita, boa de apertar. Tinha no máximo 19 anos. Um menino que ficava admirando minha barba e sorria quando encontrava a minha barriga com a ponta dos seus dedos finos. Foi quando ele encontrou os pêlos do meu peito que falou: "Gosto de homem assim, que parece homem!". E me beijou, me empurrando contra a parede, o que aproveitei para colocar minha mão por dentro de sua calça e sentir a pele coberta por uma fina penugem de suas nádegas. Ele, porém, foi embora logo. Seu amigo chegou dizendo que eles já estavam indo, "É tarde, João, temos que ir", e eu olhei no relógio: 4h. Ele me puxou até a porta da boate para um último beijo e saiu com seu amigo.
Foi quando eu voltei para a frente do palco. Peguei outro guaraná e fiquei conversando com o Peter Pan e ouvindo a música que a banda de samba-reggae que tocava, tentando observar a ligação entre a coreografia dos dançarinos e a letra da música, que notei inexistente. Lembrei das minhas aulas de dança, quando me foi ensinado que a coreografia devia contar uma estória, lembrei de inclusive bandas de samba-reggae como o É o Tchan que faziam isso com qualidade sim. Criando novos passos e absorvendo elementos de outras danças de salão para dentro da coreografia, agora eu observava aqueles dois homens, muito bonitos sem dúvida, dançando ali, mas percebia que não havia absolutamente nada de novo no que eles faziam. Conversando sobre isso com o Peter comprei uma Fanta e do bar eu observei um menino sambando do lado do palco, de costas para mim. Um corpo bonito, uma bunda redonda e bem feita, que ele rebolava. De fato, prendeu minha atenção.
Foi quando ele virou-se para mim e sorriu. Eu respondi fazendo o mesmo e um sorriso como tréplica soou como um convite para que eu me aproximasse. Sentei-me do seu lado e tentávamos conversar, mas o barulho da banda não permitia e eu o convidei para sentarmos no terceiro ambiente da boate, um videobar com cadeiras de metal e um único banheiro unissex. Sentamos e ele falou que era tímido e contou que tinha 21 anos e se chama Israel. "Então, se você é tímido quer dizer que eu que tenho que tomar a iniciativa para te beijar?". Ele sorriu e respondeu que sim. E eu puxei sua nuca para perto de mim e nossos lábios se tocaram pela primeira vez. Foi um beijo que começou suave e foi pegando fogo. Quando o incêndio se instalou ele sentou no meu colo, e minhas mãos buscaram sua bunda instintivamente, ele passava a mão no meu cabelo, e eu mordia seu lábio inferior, ele então me segurou a cabeça com as duas mãos e eu vi sua pele indígena contrastando com a minha pele branca e seus olhos de um castanho profundo me olhando. Ele sorriu. Um sorriso bonito e largo. Eu o beijei de novo, e ele rebolava no meu colo. Foi quando o amigo dele apareceu do nosso lado o chamando para ir, nos levantamos e ele me puxou pela mão até seus amigos os quais me apresentou e me pediu que o levasse até a porta também. Na volta eu olhei no relógio e vi que já eram 5h da manhã e reencontrei o Peter que conversava com um amigo nosso em comum. "Vamos embora, Peter?".
No carro, ao fechar o cinto, virei-me para o Peter e falei: "Será que eu devia adotar a pedofilia, não, minto, a pederastia?". Ele apenas me olhou esperando mais informação. "É que pedofilia é você ficar com pessoas menores de idade, não é?". Ele concordou. "Pois então, a pederastia é o que os homens de Atenas faziam aos 30 anos que sempre eram ativos com os meninos entre 18 e 20 anos". Ele gargalhou, mas reclamou. "Ah, não, mais competição p'ra mim?". Agora era minha vez de rir. "Ora, desde que eu adotei esse visual com cabelo raspado e barba, essa faixa etária tem dado tanto em cima de mim... eu os evito, por causa de um preconceito meu, de pensar que um relacionamento com alguém tão novo não vai dar certo". Ele mantinha-se em silêncio. "Eu quero um namorado que tivesse maturidade o suficiente para saber que, por exemplo, ele deseja ficar comigo, sabe?, que não ficasse fazendo joguinhos de conquista". Ele nem ligara o carro ainda me ouvindo falar. "Fora que não tenho paciência p'ra alguém que não sabe o que quer, né?". Peter continuava em silêncio, apenas girou a chave do carro e saímos, eu olhei pelo vidro e perguntei ao dia que começava a nascer: "Será que vale a pena eu voltar a tentar conquistar alguém, me dar a esse trabalho, e investir nestes meninos?".


47 comentários:

  1. Mas que moral esse Alguém por ai, hein...

    ADORO QDO VC RESOLVE MOSTRAR A BUNDA... MESMO!!! FOI SUA BUNDA QUE ME TROUXE AQUI... E O RESTO SEGUROU!!!

    Vamos lá... Pra inicio de conversa... Eu não acredito que vc ainda fala samba reggae... Tahkeopariu, vai ser cafona assim lá em Natal.. Isso virou axé desde meado na década de 90, gente.. Samba Reggae era qdo Daniela Mercury cantava "quem é que sobe a ladeira... Surucucu... E a coisa mais lida de se ver, é o ileaiê"

    Qto aos meninos mais novinhos... Preconceito bobo mesmo, a ideia de saber exatamente O que se quer é absolutamente tola.. Qto menos idade se tem mais se pensa saber a cerca da vida, converse com um menino de 17 anos que diz procurar namoro e confira, tenta tirar a ideia da cabeça dele justificando na sua juventude e vai ver o que é convicção... Ele é super-convicto, se vai manter é outra história...

    Comecei a namorar o calopsita qdo ele tinha 20 e na contramão do que vc tá dizendo ai, não havia necessidade de jogos, pk ele não era uma raposa super-ligada em toda relação de poder existente neste processo de formação de relacionamentos... Não, não... Ele veio de coração aberto e eu o recebi...

    Não seja tolo... Vc só tá reproduzindo a ideia simploria e simplista que vincula idade a maturidade, o que não falta é homem de 40 com o cérebro de 15... Gasta a sua munição onde o alvo é mais claro que tua chance de acertar, naturalmente é maior...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ora, ele pediu e eu atendi, se vc tivesse pedido eu também atenderia... hehehe

      e eu falo que é samba-reggae pq isso é um estilo de dança, uma forma de sambar diferente do samba comum e do axé, não é cafonice, é precisão.

      sobre os novinhos, vc está coberto de razão... é vergonhoso da minha parte pensar assim não é?

      Excluir
    2. Não exagera, não chega a ser vergonhoso, mas é uma bobagem... Só isso... Vergonhoso é falar samba reggae.

      Vim aqui fazer uma ressalva.. E esse shortinho seu, hein?? Da época do samba reggae... Confesso que não sou muito fã do estilo, mas com umas pernas dessas... Vc tá certíssimo, gato.. A gente tem que trabalhar com o que tem!!!!

      Excluir
    3. hauahauhauahau
      eu uso o shortinho pra dormir ora
      me deixa!
      hauahauahuahaua

      Excluir
  2. Eu, como representante dos novinhos, respondo: vale a pena siiiim, para nossa alegria!

    ResponderExcluir
  3. acho que a gente vive fazendo essas perguntas. Eu mesmo, vivo me perguntando se eu devo ousar mais ou tomar a iniciativa. E me frusta tanto sempre ser eu a tomá-las! Deve ter algo errado, ou então eu sou afoito demais, apressado demais, embora eu reconheça que do alto dos meus 30 e poucos eu ja seja muito paciente, mas muito mais paciente, do que há cinco anos atrás. Esperar é um saco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, as pessoas não gostam qndo a gente demonstra estar mto afoito né? eu gosto de pessoas q sabem o que querem, é o contrário.

      Excluir
  4. Veja bem... com uma bunda como ilustração fica mutcho complicado a gente prestar atenção no texto... hehehe! E quer dizer que basta pedir que Foxx atende????? Hummmmmmmmmmmmmmmm.... hahahahahaha! Gracias pelos parabéns, querido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, Fred, já que estou sempre solteiro mesmo, que mal há em realizar pedidos?

      Excluir
  5. Foxxxx!! Adorei ver sua bunda, ops, digo... ver meu pedido atendido. Que história, hein?! Que abundância! Que samba reggae! rs Liga pra ele... essa história merece parte II!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ih, dificil rolar parte II em qualquer estória minha né?

      Excluir
  6. Se seu texto não fosse tão bom eu só iria prestar atenção em sua bunda... Ai, ai! Mas consegui prestar atenção nos dois!

    Quem não arrisca não petisca, e eu acho que vc deve arriscar sim!

    E quanto as fotos... Muito, muito boas! Posso fazer um pedido....? rsrs

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pelos elogios, Lu. e qual seria o pedido? =)

      Excluir
    2. Depois faço o pedido pelo msn. ;)

      Excluir
  7. AHAHAHHAHAHA.

    Eu adoro um cara mais velho com barba e cabeça raspada.
    E fiquei aqui pensando: como ele é independente, forte e exala conquista.
    Vai fica, se diverte e vive.
    Pontinha de inveja. Rsrs.

    Mas me diga: ser cobiçado, desejado tá te fazendo bem?
    Pro teu ego msmo.

    Um bjão do Planeta do Prisioneiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querido, infelizmente, esse ser cobiçado e desejado nunca passa do primeiro encontro, e isso, sendo bem sincero com vc, não me faz nada bem.

      Excluir
  8. Foxx...eu venho sempre no seu blog...mas não sou de comentar muito... Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ora, se vc não comenta eu nunca vou saber de sua presença por aqui.

      Excluir
  9. Tb fico com muito receio e confesso ter um certo preconceito com caras entre 18 e 20 anos. O grande problema é que de um dia para outro eles podem "despirocar" por ainda não ter "vivido" a vida antes. Não é regra geral, mas já soube de muitos casos assim. E também não condeno, afinal, quem nunca "despirocou"?. E tem o que você disse, é difícil construir um relacionamento com alguém que não possui objetivo de vida. Pelo menos para mim é muito!
    Mas um conselho, já que você não tem nada a perder, por que não arriscar? rsrsrs

    PS: curti as fotos!

    Beijos querido! E realmente estava com saudade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo com tudo, qrido, vc falou mto bem, falou das mesmas preocupações q eu tenho. mas eu tenho sim mto a perder: minha saúde mental é o q eu posso perder me envolvendo com pessoas q não vai dar nada certo...

      Excluir
  10. Por que não tentar, Foxx?
    Ninguém garante nada nessa vida.
    Abração, menino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não garante mesmo?
      olha, pela minha experiência, Lobinho, eu garanto a vc q eu sempre estarei solteiro, não importa o qnto eu tente. por isso mesmo eu me pergunto: vale a pena investir mesmo sabendo/ mesmo sendo garantido q não tem a menor chance?

      Excluir
  11. Paciência para mind games: também não tenho...

    ResponderExcluir
  12. Ficaram boas as fotos... bem naturais!

    ResponderExcluir
  13. Acho que, independentemente, de idade, vc precisa é ficar com alguém na boate que não tenha um amigo pentelho.
    Que saco, sempre na hora do bem bom, chega o amigo e chama o cara pra ir embora?
    Bom domingo.
    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hauahauahuahauahaua
      adorei o comentário, Ju.
      =)

      Excluir
    2. Eu tb achei que o Junnior fez o melhor comentário até agora... Huahuahau

      Excluir
  14. My God! Que houve?! Nem vou procurar entender (rsrsrs). Já que se mergulha na ousadia, acredito que se tem que ir até o fim. Você só vai saber se "tem chance" se insistir. Mas isso eu já falei...

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o q houve, amigo, é que eu quero alguém que se comprometa comigo, simples assim. e sobre insistir, tem mtas coisas que nós sabemos q não temos chance, por exemplo, eu não sei antes de tentar que não sou capaz de voar, porque então eu tentaria pular de um prédio para descobrir? é exatamente a mesma coisa... vale a pena pular mesmo sabendo q não sei voar, esperando um milagre?

      Excluir
  15. também gosto de um peludinho ehehehee
    e essas fotos ai, é vc nelas?

    ResponderExcluir
  16. Olha só, no meu caso, eu tenho dificuldades com novinhos pq o biotipo acaba não me atraindo muito sexualmente. Então, tem que rolar de conhecer melhor pra ver se me encanto com outras qualidades. Mas, concordo com a galera que falou que a maturidade está dissociada da idade cronológica.

    Sobre sua pergunta final, sou do partido de que sempre vale a pena investir numa postura que te aumenta as chances de sucesso em relação a outras que não fazem isso... Nada é garantido nessa vida, mas se arriscar é preciso!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. minha dúvida é exatamente essa: aumenta as chances de sucesso?

      Excluir
  17. Eu super acho que tu posas bem melhor... taí a bunda, ops, digo, as fotos pra comprovar... hehehe! Boa semana, raposito!

    ResponderExcluir
  18. vc merecia pra ver o que é bom pra tosse.

    ps: bundas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o que é bom pra tosse, Antônio?

      Excluir
  19. So.... eu já tentei com os novinhos (por um ano e meio) e... até que foi bom, mas o clichê do "quero curtir a vida" é certeiro.

    Não vou dizer que "não deu certo" porque deu certo por aquele período de tempo.... né? Mas, nunca foi uma relação madura e consistente, mesmo!

    Enfim... não sei o que tenho pq sempre atraio os novinhos, embora esteja querendo mesmo é um urso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, Max, é esse mesmo o caso. o que eu quero é uma relação madura e consistente.

      Excluir
  20. Respostas
    1. pq não? tá ruim assim?

      Excluir
    2. Claro que não é isso, né!
      As fotos atraíram minha atenção.
      Tudo vale a pena, desde que você tenha vontade.

      Excluir
  21. Com certeza. Idade nao importa. Agora estas fotos........ nossa.

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway