Google+ Estórias Do Mundo: Maio 2015

domingo, 24 de maio de 2015

Roteiro Nº 01

, em Natal - RN, Brasil
Michelângelo, das Tartarugas Ninjas, estava sentado em uma mesa, usando um sobretudo e um grande chapéu, comendo uma bela pizza novaiorquina, quando do outro lado do restaurante um rapaz o observa. O ninja percebe-o, mas tenta fingir que não é para ele que os olhares são lançados, mas logo o rapaz do outro lado da mesa levanta-se e caminha em direção a ele.
- Você faz parte das Tartarugas Ninjas, não é?
- Não... - disfarça Michelângelo.
- Eu sei que é. Sou um grande fã de vocês. Posso sentar?
Michelângelo concorda, para evitar chamar mais atenção.
- Vocês são tão gostosas!
- O que?!
- É! Sempre tive uma coisa por tartarugas e vocês... são gostosas! Será que poderíamos beber um café qualquer dia? 
- Ei, cara, com todo respeito, mas eu não curto...
- Ah, desculpe... mil perdões... eu não sabia, mas será que algumas das suas irmãs não se interessaria por um café?
- Irmãs? Cara, não sei qual o seu problema, mas nós somos homens... não tenho peito, tá vendo?
- Er... vocês são répteis, não tem porque ter peito...
- Mas...
- E não tem o abdômen côncavo dos machos...
- Nós somos fêmeas?
- Eu entendo a confusão. Como a maioria das pessoas não sabe diferenciar o sexo das tartarugas, pressuporam que vocês eram machos porque lutavam e eram fortes. Vocês então acreditaram no que contaram a vocês, no esterótipo masculino que vocês se encaixavam. Típico de uma sociedade cis-hetero normativa.
- Eu sou fêmea?!

domingo, 17 de maio de 2015

Querela Religiosa

, em Natal - RN, Brasil
- Então você é sacerdote e gay? E pode isso?
- Claro que pode. Por que não poderia?
- Porque ser gay é pecado.
- P'ra quem? Na minha igreja não é, e na própria igreja católica também não.
- Como assim?! Não é pecado ser gay na igreja católica?
- Não, nunca foi. O pecado católico no qual os gays estão inclusos chama-se sodomia e isso inclui qualquer sexo sem fins reprodutivos. Sexo entre dois homens é tão pecado quanto sexo entre um homem e uma mulher com camisinha. Por isso, a igreja, sugere que caso você ser gay, você seja celibatário. E, neste caso, sendo celibatário, você pode ser gay e ser até papa!
- Então você é celibatário?
- Não. Eu não sou católico.
- Então o que prega a sua igreja?
- Um dia, alguns anos atrás, quando eu estava em meditação, tive a honra de encontrar um dos meus mestres espirituais, e eu perguntei a ela (sim, era uma mulher) se era errado eu ser gay, ela sorriu me disse com toda paciência do mundo: "você só tem uma vida, precisa vivê-la como ela é". Eu tive a oportunidade de nascer gay nesta vida porque somente vivendo como um homem gay e passando por tudo o que passamos que eu aprenderia o que precisava para me aproximar de Deus em pureza e perfeição...
- Quanta baboseira! A Bíblia diz...
- Espere um momento: eu te relato uma genuína experiência mística, um profundo momento de contato com as divindade que eu tive, e você diz que é "baboseira"? Que falta de respeito com minha fé e minha religiosidade é essa? Ai, se prepara, mesmo assim, para citar a Bíblia, a experiência mística de outra pessoa, e espera que eu respeite sua verdade do mesmo jeito? É isso?
- ...
- Só para complementar, antes de você continuar com seu argumento de autoridade, já que você interrompeu o que eu estava falando... acredito, e minha igreja defende o mesmo, que não viver a vida conforme foi planejado antes de você encarnar é que é o verdadeiro pecado. Fugir, no caso, de ser gay, não viver isto como se deve, completamente, amando, fazendo sexo, casando, com tudo que você tiver direito e vontade, isto sim te levaria a algum "inferno" porque você não estaria seguindo a vontade de Deus. 

domingo, 10 de maio de 2015

Elegia Para Um Príncipe Encantado

, em Natal - RN, Brasil
Eu conheci teus cabelos de trigo num baile de carnaval
Nossos corpos se atraiam como imã naquelas ruas de paralelepípedo
Me apaixonei pelos teus olhos vedes na casa de um amigo
Gozei com você num colchão no chão
Sonhei com teu amor em minha cama agarrando o travesseiro
Você segurou minha mão naquela peça rodrigueana
Me beijou esperando teu ônibus e eu voltei sonhando
Disse-me que se morássemos perto namoraríamos
Estourou de ciúmes mesmo longe
Mas amou outros, também amei
Mas agora você nos deixou, você me deixou, deixou todos nós
Tua doença te levou
E eu fiquei para trás, triste,
Sem nunca mais poder esperar dar 4 horas.



Adeus, Dan, eu te amei profundamente.

domingo, 3 de maio de 2015

Inesquecível

, em Natal - RN, Brasil
Nunca esquecerei você até conhecer outro.
Nunca esquecerei seu sorriso até me encantar por outro.
Nunca esquecerei teus olhos até enxergar outros.
Nunca esquecerei tua boca até beijar outro.
Nunca esquecerei teu corpo até abraçar outro.
Nunca esquecerei teu sexo até comer outro.
Nunca esquecerei como te amei até amar outro.
Nunca esquecerei você até conhecer outro.