Google+ Estórias Do Mundo: Índia: Os Amores de Krishna

terça-feira, 22 de maio de 2012

Índia: Os Amores de Krishna





Sri Krishna é conhecido também como o mais belo deus. Na verdade, o nome Krishna significa "todo-atrativo" e sua beleza incomparável cativava todos os seres, homem, mulher ou o terceiro sexo. Em textos védicos, especialmente o Bhagavata Purana, Krishna é descrito como fonte e o manancial original de Vishnu. Um dos deuses originais ele representa o masculino primordial.  No entanto, ele não é adorado com gravidade e formalidade, mas, por representar o amor, é retratado não como um rei coroado, sentado no trono real, mas como um charmoso jovem, brincando nos pastos com seus amigos durante o dia e a convidar as donzelas com sua flauta a sua cama durante a noite. 
Muitos sábios e semideuses aspiravam estar ao lado do divino Krishna. Arjuna, Narada e até mesmo Shiva transformaram-se em mulheres com a finalidade de ter relações íntimas. No entanto, esta pode ser uma metáfora, já que como Krishna é a potência masculina primordial, qualquer um comparado a ele, necessariamente seria feminino. Porém no mito de  Kamadeva que era conhecido como o mais jovem deus e de também de uma rara beleza dentro da criação, o que encantava e fascinava a todos, conhecido também como o deus do sexo, e por isso extremamente sedutor também se viu completamente encantado e perplexo com a beleza incomparável de Krishna, e sem tornar-se mulher teve relacionamentos íntimos com o deus.
No Padma Purana é dito que, durante o advento do Senhor Rama, os sábios da  floresta Dandakaranya tornaram-se tão atraídos pelo lorde Krishna que desejaram casar-se com o  deus. Uma vez que o deus, no entanto, poderia aceitar apenas uma esposa, Sita, Ele abençoou os sábios para se tornar pastores nos campos em que ele jogava, permitindo que eles o tivessem também um pouco, cumprindo assim os seus desejos.
Krishna era muito brincalhão e gostava de praticar esportes; narrativas dos Puranas, bem como textos medievais, muitas vezes retratam Krishna e seus amigos (de ambos os sexos) vestidos com roupas do sexo oposto só por diversão. O deus tem muitos servos do sexo masculino (sahayakas) que meticulosamente o vestem e cuidam para ele e seus amigos íntimos possam se encontrar com as gopis ou outros jovens. Esses amigos íntimos tem, dizem, as mesmas emoções (bhava) por Krishna que as gopis e estando sempre dominados pela beleza de Krishna e o amor que sentem por ele.
Krishna é adorado por toda a Índia e em todo o mundo. Um festival que comemora o seu aparecimento, Janmastami, ocorre no oitavo dia da lua minguante no mês de Bhadrapada (agosto-setembro) e é um dos maiores festivais na Índia. Enquanto as pessoas comuns adoram Krishna para todos os tipos de bênçãos, seus iniciados o adorám com o único propósito de alcançar krishna-prema ou o puro amor de deus.

39 comentários:

  1. Existem tantos segredos nas histórias chinesas, nos seus deuses e nas suas crenças.
    São um povo com sonhos de beleza e que tudo transformam para alcançar o mais perfeito e sedutor de todos os sonhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi??? Historia Chinesa???

      Excluir
    2. Luís, acho q vc se confundiu, estamos falando da Índia.

      Excluir
    3. Po, pobreza cultural, isso?..e estória com e..naum sabe q isso naum existe..

      Excluir
    4. então deixa eu explicar, Estória com E é uma homenagem a um historiador que é patrício meu, Câmara Cascudo, que utilizava a expressão como tradução para Story, em contrapartida a History - História; minhas estórias pessoais não tem a pretensão de serem História por isso utilizo o termo com E. Contudo existe aqui dentro uma coluna, esta, chamada HOMOHISTÓRIA que ai já é outra coisa.

      Excluir
  2. Krishna era um abuso de travesti....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. as imagens dele são extremamente femininas mesmo, gatão. hehehe

      Excluir
  3. Pra mim o “cara” dessa história é Kamadeva! Se ele não precisou transformar-se em mulher pra se relacionar com Krishna, já foi adotado como meu deus pessoal (kkkkk). Brincadeira. Interessante nisso tudo é que Krishna parece ser o deus mais conhecido fora do Hinduísmo. Talvez ele transmita uma mensagem mais adequada ao mundo ocidental, sei lá.

    Beijos

    PS: cuidado quando for falar de história chinesa... tente não magoar muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hauhauahaua, tb gostei do Kamadeva. macho! huahauahauahau
      mas assim, tem a teoria de que como Krishna é o macho original qualquer um que se aproxime dele necessariamente é feminino, talvez seja isso que os outros contos querem dizer...

      Excluir
    2. Só existe um Deus Krishna...os outros do panteão hindu são semideuses...

      Excluir
    3. então Brahma e Vishnu não são deuses? Shakti, Lakshmi não são deusas? Você está bem enganado sobre o panteão hindu, Anônimo.

      Excluir
  4. Pra mim o “cara” dessa história é Kamadeva! [2]

    A beleza seduz, alguns a tal ponto que despertam o que chamamos libido. É uma reação fisiológica de seres encarnados. No dia ainda compreenderão que um homem pode relacionar-se com outro e, nem por isso, deixar de ser homem.
    Nós já sabemos disso, mas... nem todos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. todo mundo adorando o Kamadeva! hehehe
      pois é, eu sempre achei que a beleza atraia as pessoas, mas como somos educados q a atração pelo mesmo gênero é errado, mtas pessoas reprimem este sentimento o mais rápido que podem... vai parecer que eu tow me gabando, mas... eu já notei várias vezes homens que ficam me admirando e ao mesmo tempo estão lutando contra isso porque consideram errado, mas não conseguem parar de olhar...

      Excluir
  5. Eu assisto isso na academia, terreno preferido pelos exibicinistas, todos os dias. Homens bonitos gostam de ser vistos por outros homens, o problema é que não aceitam isso, e se vc olhar, eles te dão um coió!
    A eterna luta entre a mente e o corpo, entre a razão e a atração, entre o desejo e o permitido, entre o certo (a atração) e o errado (admitir a atração).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, mas tem muitos homens "héteros" que gostam de ser admirados por homens, eles tem um prazer com isso imenso, e não reconhecem o quanto isso é homoerótico, né?

      Excluir
    2. Exatamente! E isso porque aprenderam, equivocadamente, que isso os tornaria menos homens, quando, na verdade, é justamente o contrário!

      Excluir
    3. o bom desses posts é despertarem essas discussões...

      Excluir
  6. Lorde Krishna?
    Lorde é uma palavra que me lembra tanto aqueles nobres e esnobes senhores ingleses que destoou um tanto do jovem, brincalhão e 'pegador' Krishna, apesar de seu esplendor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bem, Junnior, a palavra Lorde é a melhor tradução, para o português, da palavra Sri, que é um pronome de tratamento que envolve uma ideia de nobreza que o palavra lorde também mantém.

      Excluir
  7. Foxxxxxxxxxxxxx... por Krishna eu voltei! Hahahaha! Me conta DJÁ todos os bafos que rolaram na minha ausência... E CONGRATZ MASTER pelo teu livro, querido. Sucesso pra ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, qrido, vc não tá sabendo da metade. vários baphos aconteceram por aqui, meu livro, definitivamente, é o menor deles. teve blogayroz se paquerando, teve gente brigando, teve gangues sendo formadas, teve acusações de chantagem. Baphônico, qrido!

      Excluir
    2. ei, eu tb quero saber dos babados, confusões e gritarias. kkkk

      Excluir
  8. tô adorando a mitologia hindu que vc apresenta. quando vai falar da grega? esmiunçar os deuses e semi-deuses? eu amaria participar de um debate!
    lhe respondi no meu post. beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que vc gosta, pelo número de comentários vc pode ver que são poucos que gostam.

      Excluir
    2. e quando vc vai falar da grega?
      Dramma

      Excluir
    3. vai demorar um pouco pq quero terminar o oriente ainda, e falta China, Pérsia, Israel e Hititas-Hurritas.

      Excluir
  9. Pouquíssimo entendo de hinduísmo. Sempre associei Krishna ao eterno, sem nascimento nem morte. E talvez por isso, sem sexo. Enfim, estou errado.

    Agora, cá entre nós, o senhor dizer que não conhece Genet! Tem dó, né! (rsrsrs)

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse eterno que vc fala é Brahma, Lucas. agora eu não conheço Genet, simples, não posso conhecer tudo, felizmente, se conhecesse a vida não teria mta graça, não acha?

      Excluir
  10. Mas tô A PRÓPRIA fazendeira, fio... com especialização na arte da ordenha... entendZe?????? Hahahahaha! Hugzzzzzzz!

    ResponderExcluir
  11. Juro que o "blogueiro proleta" não foi pensando em ti. DJURO! Hahahahaha! Hugzzzz!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nem eu achei que fosse, eu sou pequeno burguês.

      Excluir
  12. Faxx Hare Hare, Krishina , sou ateu mas se tiver que me dedicar a um "deus" seria ele .. suas historias, filosofia eu gosto :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que essas estórias precisam ser conhecidas pq são bonitas, não acha?

      Excluir
  13. Interessante a cultura indiana associar uma beleza irresistível ao ápice do masculino, não? Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas quando vc ver as imagens tradicionais do deus a sua imagem é extremamente efeminada, não acha?

      Excluir
  14. Eu sou "polivalente" em termos de fé. Não sigo uma só religião, crio minha própria com ideias daqui e dali.
    Gosto muito de orar a Krishna e gostei muito da maneira como apresentaste a história dele. ^w^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc pode manufaturar sua religião..Leia o Bhagavad-gita..caso contrario siga sua mente (uma hora lea vai pra la outra p/ca)

      Excluir
  15. Era de Touro - Aproximadamente 3000 AC......Tivemos o Avatara Krishna...a verdadeira personificação da divindade com o amor venusiano ( regente de Touro ) firmando e estruturando ( vibrações de Touro ) a verdadeira religião oriental consolidada em valores verdadeiros em relação a Sabedoria iniciática das idades...assim como Cristo ficou conhecido como pescador....temos Krishna como o vaqueiro...animal adorado e respeitado na Índia até a atualidade.....Yeseus Krishna...Jesus Cristo....a mesma consciência avatárica...só que em Era diferente...

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway