Google+ Estórias Do Mundo: ESPECIAL SÃO VALENTIM: Caça-Niqueis

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

ESPECIAL SÃO VALENTIM: Caça-Niqueis

, em Natal - RN
O Dia de São Valentim está chegando e eu vou fazer um especial em homenagem ao dia dos namorados. Falarei sobre como eu vejo o amor, de minhas teorias, sonhos e desejos, de como vejo esse sentimento tão distante de mim. Este é o primeiro, espero que gostem. 


Eu tenho uma teoria sobre o amor. Sobre relacionamentos amorosos. Apesar de não ter quase nenhuma experiência, eu observo bastante. Bem, eu primeiramente acredito que namoros que dão errado não são namoros ruins. Eu penso o seguinte: você só encontrará o seu "príncipe" uma vez na vida, não é? Você vai encontrar o cara certo uma vez, e ficar com ele para sempre. Não é assim que conta os contos de fadas? Pois bem, se você vai encontrar esse cara apenas uma vez na sua vida, é óbvio que todos os outros que você encontrar antes dele e acabaram é porque não eram o cara certo para você. Então, dica da raposa número 1: terminou seu relacionamento, eu sei que dói, mas é porque ele não era o cara certo para você, porque o The one vai ficar com você. Então aquele cara pelo qual você está morrendo não é o amor de sua vida, afinal, ele te deixou. Dica número 2: Se você tem o dedo meio podre e anda escolhendo apenas sapos e não príncipes, relaxa, porque uma hora você vai acertar e sim encontrar o cara certo. Cada sapo te prepara para o futuro príncipe. Mas ai você me pergunta: por que eu tenho tanta certeza? Essa é a teoria de qual eu falava.
Acredito que para alguém ser feliz no amor ele precisa encontrar uma combinação de três coisas: amar + ser amado + romance. Quando esses três elementos são satisfeitos, o relacionamento caminha feliz. O que quero dizer com isso. Duas pessoas só são infelizes num relacionamento se uma não ama a outra, não é? Se há amor entre elas, não existe motivo para que o relacionamento não flua a contento. Apesar que há um terceiro impedimento, às vezes, por mais que duas pessoas se amem, elas não conseguem ficar juntas, o relacionamento em si entre aquelas pessoas não funciona por N motivos. Então, eu acredito que uma hora as pessoas terão seus contos de fadas realizados por que, como num caça-níqueis, cada vez que você encontra uma pessoa nova você puxa o braço da máquina e ela rola, às vezes você vai encontrar amar (você se apaixona pelo cara) - limão (ele não se apaixona) - romance (não sei por cargas d'água ele resolve te namorar mesmo assim), qual o resultado disso: merda! Pelo menos em determinado momento porque uma hora ele vai te dar um fora e você vai estar muito apaixonado, concordam?
Outro cenário, você conhece alguém ai e puxa o braço da máquina, resultado: amar - ser amado (dessa vez ele também se apaixona por você) - limão (por algum motivo vocês não podem ficar juntos). Daí você fica conversando horas e horas pelo MSN, quem nunca? Ou um terceiro cenário: limão - ser amado - romance, e ai quem se fode é ele, o outro, porque você vai lá namora-lo só para não ficar sozinho e acaba magoando o pobre do rapaz. Também temos os relacionamentos platônicos: amar - limão - limão, quando você se apaixona e não é correspondido, e limão - ser amado - limão, quando ele se apaixona e não é correspondido. Várias combinações, não é?
Aí sim, eu acredito, que é apenas uma questão de tempo até você encontrar alguém, entre os milhares de sapos que eu falei anteriormente, puxar o braço da máquina e finalmente três corações aparecerem na tela: amar - ser amado - romance. A sorte lhe sorri, inevitavelmente. Acredito, firmemente, que quanto mais oportunidades você tem para colocar a máquina de caça-niqueis em movimento, quanto mais moedas de vinte-e-cinco centavos você tiver (seu investimento pessoal) e mais chances de ir ao cassino (mais pessoas conhecer), melhores chances você terá de ter um resultado perfeito e ganhar o grande prêmio, a felicidade tão almejada. O que, definitivamente, é o meu problema, eu já acabei todas as minhas moedas e os únicos resultados que obtive ate hoje foram amar - limão - limão e amar - ser amado - limão (é, por mais incrível que pareça eu já fui amado uma vez sim, pena que não era possível ficarmos juntos dado a geografia), acho que meu caça-niqueis está quebrado ou viciado para não permitir que ninguém ganhe nele nunca. 


37 comentários:

  1. É... de teoria tu tá muito bem. Mas e a prática???? Hehehe! E tá certo... não posso reclamar de boca (bem) cheia mesmo... hehehehe! Hugzitooooo!

    ResponderExcluir
  2. Se há sofrimento, desassossego não é amor.
    Eu penso que para uma relação dar certo é preciso 3 coisas: Amor, paciência e ceder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, minha teoria, a sua teoria.
      só q eu estou falando de pra começar um relacionamento, vc está falando de como manter um relacionamento.

      Excluir
  3. chega de teorias eu quero a prática, pq na teoria sei bem, mas preciso praticar ahsuahuahuasa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ih qrido...
      prática não é comigo, sou um acadêmico apenas, vejo de longe, só observo e estudo pelos livros.

      Excluir
  4. Muito bom, mas essas teorias todas tem que ser adaptadas na verdadeira relação.
    Na prática, as teorias são um pouco menos claras e mais complicadas, mas quando existe uma decisão, de ambas as partes, tudo fica mais fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bem, voltando ao assunto da prática, não tenho essa experiência, né Alex? então só posso ter teorias.

      Excluir
  5. Tudo bem, enquanto teoria, licença poética, dê o nome que queira dar. Eu pergunto: você acredita que o amor é uma questão estatística? Simples assim?

    Olha, já me antecipando (kkkkkk)... se me responder afirmativamente, então faz favor de colocar mais um “monte” de variáveis nesse seu sistema aí, certo?! O mundo é muito mais complexo do que um sistema linear pode supor!

    Beijão, meu lindo... seu texto é excelente, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu acredito que cedo ou tarde as pessoas encontram alguém, sim, por uma questão estatística, simples assim. porque encontrar alguém é simples assim... O ENCONTRO... o que pode ser complicado é o relacionamento a partir deste encontro, mas sobre isto eu não tenho teorias...

      Excluir
  6. Eu to horrorizado.. Vc realmente acredita nessa coisa de tem "uma pessoa"????

    Bem.. Isso tudo realmente é muito longe de mim,a cho que a coisa é bem mais complexa e que nem toda relação que acaba é mal sucedida, pegando sua metáfora as vezes da amor-amor-amor e depois a coisa acaba pk a vida é muito dinâmica pra gente achar que um resultado que veio num dado momento vai seguir eternamente no mesmo formato....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bem, Gato, nem sei se existe uma pessoa apenas, mas eu tomei como pressuposto já que todo mundo procura o cara que vai durar pra sempre... entende?

      Excluir
    2. Moral da historia.. O primeiro erro tah no pré suposto básico ai o que vEm depois vem tudo cagado... Querido, ENTENDA UMA COISA... rELAÇÕES ACABAM.. sE NÃO É EM BRIGA É EM MORTE, PK NG MORRE JUNTO, MAIS CEDO OU MAIS TARDE O FIM CHEGARÁ E AS PESSOAS PRECISAM CONVIVER COMA IDEIA DA FINITUDE QUE SE APLICA NÃO APENAS AS RELAÇÕES, MAS A TODAS AS COISAS EXISTENTES NA TERRA!!!!

      Excluir
    3. sim, concordo plenamente. vc tem realmente razão. como já disse aqui nos comentários, essa era a teoria de alguém sem nenhuma experiencia sobre o assunto, por isso foi tão facil de derruba-la.

      Excluir
  7. Desculpe, mas sua teoria não fala apenas de "encontros"... me pareceu mais extensa. Ela fala de relacionamentos! Você, com as suas 3 variáveis tá tentando explicar relacionamentos sim senhor! Não vem me enrolar, pow...

    Beijão, de novo (já são dois hoje, heim)

    PS: depois que você mudou o visu do seu blog ele ás vezes fica travando. Esse comentário teria que ser uma resposta ao seu, mas simplesmente não consegui escrever naquele espaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não, César, não estava falando de relacionamentos... juro. =)

      beijão, (são 3 agora)

      e mais alguém ai tá tendo o mesmo problema do Cesinha? do blog travar e não conseguir escrever na caixa de comentário?

      Excluir
  8. "Eu to horrorizado.. Vc realmente acredita nessa coisa de tem "uma pessoa"????" (2)
    Acho que esta coisa do The one forever and ever, não existe. A gente muda tanto ao longo da vida que o amor também muda, o The one de um tempo pode se tornar o just one more alteradas as condições de temperatura e pressão. Quero saber da sua prática agora. Pára um pouquinho, junta um dinehririnho e bora brincar de caça-niquel, viu?
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, Rafa, minha prática eu já desisti...

      Excluir
  9. Acho q todos teceram comentários super pertinentes e realistas aqui ... então é isto: Amor, relacionamento é simplesmente encontrar alguém com quem role afinidades e química ... o resto é construção ... simples assim ... se enveredarmos por outras expectativas estaremos fadados a nos ferrar sempre ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, Bratz, cê viu? todo mundo contra minha teoria. já vi pra eu desistir dela, hehehe.

      Excluir
  10. Não acredito na teoria do the one. Na minha cabeça, não existe apenas uma pessoa ideal. As vezes a gente até cria uma, mas isso só serve para minar o espectro de possibilidades.

    Aumentar as tentativas aumenta as chances de encontrar alguém legal? Aumenta. Investir na sua imagem aumenta as chances? Aumenta. Mas como o nome já diz, são chances, e a probabilidade é uma bitch porque a gente pode aumentar as chances o quanto a gente quiser, mas só vamos chegar próximos de 100%, e nunca em 100%.

    No fim, é tudo questão de pura sorte mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelo jeito minha teoria foi rechaçada por toda a comunidade científica da blogosfera né, primo?

      Excluir
  11. Eu bem imagino que tua vibe esteja a milhas do cafuçu! Tu é chique bem! Eu tb! Hahahahaha! Hugz, Foxxito!

    ResponderExcluir
  12. Perdi as contas de quantas vezes puxei o braço da máquina, também...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, mas enquanto vc tiver moedas pra investir... vai fundo, seu lindo.

      Excluir
  13. "Meu amor"?!? Assim quem molha a cuelcinha sou eu! Hahahahaha! Hugzzzzz - com cueca sempre - que fique claro... hehe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. own, qrido, então vou te chamar de amor sempre agora...

      Excluir
  14. Acho que - em algum momento - o processo evolutivo decidiu andar pra trás mesmo... fazeroquê, nzé???? Hahahaha! Hugzão e bom fds, querido!

    ResponderExcluir
  15. As vezes tenho medo de ficar anos na frente dessa máquina, colocando minhas moedas e puxando a alavanca..... To quase vendo a imagem daquelas pessoas q ficam dia e noite apostando suas fichas e não ganham nada..... Imagina a falência e a L.E.R. são dois riscos reais..... Mais uma vez adorei o texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ora, se ficar anos vai se divertir bastante tb, Leo

      Excluir
  16. interessante a comparação que você fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. finalmente alguém que achou pelo menos interessante...

      Excluir
  17. Como assim "o" principe??
    Como assim "só encontra o cara uma vez"??
    Como assim o encontro??
    Como assim só depende de vc querer, do outro querer e da situação permitir??

    1) Príncipes não existem! Não existe diferença entre o cara que só queria sexo numa noite e o "príncipe" que decidiu te conhecer e foi embora no cavalo branco e te deixou na mão.

    Tem gente que quer conhecer mentes, tem gente que quer conhecer corpos e tem gente que quer conhecer almas. E tudo isso são partes de uma pessoa. Não dá pra chegar e conhecer de cara tudo: vc tem de escolher por onde começar...

    Sabe aquele cara que conhece outro, buscando apenas sexo, marca um segundo encontro, buscando apenas sexo e rola um terceiro encontro... Se ambos investirem, se a situação for favorável, se houver encontro de interesses e se houver maturidade de ambas as partes para lidarem com o envolvimento, pode dar numa coisa legal para os dois, porque não?

    É possível que alguém não esteja procurando mais nada além de uma noite de sexo, mas goste do que encontrou e mude de ideia. Isso se chama se surpreender!

    2) Porque só existe um cara que vc vai encontrar na vida? a vida é dinâmica. O príncipe de hoje pode ser o sapo daqui a dois anos e aquele que não se encaixava no seu perfil de candidatos amanhã pode parecer uma boa pedida. Tudo muda nesse nosso universo e só a mudança é permanente.

    3)Já dizia Vinícius de Morais: "A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro". O encontro é um lance de sorte. E isso independe da aposta. Lembra daquela minha analogia de encontrar o bilhete premiado da loteria perdido num banco de praça? A chance é mínima, mas não é impossível ganhar na loteria sem jogar. O acaso tem seus caprichos e é difícil dizer que algo é realmente impossível (tanto para o bem, quanto para o mal).

    4) Além das três variáveis que vc colocou ai no seu texto, acredito que para um relacionamento começar, faltou dizer que deve haver, ao menos:

    * encontro de interesses -> eu posso estar encantado ou apaixonado por alguém ("amando" mesmo, só depois de um bom tempo) e decidir racionalmente não me envolver. O mesmo pode acontecer da parte do outro.

    * maturidade para lidar com o envolvimento -> tem gente que sente a vontade, quer se envolver, pode se envolver, mas não consegue administrar o início do relacionamento, seja por timidez, por não ter sua afetividade bem resolvida, por culpa ou complexo, por falta de coragem (afinal, para entrar num relacionamento é preciso ter coragem de renunciar o que se perde ao entrar num relacionamento), ou por sei lá o que!

    Enfim: assunto complexo...

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RESPOSTA 1: principes existem sim! pra mim existem! eu conheci vários, vc incluso na lista, então me desculpem se não gostam do conceito de principes, mas eu encontro pessoas que se encaixam na ideia e vou continuar usando...

      mas continuando... olha, tem gente que decide sim que aquilo não vai passar de sexo, e eu não estou dizendo de alguém que estabelece um relacionamento de base sexual, isto é, alguém que decide fazer apenas sexo com fulano até que acaba conhecendo-o melhor e muda de ideia; estou falando de pessoas (e foram essas que eu encontrei na minha vida) que não estavam interessadas em ME conhecer e por isso mesmo faziam sexo comigo apenas uma ÚNICA vez e nunca retornavam o contato. eu sei que isso é dificil de entender, como alguém pode decidir tão aleatoriamente, mas esse foi o tipo de experiencia q eu tive.

      RESPOSTA 2: Realmente, minha inexperiencia não me permite ter contra argumentos, afinal eu não encontrei nenhuma vez, qm já encontrou mais de uma com certeza pode dizer transformar em pó minha teoria.

      RESPOSTA 3: sim, sua analogia do bilhete é perfeita, mas eu nunca vi acontecer então não pode fazer parte do cenário das minhas teorias não é?

      RESPOSTA 4: concordo, não havia atentado pra isso, por isso que 2 cabeças pensam melhor que uma.

      Excluir
    2. Hahahahahahah. A gente discorda, mas nem é tanto assim, né?? :)

      Te adooooooooooooro!!!
      Abraços, querido!

      Excluir
    3. pois é, era apenas uma teoria de alguém sem mta experiencia no assunto, não é de se surpreender que todo mundo por aqui tenha achado falhas nela...

      Excluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway