Google+ Estórias Do Mundo: Humor

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Humor

, em Natal - RN, Brasil
Fim de tarde de outono em Natal. O céu, tingido de laranja, está salpicado de nuvens em tons de roxo e vermelho. Tudo parece uma tela de Manet por causa da luz cegante, mas eu escuto Mika no celular. Ouvir o libanês me deixa feliz. Sua voz de contratenor, neste celular que na madrugada anterior aprendeu a ler o chip de memória me permitindo colocar sua discografia completa, me faz ter vontade de dançar. E eu danço. Dançava inclusive enquanto fazia a pé o caminho de volta da auto-escola, mas que se chama agora centro de formação de condutores, onde tinha feito minha primeira aula prática de direção. Danço com a cabeça, com os ombros, com as mãos e os dedos, às vezes escapa uma ponta, mas eu sempre controlo as piruetas, tudo fruto de coreografias que monto mentalmente. Três homens inclusive debocharam e perguntaram o que eu estava dançando quando passei por eles, fingi não ouvi. Mike, meu vizinho, também me viu dançando quando eu chegava em casa, este no entanto sorriu com um ar bonachão de quem aprova. 
Eu canto também, não alto, tento alcançar pianíssimo as notas do Mika, sempre num falsete que surpreende as pessoas. Ninguém está acostumado a ver um homem como eu alcançando notas tão agudas. Na Sexta-feira da Paixão eu vou cantar na cerimônia do grupo espiritualista que tenho frequentado desde que voltei a minha cidade natal, cantarei junto ao coral e tenho recebido muitos elogios do meu novo regente, inclusive ele já me deu um solo com apenas três meses no grupo. Ele elogia a minha potência e afinação. Cantaremos com batas brancas que cobrem o corpo todo. A primeira vez que ele me pediu um falsete, as meninas que cantam como contralto se surpreenderam. 
Eu tenho gostado muito, pois como a quantidade de mulheres e tenores é muito maior neste coral do que no último que eu cantava em BH, eu posso explorar a minha área mais aguda. Sempre foi um sofrimento para mim cantar me contendo, mas obviamente aprendi bastante cantando por dois anos como barítono e explorando meu grave, ampliei minha capacidade de alcançar notas graves, porém reduzi meu alcance nas notas agudas, agora tenho treinado mais isso, e é bom. Ser tenor é uma das coisas que eu me orgulho hoje em dia. Sempre me criticaram por causa da minha voz, aqui em Natal, diziam que eu tinha voz de bichinha. Eu tinha vergonha, até descobrir que minha voz é assim porque eu sou um tenor que quase alcança as notas de um contratenor, a voz mais aguda entre homens, como Mika. Isso é um dom, e ninguém vai me roubar isso.

47 comentários:

  1. Inveja light de quem consegue cantar.

    Tenho pensado em aulas de canto para aprender a controlar as cordas, depois das aulas eu sempre sinto minha garganta doer, mesmo nos dias mais calmos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. devia fazer mesmo, primo, as técnicas que a gente aprende são muito úteis para quem trabalha com a voz. acho que todas as pessoas que fazem licenciatura deviam ter aula de canto.

      Excluir
  2. Hummn... Tenor 1, como eu. :)
    Bom saber que você canta. Não sabia, heim! E me espanto, também, em saber que és tenor 1 (pelo que parece, pelo descrito). Há anos canto em coral, e agora em um grupo vocal. E, tenor como sou, barbado, antes era visto com voz estranha, e hoje, bom, hoje temos vozes que são ouvidas nos palcos da vida, rapaz. E sabe o que penso? Que estamos cada vez mais próximos aos Deuses quando cantamos.

    Seja Mika, Adele (sim, eu canto Adele! kkkkk...), Michael Bublé, Bach, ou qualquer outro músico, eles sabem como chegar mais perto da plenitude com esta arte.

    Apoio! Torço! Vá lá e (se) faça seu melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também canto Adele, Adriano, e que bom te rever por aqui, moço. muito bom mesmo.

      Excluir
  3. ainda vou criar coragem e fazer isto ... inveja branca do Foxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, o Cara Comum tb quer ter coragem, vcs dois podiam entrar nos programas da UFMG que eu fazia parte né? combinar e ir junto.

      Excluir
    2. Opa! Eu não disse que quero ter coragem nenhuma não! Eu simplesmente não quero cantar nos corais da UFMG. O que eu disse é que queria fazer aulas de canto particulares. Uma coisa que não tem nada a ver com alguma falta de coragem pra cantar em coral: eu quero uma aula específica voltada pra mim e não pro grupo em questão...

      Excluir
  4. É algum vestígio de felicidade? ou a hipocrisia venceu?



    hehehhehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. um dia feliz sem nenhum motivo além dos citados. =)

      Excluir
  5. No dia que postar um vídeo da apresentação po aqui vai ter muito sucesso sem dúvida.

    ResponderExcluir
  6. Só canto no chuveiro.
    E olhe lá.
    rs.

    Bjos acntantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, nada menino, procura um coral, vc vai adorar...

      Excluir
  7. Meu amigo, você tem tantos dons! Esse é apenas um e, diga-se, dos mais divinos! Um especialista em história antiga, que canta e dança... quer o que mais? Voe, meu amigo, voe... só tá faltando voar!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também desenho... =)

      Excluir
    2. Huahuahuahuahua. "eu também desenho" foi a melhor resposta! rs

      Excluir
  8. Foxx:

    Algumas considerações:

    Sou barítono (dizem..rs) qdo jovem era tenor.
    Já cantei em banda.
    Amo Mika.
    Amei sua postagem.
    Podia colocar um video seu cantando hein...seria bem legal.
    Abraços, boa sorte e linda Páscoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essas mudanças de voz na adolescencia...
      não tenho coragem de cantar numa banda, minha voz não serve pra isso.
      =)
      =D
      vou preparar esse vídeo, Edilson...
      boa páscoa...

      Excluir
  9. Respostas
    1. a minha tb, isso não impede nada...

      Excluir
  10. “A música, como a entendemos hoje, não é igualmente senão uma irritação e uma descarga completa das emoções, mas não é mais que o resto de um mundo de expressões emocionais muito mais amplo, um resíduo do histrionismo dionisíaco. Para tornar a música possível, enquanto arte especial, imobilizou-se certo número de sentidos, em primeiro lugar o sentido muscular (ao menos em alguma medida, pois, sob um ponto de vista relativo, todo ritmo fala ainda a nossos músculos), de maneira que o homem não possa mais imitar e representar corporalmente tudo o que sente. Contudo, este é precisamente o verdadeiro estado normal dionisíaco e, em todos os casos, o estado primitivo; a música é a especificação desse estado, especificação lentamente adquirida, em detrimento das faculdades próximas”

    Nietzsche, Crepúsculo dos Ídolos, 1888... acho que não preciso dizer mais nada, né!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gente a pessoa cita Nietzsche falando sobre o estado dionisíaco da música e quer ainda falar mais?

      Excluir
  11. Vc é a Rachel de Blogsville.. Se joga, seu lindo!!!

    ResponderExcluir
  12. Vc tem vídeos cantando no coral,né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. neste atual coral não, assim q tiver eu posto.

      Excluir
  13. Amigo... To feliz porque você está feliz... E também apoio você postar um video seu cantando no coral... Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. E... quando faremos o nosso dueto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. basta marcar, qrido, hehehe
      vamos marcar.

      Excluir
  15. Acho tão bonito esse povo músico... Tem um quê de sedutor, não é??

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Ninguém irá roubar mesmo!
    Vá logo ser feliz, Fox!

    ResponderExcluir
  17. Bom... se tua voz literária já é essaCocaColatoda, imagina a voz sonora... hehehehe! Hugzão Foxxito e que a Páscoa tenha sido bacanuda!

    ResponderExcluir
  18. e não deixe ninguem roubar seu dom, querido. é seu e de quem você quiser que tenha o prazer de escutá-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, mas falo pq durante a adolescência eu sofria bullying por ter voz "de viado", e mtas pessoas também me criticam hoje em dia aqui em Natal dizendo q se eu tivesse voz de macho eu teria um namorado. é a essas imposições que me refiro quando digo que mtos já tentaram roubar meu dom.

      Excluir
  19. Oi ... As vezes me pego cantando alto ... Calo na hora a taquara rachada. rs. Agora você ... vai ... solta a voz. Vejo lampejos de felicidade. Abs !

    ResponderExcluir
  20. Atrasadísimo e invejosíssimo..hehe Sou mega-ultra-blaster desafinado, e acho cantar uma das cosas mais belas..

    Parabéns!

    Bj

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia esse seu talento musical. Show de bola! Mas, e aí? Cantou na Páscoa? Como foi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cantei sim, mas cometi alguns erros e preciso melhorar.

      Excluir
  22. Oi, reli minha postagem. Esclareci alguns pontos. Se quiser, veja se está satisfatória.

    Mas aviso: coragem! Se algo lhe parecer desolador... só aí estará no caminho certo.

    ResponderExcluir
  23. Oi Foxx!
    Belo texto! Adoro Mika e uma de minhas favoritas é Billy Brown. Adoro o verso: Oh billy brown you are a victim of the times....
    Já me peguei pensando neste verso várias vezes....

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway