Google+ Estórias Do Mundo: Direito de Resposta

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Direito de Resposta

, em Natal - RN, Brasil
Caro Bento XVI,

eu soube, por meio da internet, que Vossa Santidade havia dito em uma reunião com diplomatas de 180 países que o casamento gay "ameaçaria o futuro da humanidade", essa pelo menos foi a expressão que a maioria dos sites ficou repetindo sem nem contextualizar o discurso, não que o contexto salvasse algo, mas eu repito para Vossa Santidade. As crianças, o futuro da humanidade (e acho que nenhum dos seus críticos percebeu que é disso que o Santíssimo Padre estava falando), deveriam ser criadas em ambientes adequados e estes ambientes seriam o seio familiar, o qual só poderiam ser formados por um homem e uma mulher. Dissestes que os Estados são os responsáveis por manter estes ambientes saudáveis, mantendo a família como, um dos seus mais fieis seguidores que eu conheço já me disse, intocada como a mais de dois mil anos.  Vós dissestes ainda, Santíssimo: "A unidade familiar é fundamental para o processo educacional e para o desenvolvimento dos indivíduos e Estados; daí a necessidade de políticas que promovam a família e auxiliem na coesão social e no diálogo". Vossa preocupação, Santo Padre, é realmente louvável!
Aí eu lembrei, Santo Padre, da minha família. Dos pais que eu tive que me surraram e me xingaram, que nunca me fizeram sentir amado e acolhido, pais estes que - obviamente por pura ignorância - me fizeram acreditar que eu não merecia o amor. Também lembrei dos irmãos que tive, do quanto eles me humilharam por eu ser diferente, de todas as vezes que eles disseram claramente que não queriam que eu fosse irmão deles. Também lembrei de como foi dentro de casa que eu sofri a pior ameaça homofóbica que moldou todo o meu futuro a partir dali, o dia que meu irmão virou-se para mim e me ameaçou de morte. Esta era a minha família. Como dissestes Vossa Santidade, eu concordo, uma criança merece crescer em um ambiente saudável. 
E eu prometo, Santo Padre, se um dia o bom Deus permitir que eu case, apesar do meu casamento também ser um dos terríveis casamentos gays, eu prometo, de verdade, que protegerei o futuro da humanidade. Eu, farei questão! Não permitirei que nenhuma criança, seja ela gay ou hétero, seja tratada como eu fui por nenhum pai, seja ele gay ou hétero, porque, volto aqui a repetir, nós não deveríamos estar aqui discutindo sobre o casamento gay, e sei que Vossa Santidade concorda comigo, vós bem dissestes isto neste discurso, sua preocupação também é nossas crianças. Nós deveríamos estar preocupados sim com o futuro da humanidade, preocupados em evitar que nenhuma criança fosse atacada e maltratada por um membro de sua própria família, que, infelizmente Santo Padre, na maior parte do mundo são todas formadas por heterossexuais. 
Podemos concordar com isso? Em proteger nossas crianças? 

Agradeço vossa antenção, Santíssimo.
Humildes saudações, 
Foxx.

22 comentários:

  1. Em poucas palavras: mulher, melhore...uahuah

    ResponderExcluir
  2. A violência existe e isso ninguem pode negar, mas todos podemos trabalhar para que as gerações futuras sejam mais cordatas e respeitadoras.

    Os filhos são fruto de amor e eles devem ter e crescer num ambiente acolhedor que lhes proporcione segurança, saúde e boa alimentação.

    Nós somos fruto também de uma sociedade que arrasta as pessoas para determinadas vivências.
    Quando a violência nos marca a alma procuramos outras saídas mas talvez não a felicidade que nos realize como pessoas.

    Quero apenas dizer-te que gostei de te ler e que este assunto é demasiado sério.
    Devemos todos estar atentos e evitar a violência nas companheiras ou nas crianças. Estas não pediram para nascer, mas tem direitos que ninguém lhes poderá negar.

    A tua história é de arrepiar.
    Coragem amigo.
    Aceita um abraço de amizade.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ... pq vc não envia este post para o Vaticano como correspondência ... falo sério ...

    ResponderExcluir
  4. Nesse momento,a Igreja Católica tem que tirar o deles da reta,no caso pedofilia. Então, resolveram apelar pra essa baboseira.

    Abraços,menino.

    ResponderExcluir
  5. Esse negócio de defender a família e blá blá blá é uma falácia total. Muito bem argumentado.

    Sobre proteger as crianças eu sou mais realistas: isso não deve progredir muito nos próximos 100 anos...

    ResponderExcluir
  6. off-topic: eu fico tão confuso quando vc fala dos seus pais.

    eles são tudo isso que vc pinta mesmo? tem certeza? ou é uma distorção de momento?

    ResponderExcluir
  7. Eu sei que eu nem esquento mais com o que Vossa Santidade o Papa Adolf I diz. A gente já sabe o que esperar né?

    Beijo primo!

    ResponderExcluir
  8. Spoke and said! (Rs)

    Saudades suas também! Viu a grande mudança?

    ResponderExcluir
  9. Eu se fosse vc enviava direto pro Bentinho... ele ia ter ereções... hahahahaha! Valeu, Foxxxxxxxx!

    ResponderExcluir
  10. Pode aplaudir?

    Clapi clapi clapi

    ResponderExcluir
  11. Acho que já comentaram tudo... por isso não gosto de ficar mais pro fim. Talvez não valha a pena enviar para o carinha lá, encastelado em cima daquela pedra e vivendo como se o mundo estivesse no século XII. Tá bom esse século, ou tem que ir mais pra trás?

    Beijão

    ResponderExcluir
  12. Podia ter ficado sem essa hein, vossa santidade esquisita !

    Ele fala como se não houvesse excesso de gente nesse mundo !! Dava pra ficar uns 10 anos sem mulheres parindo que teríamos gente o bastante !!!

    ResponderExcluir
  13. Olá Foxx!

    Bacana seu blog! Obrigado pelas palavras no 365 palavras.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. Entao, realmente acho que amor, independende do tipo de família vale muito mais que esta família de homem e mulher.

    A educaçao, o respeito e tudo mais dependem de outras coisas, nao desta família "perfeita".

    ResponderExcluir
  15. Olá, seu blog ta lindo, muito fofo, mas vim te fazer u convite, da uma passada no meu blog e se gostar pode segui-lo e comenta-lo que logo darei uma resposta beijos...

    ResponderExcluir
  16. Carai... c mandou isso pro vaticano? Se não mandou ainda mande!

    ResponderExcluir
  17. Pois é... Clube das Mulheres... pra terem noção de quão antigo/jurássico eu sou... hahahahaha! Hugz, Foxxito!

    ResponderExcluir
  18. Muito bom o que vc escreveu, mas o que esse papa nazi fala, definitivamente, eu não leio!
    Se dependesse de mim, ele falaria pras paredes.

    ResponderExcluir
  19. Cara, esses dias me falaram que o papa não tinha falado isso e que na verdade a imprensa tinha distorcido. No início não acreditei mas depois me mostraram o discurso dele. Tudo o que ele falou é que era pra proteger a família e citou o combate ao aborto, mas em nenhum momento falou nada sobre os gays.

    Digo isso porque, por mais mágoas que eu tenha da igreja católica (por causa dela passei um belo tempo tentando "me curar"), não acho que devemos criticar o papa baseando-nos numa mentira que inventaram sobre o discurso dele. Nem é crítica ao seu post, pois a igreja mereceria ler tudo isso que você escreveu.

    Will

    ResponderExcluir
  20. eu li o discurso, Will, ele falou na verdade que o casamento ameaçaria o futuro da humanidade, porém todos acham q ele tá falando pq é um casamento infértil e ele está se preocupando com a educação de crianças, ele está preocupado é com a adoção de crianças por casais gays, na verdade.

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway