Google+ Estórias Do Mundo: PASSADO: Pré-elegia do filho da Fome

sábado, 2 de dezembro de 2006

PASSADO: Pré-elegia do filho da Fome

Ontem no Carnatal (o carnaval fora de época daqui de Natal, quando terminar eu faço uma crônica das folias de momo no Natal) reencontrei Victor, um ex-amor. Nunca namoramos, mas ficamos e logo eu me vi apaixonado. Contudo, segundo ele, ele estava saindo de um relacionamento e não queria ficar comigo. Mentira. Ele não gostou foi de mim. Logo, descobri, estava namorando outro. Chorei tanto. Mas agora é passado. Vejam o texto que eu escrevi pra ele, antes de saber do namorado dele. Ele nunca leu este texto, será que teria feito diferença?

É bom estar apaixonado. E não é por beijos, sexo e essas coisas carnais. É pelo espírito. Achei que morreria imune ao amor, mas não aconteceu. Fui atingindo! Tanto pedi que o malvado Cupido me acertou. Mas claro que não seria algo fácil... não, não é. É um amor platônico.
Sabe o que quer dizer a expressão "amor platônico". É um amor que não existe no plano real, apenas no mundo das idéias, onde é perfeito. Pensando bem, então, meu amor não é platônico. Ele só não é correspondido. Existe sim, quando deito à noite e fecho os olhos, abraçando o travesseiro, eu sei a quem quero desejar boa noite, que é a primeira pessoa que penso quando acordo e a quem meus pensamentos fogem quando estão livres durante o dia. Esse amor, meu primeiro, existe sim.
Tá aqui, guardadinho, e é só meu. Não me importa que eu não tenho a menor chance. Ninguém tem o direito de me impedir de sentir o que estou sentindo. Meu coração tem o direito de rejubilar-se com esse sentimento. A única coisa triste é que o Amor, como disse Platão, é filho da Fome. Ele precisa ser alimentado senão morre. Por isso estou comemorando o maior amor da minha vida com esse texto, porque a qualquer instante ele pode acabar.


AH, APROVEITE TAMBÉM E CONHEÇAM PSEUDEA, MEU BLOG DE FICÇÃO.

WWW . PSEUDEA . BLOGSPOT . COM

9 comentários:

  1. nossa cara.
    que paixão hein...
    ai.. agora to dando uma lida no seu livro (tive tempo e paciencia)
    to gostando...
    beijão cara e contine escrevendo assim

    ResponderExcluir
  2. Não sei se faria diferença, mas pra você ter postado esse texto: Faria diferença mostrar para ele agora, esse texto?

    A diferença que eu quero dizer não é só pra ele não, é pra você também.
    =)

    ResponderExcluir
  3. Já passei por isso, de ouvir que a pessoa não queria algo serio, e logo depois vê-la com alguém. Coisas da vida..Bjs pra ti. Natal é linda, minha avó mora em uma cidade próxima dai..Abs

    ResponderExcluir
  4. todo mundo na verdade jah passou por isso
    super natural
    oq vc não pod fazer é deixar sua vida parar por causa de alguém
    é sempre avançando pra frente
    jamais recuar

    Sobre seu comentário:

    O que eu quis dizer foi nem sair pra boate, foi exatamente isso, praia, cinema, teatro, shows, etc... As únicas boates que vão são em festas Anos 80, não curto música eletrônica e nem funk carioca. Festas Anos 80 pra mim é lei eu ir. Mas voltando ao assunto.
    poxa, fiquei com um cara q não gostava nem q eu fosse pra casa de minha vó, isso pra mim já é demais, não to falando em deixar o namorado de lado, mas poxa, ele querer me privar de meus amigos (tantos heteros, homos e mulheres), creio que isso já é demais. Me privar da sociedade e viver somente como se ele fosse o centro do universo e seguinto as vontades dele pra mim não daria não. Tipo. cresci obedescendo pai e mãe, e ficar minha vida inteira fazendo caprichos de namorados, q não posso ir na casa de um hetero com medo de rolar algo, tenho saco pra isso nao.

    Foxx, não entenda essa resposta como mal educada não tah.
    é somente o meu ponto de vista
    Abração
    té mais
    tenha um bom domingo

    ResponderExcluir
  5. Esse texto é muito bonito.
    "Não me importa que eu não tenho a menor chance. Ninguém tem o direito de me impedir de sentir o que estou sentindo."

    Ninguém tem o direito, ninguém.

    :*

    ResponderExcluir
  6. Posso me intrometer?
    Adorei seus posts.
    Adorei o texto que você escreveu para o seu ex ficante..... Tb já fiz essas coisas..... Mas, se vc é escritor vai entender, o poeta gosta de sofrer para ter inspiração.
    SObre o seu namorado ser virgem e vc n saber se aguenta, eu vou me intrometer mais um pouco e te dar um conselho.
    Você mesmo diz q ele tem medo de ser feliz. E imagina você virgem, sentindo isso, sabendo que outras pessoas dão em cima do seu namorado. Ele pensa em transar com vc, mas para não te perder. Ele pede para que você espere para fazer tendo a certeza q voce o ama e esperaria tudo e q sexo não seria impecilho para vocês.
    Eu demorei mt para perder a virgindade sendo passivo e fiz uma vez com meu namorado por amor.
    Hj ele entende que eu não gosto, mas sabe q eu o amo do msm jeito e que o sexo é só um quesito no relacionamento...
    um abraço....
    desculpa a intromissão

    ResponderExcluir
  7. Foxx. Q maravilha seu etxto. Q maravilha teus sentimentos. Fico feliz. Só não aceito dele ter ciumes do Marcelo Sunshine (escrito em vermelho). Afinal ele é intocável, ...fora isso o resto o tempo acomoda....eheh bj e se cuida.

    ResponderExcluir
  8. valeu pelo comentário lá no blog! =]




    e não deseje nõ amar,
    o sentimento mais nobre que existe em nós precisa ser mantido, bem preservado e aflorado em todos os momentos da nossa vida.
    Se não é correspondido, é porque o outro não é digno desse sentimento que existe. é bola pra frente e haverá sempre alguém por quem amar, alguém especial que merça tudo isso e prove do sabor único que tem o amor.

    felicidade e sorte ae!

    ResponderExcluir
  9. Amor.. o Que importa é saber Que "sou intocavel".. Sorrisos.. BJOS

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway