Google+ Estórias Do Mundo: Intencional

terça-feira, 21 de maio de 2013

Intencional

, em Natal - RN, Brasil



- Amigo, com licença, você está me ofendendo dizendo isso.
- Como, Foxx?
- É, me sinto ofendido com o que você disse.
- Você está ofendido com isso? Só com isso?
- Estou.
- Ah, não era minha intenção te ofender.
- ...
- ...
- Não era sua intenção, queridinho, mas você me ofendeu.
- Ah, mas não era o que eu queria dizer, não era para você ficar ofendido. Não era meu objetivo.
- Meu querido, temos dois problemas aqui: primeiro, se seu objetivo fosse me ofender, o que eu tenho certeza que não era, então não haveria o menor sentido eu te avisar que você está me ofendendo. Se seu objetivo fosse esse, ele teria sido alcançado. E nós brigaríamos.
- Brigar não...
- Ah, claro que não...
- Você é muito sensível, Foxx.
- Ah, nem vem! Não é sensibilidade, é gentileza e boa educação que minha mãe me deu. Você me ofendeu. Fato! Não adianta mudar isso. 
- Mas não foi intencional...
- Ai, Deus! É claro que não foi intencional, como eu já deixei claro, se fosse estaríamos brigando. Porém, e este é o segundo problema: você ainda não pediu desculpas.
- ...
- Você disse que não tinha sido intencional, mas isso não é um pedido de desculpas. Isso não é a gentileza de se retratar. É óbvio, meu caro amigo, que se você tivesse tido...
- Mas eu...
- Por favor, me permita falar sem interrupções. Você não pediu desculpas, e quando cometemos um erro nós devemos antes de mais nada assumir que erramos, e é isso que quer dizer pedir desculpas, assumir que você cometeu um erro.
- Mas eu não errei porque eu nunca quis te ofender...
- Meu querido, eu já disse e vou repetir mais uma vez: se você pretendesse me ofender você não teria motivos para pedir desculpas, porque o seu objetivo, seu plano, sua ideia inicial foi me ofender e você teria a alcançado. E eu me ofendi porque o que você falou foi ofensivo a mim, não a você, a ofensa ela se dá na instância do receptor, porque você pode o quanto quiser me chamar de bichinha, por exemplo, e isso nunca me ofenderia, mas se gritar com algum cara lá na rua, ele, provavelmente, vai se ofender com a mesma palavra, porque para ele isso é ofensivo.
- Mas não foi minha intenção...
- E nem é sua intenção se desculpar porque você não enxerga que cometeu um erro, então eu que peço desculpas... eu que me desculpo por trazer a tona toda esta sua falta de educação. Ah, isto foi com intenção sim de te ofender.

35 comentários:

  1. Bom dia
    Hoje reencontrei-te e gostei de te ler.
    Como se alterarão os comportamentos sociais...
    Quem errou saber pedir desculpas...
    Quem não alertou para o facto, quem não ensinou a reconhecer os erros e a pedir desculpas também errou.
    Votos de uma boa semana

    A nossa sociedade parece que se vai agonizando em muita falta de delicadeza e sensibilidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Luís? Eu também acho. As pessoas deviam ser mais sensíveis, se colocar no lugar do outro, tipo: se eu piso no pé de alguém, não dói em mim, dói no outro, então eu preciso pedir desculpas pelo outro, óbvio que não foi minha intenção feri-la, mas o fato de não ter sido minha intenção não me exime de um pedido de desculpas, não é?

      Excluir
  2. É horrível gente que erra e não sabe ter a humildade de pedir desculpas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, com certeza, concordo com você.

      Excluir
  3. Mas se você matar e não tiver a intenção, tudo bem... não vai fazer mal para a pessoa...ai, não, péra....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Max, que instintos assassinos são esses?!?

      Excluir
  4. que uó... vai ver é por isso que ta sozinho ainda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo Fã Nº121 maio, 2013 14:17

      Se o preço de estar sozinho é ter honestidade e integridade com o que se pensa, prefiro viver como um eremita acompanhado das minhas convicções.

      Excluir
    2. Então, para começar, Anônimo, tenho três coisas para dizer a você:
      Primeiro, este texto não é real, se você tivesse lido a tag veria que é um conto, ok?
      Segundo, eu vou concordar com o Fã N°1, prefiro mil vezes ficar sozinho do que ficar engolindo ofensas por ai somente para manter as boas aparências...
      Terceiro, você não me ofendeu me acusando de estar sozinho. Isso não me ofende ou me diminui.

      Excluir
    3. Engolir ofensas? Acho que você deveria primeiro ver todas as ofensas e mentiras que você faz pras pessoas, e então, quando você tiver a dignidade de pedir desculpas, ai sim você poderá ter esse seu discurso de menino ofendido.

      Excluir
    4. Nao abro mao do q sou e acredito pra ter algem ou uum sexo sou vou mt alem disso

      Excluir
    5. Anônimo, se vc me conhecesse saberia que eu peço desculpas sempre que cometo algum erro, obviamente alguns erros podem ser grandes demais para que a pessoa me desculpe, mas ai, neste caso, é apenas o meu sofrimento de conviver com aquela culpa, já que o ofendido não pode retira-la de mim. E eu, infelizmente, carrego muitas culpas dentro de mim.

      Excluir
    6. Te conheço suficientemente bem pra afirmar que você é tão egoísta, imaturo e egocêntrico que não tem capacidade para assumir seus erros e pedir desculpas aos envolvidos, professor doutor Lenin Campos Soares.

      Excluir
    7. Saber meu nome não significa que vc me conhece, isso aqui não é o Egito antigo, anônimo, principalmente levando em consideração que eu mesmo já citei meu nome neste blog inúmeras vezes e tem uma opção no menu ali em cima chamada LIVRARIA que mostra todas as minhas publicações como professor doutor Lenin Campos Soares. Sendo assim, não vou ficar assustado porque vc sabe meu nome, o Foxx não é um personagem tão distante de minha vida pessoal assim que eu ficasse desesperado se alguém o descobrisse... suas tentativas terroristas de me assustar com seu anonimato não vão funcionar ok? Se você quiser expor alguma coisa demonstrando porque sou egoísta e egocêntrico, vc precisará dizer em que situações fui assim para provar, isso se vc tiver coragem de revelar quem é. Sobre a imaturidade, nem precisa, tenho 31 anos, mas sou imaturo como qualquer adolescente, isso acontece com todo mundo que enfia a cara nos livros e não vive de verdade...

      Excluir
    8. Doeu muito quando a carapuça serviu?

      Excluir
    9. não, não doeu. até pq me imputaram três coisas que se fossem verdade, pq doeria? não sou o tipo de pessoa que se ofende com críticas, Anônimo, sou do tipo que aprende com elas, é por isso que na minha caixa de comentário está escrito que eu aprendo muito por ouvir atentamente.

      Excluir
  5. Outch! Foxx fazendo a maligna é tudo de bom... hehehe! Fui dormir digerindo o teu "já comemos insetos há muito tempo"... maldito seja!!! Hahahahaha!
    E tipo assim: essa formiga tanajura é aquela tb chamada de formiga-foxx (bunda carnuda e redondinha)?!? Hahahahahaha!

    ResponderExcluir
  6. As pessoas nao se ofende qnd nao e com elas ,porem o que me pasma e q nao se dao ao trabalho de se por no lugar do outro e todas as merdas cagadas pela boca para esse ser nao e nada de +

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. #fato: se colocar no lugar do outro é primordial para evitar situações como essa, Murilo, vc tem toda razão.

      Excluir
  7. Quando eu li o título do post me arrepiei: tai um assunto complicado! (rsrs) Sem querer polemizar, podemos dizer que nossa consciência, ou mesmo a própria cultura, se constitui em sistemas intencionais. Praticamente todos os aspectos de nossas vidas (crenças, pensamentos, anseios, desejos), expressos através de “palavras”, dizem respeito a relações que exibem intencionalidade. Tanto por parte de quem se exprime, quanto por quem recebe a mensagem.

    Pra que falei tudo isso? Talvez para o seu “amigo” (em tese) não houvesse a intenção que você tenha percebido! É apenas uma hipótese, tá, mas que pode (mais frequentemente do que imaginamos) acontecer.

    Quanto a ele se desculpar, aí você tem razão. Magoamos as pessoas “sem intenção”... e, quando isso é detectado pelo ofendido, um pedido de desculpas é a melhor forma de demonstrar a “falta de intenção” original.

    AFGF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, eu tenho certeza que não há a intenção, AFGF, mas por causa disso o pedido desculpas tem que vir, de qualquer jeito, a falta de intenção não exime ninguém de culpa, digamos assim, não acha? Por exemplo, se eu causar um acidente que provoque sua morte, a falta de intenção em te matar não retira de mim a culpa pela morte, a própria lei reconhece isso, neste exemplo que citei eu seria penalizado pelo acidente, mesmo todos reconhecendo (juízes, juri, sociedade) que eu não tive intenção de causar o acidente. Culpa não quer dizer intenção, né?

      Excluir
  8. Devia pedir desculpa tb por ter posto a tona a burrice do interlocutor ou por n ter conseguido ser suficientemente didático....

    ResponderExcluir
  9. Oi Foxx, tudo bem?
    Me veio algumas pessoas a mente agora, rsrs
    Bjo menino

    ResponderExcluir
  10. Como é difícil para algumas pessoas reconhecerem o erro, e mais ainda pedirem desculpas. Quem não foi educado quando criança, não ficará depois de adulto.
    Bjux

    ResponderExcluir
  11. Sinceramente! eu sempre busco ver a intensão qdo se trata de amigos ... ás vezes me sinto machucado sim mas se percebo q foi um deslize não intencional eu relevo e o assunto está morto e acabado ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas vc não acha que se vc desse um toque neste seu amigo ajudaria ele a não repetir aquilo e melhorar como pessoa?

      Excluir
  12. Não sabias da tua fama de tanajura??! Menino... é o que mais se comenta por Blogsville... hehehehe! Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Certas pessoas não admitem,nem por decreto,estarem erradas,rsss
    Otimo texto,Foxx

    ResponderExcluir
  14. Deu que pensar esse texto. Por vezes me acontece o mesmo mas não costumo ligar...mas sim, por vezes fico magoado também.

    Abraço grande :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois então, João, não é melhor falar para a pessoa que vc se sentiu ofendido e não guardar essa mágoa depois?

      Excluir
  15. A gente bem que podia ir "sofrer" junto com os calouros no obelisco, nzé? Hahahahahaha! E pra entender tua fama de tanajura é simples: basta tu olhar pra trás... hahaha!

    ResponderExcluir
  16. Repito o Bratz. Quando conheço um pouco a pessoa e sei que as palavras às vezes traem a intenção...
    Enfim, pedir desculpas é básico entre civilizados.
    Me preocupo mesmo é com as vezes em que ofendo e não tomo consciência. Ou ainda, o pedido de desculpas não é mais possível...
    Vivendo e aprendendo...

    ResponderExcluir
  17. Bom não sei exatamente o que aconteceu, claro, mas eu sinceramente não iria escutar calado.. do jeito que sou estressado.. ou ia sair e deixar vc falando sozinho, já que estava tão ofendido, ou mandaria pro inferno.. ou mais várias opções... Não que eu esteja certo, mas sério... não tenho paciência..

    ResponderExcluir
  18. Uma dose de humildade pode deixar as relações melhores né?
    Abraços querido.

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway