Google+ Estórias Do Mundo: 22x8

domingo, 3 de junho de 2012

22x8

, em Natal - RN, Brasil
A última vez foi em Belo Horizonte. "Eu sentia a profunda falta de alguma coisa que não sabia o que era. Sabia só que doía, doía. Sem remédio". A última vez que fiz sexo. E está difícil não pensar nisso. Sinto falta de paus, de bundas, penso em esperma, em suor, em bocas, em mãos apertando minha pele branca. "E se tudo isso que você acha nojento for exatamente o que chamam de amor?". São oito meses já, definitivamente o período mais longo que eu já fiquei sem sexo. "Por favor, não me empurre de volta ao sem volta de mim, há muito tempo estava acostumado a consumir pessoas como se consomem cigarros, a gente fuma, esmaga a ponta no cinzeiro, depois vira na privada, puxa a descarga, pronto, acabou." E o pior é que convites para sexo ainda continuam acontecendo. Na rua, com estranhos que nem perguntam meu nome, ou com meu vizinho que pede dinheiro para isso. E tem ficado cada vez mais difícil resistir. "O pó se acumula todos os dias sobre as emoções". E eu quero resistir. Quero porque não me sinto bem fazendo sexo, novamente, com uma pessoa desconhecida, eu desejo intimidade e não uma aventura, e quero respeitar o meu desejo. "Ah, me socorre que hoje eu não quero fechar a porta com essa fome na boca". Ai vem meu vizinho, que sua proposta não é de sexo uma vez e nunca mais, ele demonstra querer estabelecer uma relação, porém baseada somente em sexo e nas vantagens financeiras que ele quer ter comigo. "Tento me concentrar numa daquelas sensações antigas como alegria ou fé ou esperança". E isso é o problema. A situação é essa: o único sexo que me é oferecido é aquele sem intimidade ou, quando há intimidade, envolve uma, e não consigo pensar diferente, compensação financeira. "Em luta, meu ser se parte em dois. Um que foge, outro que aceita". É assim que eu me sinto se pagar a ele, como se eu não tivesse nada mais interessante que o dinheiro para qualquer um. Eu poderia perfeitamente ser prático: meu vizinho é um homem lindo que me quer na cama dele, e ele nem está pedindo muito dinheiro assim, mas eu tenho medo da ressaca moral que eu sentirei quando gozar. Tenho medo da bad trip que pode vir se eu aceitar as regras do jogo dele. "Muito bem, parabéns: você tá na idade. Mas anota aí pro teu futuro cair na real: essa sede, ninguém mata. Sexo é na cabeça: você não consegue nunca. Sexo é só na imaginação. Você goza com aquilo que imagina que te dá gozo, não com uma pessoa real, entedendeu? Você goza sempre com o que tá na sua cabeça, não com quem tá na cama. Sexo é mentira, sexo é loucura, sexo é sozinho, boy". Estou frágil demais para isso. Sendo assim, só me resta reprimir esse desejo e direcioná-lo a outras coisas, afinal ainda faltam vinte-e-duas páginas para terminar de escrever minha tese de doutorado. "Não te tocar, não pedir um abraço, não pedir ajuda, não dizer que estou ferido, que quase morri, não dizer nada, fechar os olhos, ouvir o barulho do mar, fingindo dormir, que tudo está bem, os hematomas no plexo solar, o coração rasgado, tudo bem". 

49 comentários:

  1. Melhor uma bad trip depois de uma foda do que ficar em um sem nem ter feito nada.

    Se joga !

    ResponderExcluir
  2. Foxx, eu lhe entendo perfeitamente, e você sabe. Eu sofro de ressaca moral quando trepo com quem não tenho afinidade, mas colocando na balança, todas as vezes em que trepei pra aliviar o desejo, a tara, foi ruim depois. Mas foi só nas primeiras vezes eu me culpei muito e disse que não faria mais, hoje me sinto imundo ("apenas"), mas confesso, "sóbrio", que faria de novo para aliviar a tensão.
    tome a decisão que vai lhe fazer bem, é isso que importa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ei, e esse titulo ficou ótimo! será a proporção do vizinho? hehehe

      Excluir
    2. é... são os 8 meses opostos as 22 páginas q faltam da tese, amigo...

      Excluir
    3. eu sei amigo. mas é que minha mente capta logo o duplo sentido das coisas... heheh

      Excluir
  3. Puts, Foxx... Q situação. Mas acho que você está fazendo a coisa certa. Por mais que o desejo seja difícil de controlar, tem o seu valor perante você mesmo. Vc sabe que vale muito mais do que isso, e que esse situação só acontece devido às circunstâncias e ao local. Não tenho nada contra pagar por sexo, mas sem dúvida, nesse caso, a bad trip ia ser uma consequência violenta, e talvez fosse curto, médio e longo prazo... Resistir talvez seja algo menos doloroso, porém não menos difícil. Fico me imaginando se, no seu lugar, eu resistiria tanto assim, acho que não...

    Um abraço, cara... até

    ResponderExcluir
  4. Meu lindo... falo por experiência: Sexo e dissertação combinam. É uma pena que você se sinta mal quando entra na "negociação" para o sexo! Ficou claro que ele te deseja e que ele apenas busca uma forma "aceitável" para te comer sem deixar de ser "macho". Eu acho sexo algo necessário, especialmente nos momentos de tristeza! hehehe Um beijo grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pior q racionalmente, amigo, eu concordo plenamente com vc, mas temo como vou me sentir após o fato ocorrido.

      Excluir
  5. periodo sem sexo... e foda... como diz o cara de cima, sexo e algo necessário, principalmente quando estamos triste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha qm reapareceu por aqui. seja bem vindo de volta, Teago.

      Excluir
  6. Olha... acho que você tá racionalizando muito! Especialmente o depois. Eu só enxergo um provável empecilho, que seria o fato dele ser seu vizinho. Pelo que entendi seus pais ainda não sabem "oficialmente" sobre você. Eu pagaria (não muito... rsrs) pra ver. Acho impossível ser uma experiência totalmente horrorosa. Mas, quem melhor que você pra saber sobre você, né?! Ainda mais que são 22 páginas e 8 meses (dá pra saber se é "tudo" isso?... rsrsrs).

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sério q vc tá me perguntando se eu sei se ele é bem dotado? hquhauahauahau

      Excluir
  7. Porque não arranjas um amigo "colorido"?
    Sempre "rola" alguma intimidade e quem sabe no futuro até pode nascer algo mais bonito! ^^

    Boa sorte amigão! :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pq pra eu ter um amigo "colorido" eu preciso de alguém q queira ser meu amigo "colorido", né, Hórus? precisa de duas pessoas nesse jogo, amigo.

      Excluir
  8. fica frio que tudo se ajeita. como minha mãe costuma dizer, primeiro a obrigação, depois o lazer.

    ResponderExcluir
  9. As vezes tenho vários desejos sexuais, mas sei lá acho que sexo não é mais algo importante para mim, to mais afim de uma boa companhia...

    ResponderExcluir
  10. Tah, eu entendo o que você está a passar... Mas sendo bem sincero: se tens vontade, se o que queres não vem, divirta-se com o erro e não pense no que virá a pensar depois. E da mesma forma que você é capaz de reprimir tal impulso você é capaz de reprimir a "ressaca moral" se distraindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querido, eu passei 2 anos fazendo exatamente isso q vc propôs, mas ao fim disso eu desenvolvi uma certa fobia desse tipo de relacionamento, meu medo é exatamente vê essas reações de pavor voltarem, entende?

      Excluir
    2. É... no fundo das minhas palavras eu sabia dessa possibilidade. Sei bem como você se sente, pois passo o mesmo problema. Não exatamente igual, mas no fundo parecido. É tenso... Mas assim, uma vez ou outra é válido, é só não transformar essa fugida de "regra" em algo constante :D

      Excluir
    3. No fundo sempre soube o que estava por trás das minhas palavras. Sei, pois já passei pela mesma situação e sei muito bem como é. Não a mesma, mas parecida – ressalva válida a ser feita – Mas é aquilo, uma vez não mata, só não pode virar corriqueiro. Às vezes vale à pena, aprendem-se, mesmo nos “traumas” e medos.

      Excluir
  11. Longos períodos sem sexo já vou estando habituado: é o que acontece a quem tem o namorado muito longe de casa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, situações completamente diferentes, João...

      Excluir
  12. Foxx:

    Diversões sexuais são bacanas (enxergue como entretenimento..rs).
    Amor é outra página.
    Linda semana. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. infelizmente eu não consigo mais fazer essa separação, Edilson.

      Excluir
  13. Oi Foxx, tudo bem?
    Menino, tu sabe que concordo com vc né? E tu já sabe o pq tbm né? rsrsrs
    Bjo menino

    ResponderExcluir
  14. Cada um vive como quer e com seus próprios princípios. Alguns amigos meus abririam a boca achando um absurdo alguém ficar tanto tempo sem sexo, como se eles fizessem sexo 24 horas por dia e só vivessem para isso. Enfim, tem gente que não duvido, mas existem outras coisas além do sexo tão boas quanto...

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sei, qrido, mas infelizmente eu sinto falta... mas a falta de sexo não é maior q o incomodo que seria fazer sexo com alguém q não gosta de mim.

      Excluir
  15. Já experimentou dizer que não vai dar um tostão?Às vezes o dinheiro é apenas uma desculpa, um adicional, e o que ele quer mesmo é um fuck buddy perto de casa.

    Mas mesmo de graça pelo que pude perceber esse seu vizinho não é alguém que vá te fazer bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ele não relaciona o dinheiro diretamente ao sexo, sabe, anônimo? ele pede dinheiro a mim sempre q me vê, sempre após convidar para o sexo, mas ele pede sem ter acontecido o sexo mesmo, eu sempre nego, digo q não tenho, e ele pede novamente.
      eu tb acho q o dinheiro é uma desculpa, ele quer fazer sexo comigo sim, não é só pq eu estou pagando, mas como eu disse, tenho medo de aproveitar-me do corpo dele para matar minha vontade e sair magoado desse jogo.

      Excluir
  16. Poutz... mais do que a falta de sexo, eu acredito que a questão é dificuldade em estabelecer uma relação com alguém... confesso que apesar de ser do "antes só do que mal acompanhado" eu também sinto falta de ter alguém as vezes..

    A questão ai, é o "preço a pagar", e pelo o que falas, foca no trabalho e força na tese!!! ;-)

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exato, que preço estou disposto a pagar...

      Excluir
  17. Gatão, se vc não vai se sentir bem depois, não o faça. Essas coisas de pagar para ter sexo precisam ser muito pensadas. É difícil se manter psicologicamente depois, a não ser que vc tenha certeza de que quer transar com o cara. Outra coisa, essa transa, ela será completa, ou não haverá a intimidade do beijo e do toque vindo da outra pessoa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desconfio, Wans, q não vai rolar nem beijo... de verdade.

      Excluir
  18. Que lindo o seu blog. Adorei. Também experimento esses hiatos sexuais de vez em quando. De meses... Espero que você consiga lidar com isso da melhor maneira possível. Eu já paguei por sexo. Tenho esses probleminhas com a consciência, também, às vezes. Mas no pior dos casos eles duram pouco e compensa. Pelo amor de Deus, não estou te dando conselho!

    Congrats, você escreve muito bem!
    Abraço

    ResponderExcluir
  19. Eu não faço amor por fazer... e muitas vezes sexo é bem mentirinha mesmo. Achei master o texto. Bacana! Gracias pelo carinho, Foxxito. Bjz!

    ResponderExcluir
  20. Foxx, como é que faz pra ler seu livro?? Tava comprando e vi, 45 reais... nestas condições... vou ter de esperar mais um pouco.. :(

    To curioso pra ler este post com estes 22x8.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Otávio, vc pode comprar a versão e-book que custa mais barato. São as únicas opções, por enquanto.

      Excluir
  21. Foxx, dar conselhos nessa situação é foda, porque você é quem vai pagar a conta depois.
    Mas com esse vizinho, acho que não deveria. Só pelo fato de ser vizinho.
    Não sei o que vc pensa, mas eu já resolvi (tentei resolver, nunca consegui) buscando sexo sem compromisso, mas sem grana envolvida. Natal não tem uma sauna?
    Envolvimento com esse vizinho é fria. Depois ele vai ficar te chantageando, e você é a parte mais vulnerável nessa relação. E ele sabe disso.
    Sei lá, eu acho que devia aguentar, mas se não dá, pensa como se fosse um remédio, uma terapia. Proteja-se, pra não pagar caro depois, e manda ver.
    No dia em que você realmente não quiser mais sexo sem envolvimento você não vai nem pensar mais nisso.
    Pra mim é difícil. Sou retarda nesse campo. Comecei já muito tarde e sempre me aguentei com o 5 X !, sozinho.

    E paguei caro quando saí disso. Mas isso conto outro dia.

    Ou bem esquece, resolve no 5 X 1. Ou bem vai lá e faz, se proteja, mas não com o vizinho, e toca a vida pra frente.
    Sei que é meio tosco falar assim, mas enfim... não sei filosofar a respeito.
    O ideal, no seu caso, na sua fase, seria resistir, mas se não aguenta, esgota isso antes que vc faça uma besteira qulquer hora dessas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc como sempre com comentários sensatos.

      Excluir
  22. Em matéria de sexo, Foxx, a única sensatez que devemos seguire é a segurança pra não complicar a vida futura e não magoar as pessoas. No mais, tudo se ajeita.

    ResponderExcluir
  23. Não sei mais qtas vezes vou ter de recomendar que não jogue tanta tinta nesse quadro... A historia do seu vizinho, por exemplo, não vou nem escrever a cerca do significado desses dois reais.. Vc sabe, falamos tantas vezes sobre isso... Vc sabe que os dois reais é só o que ele precisa pra se sentir seguro nisso tudo e que é claro que te deseja sexualmente, mas ainda sim prefere colocar as coisas como não...

    Entendo e respeito que vc não queira mais fazer sexo casual, beleza.. Mas amigo, a situação já é complicada o suficiente pra vc poder piorar ainda as coisas... Vc pode até não querer fazer, mas é desejado sim, mais do que muita gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas, amigo, eu não disse que não sou desejado. sou, tanto que os convites para sexo acontecem. só não acontecem como eu desejo, não é?, pq o q eu desejo não é alguém que nem pergunte meu nome antes de me convidar para o sexo, que o sexo não seja a primeira coisa q ele quer de mim.

      Excluir
  24. Legal que terminou a tese! E agora, qual o próximo passo? Vai ter que mostrar pra sua orientadora? Já tem data pra defesa? Com relação ao post, continuo achando que você faz o que o seu coração diz. E ninguém tem como falar sobre, a não ser você.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. agora é a orientadora ler a tese, se ela não quiser fazer nenhuma alteração se envia para os membros da banca e se marca, um mês depois, a defesa.

      Excluir
  25. Bom, sou sempre da opinião que se deve escolher dos males o menos. E é vc quem tem que pesar isso, né?

    ResponderExcluir
  26. Foxx,
    Lembrei que migalhas não matam a fome, só conseguem atiçar o desejo sem dar outra coisa além da sensação de fome e maior vazio!
    Que escolha se tem a não ser saber o real tamanho da consequencia de uma necessidade ?
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "migalhas não matam a fome", disse tudo.

      Excluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway