Google+ Estórias Do Mundo: Os Mestres Egípcios

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Os Mestres Egípcios

, em Natal - RN, Brasil
Para mudar um pouquinho, e porque também não tenho nada o que escrever mesmo, mostro meus outros talentos. Os desenhos são todos meus, feitos com base nas ilustrações egípcias que decoram as paredes das pirâmides. E como aprender alguma coisa não faz mal a ninguém: é bom que vocês saibam que os egípcios não tinham deuses antropozoomórficos, isto é, com corpo parte animal, parte humana, estas imagens são palavras, na verdade. Um homem com cabeça de falcão é a palavra Hórus, uma mulher com cabeça de gato preto é a palavra Bastet, um homem verde (a cor da morte) é a palavra Osíris. Nenhum egípcio acreditava que Hator andava por ai com chifres de vaca na cabeça e o sol brilhando acima dela ou que Rá tinha um sol com uma serpente em cima de sua cabeça. Numa linguagem pictográfica é assim que se representava os nomes próprios, que se identificava um indivíduo único. A leoa unida a figura de Sekmet revela sua ferocidade, o chacal unido a Anúbis revela a sua ligação com os corpos em decomposição (já que o animal se alimenta de carniça). Agora, a pergunta que não quer calar é: quem foi o historiador idiota e preconceituoso que viu isso e imaginou deuses com cabeça de animais?


Sekmet, a poderosa, deusa da vingança.

Bastet, deusa da alegria, música e dança.

Hathor, deusa do amor e do nascimento.

Thot, deus da lua e da escrita.

Ptah, deus da sabedoria, ciência e arte.

Ra, deus criador do mundo, o sol ao meio dia.

Anúbis, deus que guia os mortos.

                                                               Osíris, deus dos mortos.

Nut e Geb, deusa do céu e deus da terra.

Ísis, deusa da vida e da fertilidade.

Hórus, deus do sol e da luz.

Seth, deus da magia, protetor contra o mal.

22 comentários:

  1. Desenhas muito bem, gostei dos desenhos, até porque gosto muito da mitologia egípcia! ^^

    ResponderExcluir
  2. Paulo Roberto Figueiredo Braccini09 fevereiro, 2015 11:21


    Vc é muito bom tanto nas palavras qto com os traços ... Parabéns ...

    ResponderExcluir
  3. Tens o dom! Sempre amei as pictografias egípcias, quem sabe n'outra vida não fui de lá, não sei...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vivi em Alexandria, disso eu lembrei. :)

      Excluir
  4. Os Egipcíos não podiam representar os deuses, assim como os mulçumanos estão proibidos de representar o que seja vivo na terra, quer ande no mar, ande na terra, nade no mar...

    Tudo era/é proibido apenas isso

    Os Católicos não devem adorar outras imagens, mas podem baixar a cabeça em sinal de Respeito ;)

    Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os egípcios escreviam textos que contavam estórias, não representavam os deuses, não é, Francisco?
      mas não entendi qual a relação que vc fez com os católicos, pq estes são livres para representar Cristo e os Santos, mesmo Deus tb pode, apesar de serem raras as representações. Mas representar e adorar são coisas distintas.

      Excluir
  5. Oi menino
    Parabéns pelos desenhos e pelos ensinamentos.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. PS - Os desenhos estão optimos ;)

    ResponderExcluir
  7. Além de tudo, ele ainda desenha! Hahahahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou cheio de talentos, não sou, Cara Comum?

      Excluir
  8. Sou obcecado pela cultura egípcia e gostei bastante dos desenhos. Nut e Bastet foram meus preferidos. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ianarã.
      me surpreendeu seu comentário aqui.

      Excluir
    2. Posso ser surpreendente, às vezes. ;-)

      Excluir
  9. Desde pequeno que sou completamente fascinado pela mitologia num geral, pela egípcia em particular.
    Sempre achei delicioso a forma como eles desconstruiam asrelações familiares entre as divindades, passavam por relações incestuosas, e até à criação através da masturbação.
    Gostei bastante dos desenhos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou fascinado por mitologia desde pequeno, por isso meu doutorado na área, mas eu sempre me encantei mais pela grega que a egípcia.

      Excluir

  10. Não gosto muito de mitologia, muito menos de cultura egípcia.
    Talvez (provavelmente) por não ter me dedicado a seu estudo.
    Meu fascínio é por linguística, mas não me atraem ideografia
    nem pictografia. Sua explicação me esclarece muito sobre a
    mentalidade dos egípcios.
    Sobre historiadores, Ciro Flamarion Cardoso afirmou que os
    gregos eram invejosos e preconceituosos, pois a cultura egípcia
    era muito mais antiga que a grega, por isso não tinham nenhum
    interesse em dar destaque ao Egito.
    Daí terem dito que "O Egito é uma dádiva do Nilo", como se
    fosse tudo obtido sem esforço algum, quando a realidade era
    bem diversa.
    Mas gostei muito de seus desenhos e certamente, pelo menos
    há cinco mil anos atrás, você seria um sucesso! (risos).
    Sinceros parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, conheço livro do Ciro Flamarion, ele está coberto de razão.

      Excluir
  11. O senhor é destruidor mesmo, hein? Mas me explica, profº Foxx, se há alguma ligação da linguagem do hieróglifo com a linguagem pictográfica representativa dos nomes dos deuses. Essa contestação do antropozoomorfismo faz sentido. Mas isso quer dizer, então, que não há representação dos deuses egípcios? Como eles viam seus deuses? Fiquei na dúvida.

    B.H.

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway