Google+ Estórias Do Mundo: "Problema Seu"

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

"Problema Seu"

, em Natal - RN, Brasil


Eu me preparava para sair de casa par ao trabalho. Era pouco mais de 7h da manhã. E minha mãe reclavam da cozinha que teria que ir para loja dela a pé, naquele dia. Eu cruzo a cozinha neste instante, ia deixar uma calça jeans no cesto de roupa suja. Ela então reclama comigo:
- Se você tivesse tirado sua carteira de motorista poderia ir me deixar agora na loja. Podia já ter o seu carro até, que a gente tinha comprado um para você.
Eu agradeci a oferta, mas respondi:
- Eu preferia ter uma casa, minha, para morar, não um carro.
- Ah, mas isso eu nunca vou te dar não. Filho meu não sai de casa p'ra morar sozinho. Você só vai sair de casa quando tiver uma família.
Eu ri e comentei:
- Então eu nunca vou sair daqui, não é?
Ela me olhou em silêncio, enquanto eu voltava para o quarto para calçar o tênis. Ela então me seguiu e continuou a conversa:
- Você só sai daqui quanto tiver uma família, uma boa esposa cristã.
Eu parei por um segundo. Olhei para minha mãe imaginando se ela tinha esquecido nossa conversa anterior, na qual eu saí do armário. Eu imaginava se aquilo tudo era um processo consciente ou não de negação. Também pensei, rapidamente, se valia a pena ou não contribuir com a fantasia dela ou fazer um outro manifesto, um outro came out. Escolhi a segunda opção.
- Ah, uma esposa é que eu não vou conseguir mesmo! Ou você esqueceu que sou gay?
Ela congelou.
- Você é mesmo gay?
Perguntou com deboche.
- Sou. Por que você não acredita? Não falei na outra vez?
- Achei que você só queria nos magoar dizendo aquilo.
Eu estava surpreso com aquele comentário.
- Não! Claro que não! Eu falei a verdade!
Ela se encheu de ironia, novamente, seu método clássico de defesa.
- Quer dizer então que você beija homens?
Calmamente eu respondi:
- Sim.
Ela, horrorizada, se tornou mais irônica:
- Então você come homens?
Eu me abaixei para amarar o cadarço do tênis, sentado na cama, e respondi como se não significasse nada:
- Sim, também!
Eu a vi entrando em desespero. Perdendo a compostura. Veio a terceira pergunta:
- Então... quer dizer que você dá a bunda?
Eu gargalhei com a escolha de palavras.
- Dou sim, sempre!
- Então eu posso sair falando para todo mundo que você é gay?
- Se desejar, fique totalmente a vontade.
Foi quando minha mãe explodiu em preconceitos.
- Isso não é coisa de Deus, Foxx.
- Mainha, Deus me fez assim, exatamente assim desde pequeno, e Deus não comete erros. 
Agradeci a Lady Gaga em pensamento, e ela engoliu seco e começou a chantagem.
- Você me faz tão infeliz...
- Eu te faço? Não! Você se fez infeliz. O problema é seu. Não tenho culpa se você não consegue aceitar o seu filho do jeito que ele é. Se isso te causa sofrimento, a culpa não é minha, é sua. Trate-se!
- Você quem deveria se tratar...
- Quem está infeliz com o fato de eu ser gay não é você? Então, o ditado não diz que quem está incomodado que se mude? Então, mude!
Ela permaneceu em silêncio, e eu, calçado, saí do quarto. Fui beber água antes de pegar minha bolsa-carteiro e ir pegar meu ônibus em direção a Tirol. Ela falou então da porta, eu ouvi a porta da rua se abrir, devia estar saindo para a loja.
- Foxx, você me faz tão infeliz. Saiba disso: você faz sua mãe muito infeliz.
Eu gritei da cozinha, não sei se ela escutou:
- Problema seu!

31 comentários:

  1. É muito complicado lidar com chantagem emocional materna. Mas realmente, quando se trata de assuntos assim, não tem como ceder à chantagem. Afinal de contas, vc não tem escolha, né?

    Um abra~p, Foxx... Até

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exato, Júlio, é chantagem e eu não sou homem de ceder a chantagem.

      Excluir
  2. Bom dia
    Escreve muito bem e torna ainda mais agradável a leitura.
    Conceitos diferentes e mentalidades opostas.
    Muitos, por esse mundo, nunca se aceitarão com essa força e essa coragem que aqui nos relata.
    Muitos pais nunca pensaram na possibilidade de ter um filho gay, drogado ou outra coisa fora dos seus parâmetros.

    Quero que sejas feliz e que os teus pais te respeitem.
    Quero que continues te olhando e amando sempre com muito amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pelo elogio, querido, muito obrigado.
      mas assim: que comparação é essa sua de gay com drogado?

      Excluir
  3. Oi menino
    Nunca abaixe a cabeça para ninguém, se isso acontecer , você nunca mais vai conseguir olhar para você mesmo.
    Divirta-se no carnaval.
    Bjux

    ResponderExcluir
  4. Como disseram acima, você escolheu o caminho certo. E este se mostrará frutífero, você vai ver.

    ResponderExcluir
  5. Foxx! Só tenho a lhe dizer uma coisa: PARABÉNS ... PARABÉNS MESMO ... e não esquente a cuca mais com isto ... com o tempo tudo chega no lugar e ninguém morre por isto ... acredite ...

    Doravante seja vc sempre, em qualquer lugar, com qualquer pessoa ... vc rompeu a barreira mais importante de sua vida ... vc verá como as coisas agora ficarão mais fáceis ...

    bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah, querido, eu nem me preocupo mesmo. nunca me importei com isso, na verdade, falei porque vi que era a hora de falar, somente...

      fico curioso com isso que vc fala que agora minha vida ficará mais fácil: em que aspecto? vc fala como se eu vivesse no armário na minha vida toda, Paulo, eu só contei a meus pais que eram os únicos que não sabiam.

      Excluir
  6. Oi querido, pros nossos pais também é um processo essa coisa toda. Acho que vc fez muito bem em não recuar. E é incrível como esse modelo ativo/homem x passivo/bicha tá entranhado na nossa cultura. Pouco depois de sair do armário pra minha mãe ela me perguntou se eu era ativo ou passivo. Eu respondi que minha vida íntima não lhe interessava, sei lá o que ela faz com meu pais na cama e não quero saber. Parabéns querido e força aí. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, é um processo pra eles mesmo, Rafa, tb é preciso respeitar esse processo, é verdade.

      Excluir
  7. Peraêêê...

    "uma boa esposa cristã"?!?
    "isso não é coisa de Deus"?!?!

    Pelamordavacajersey... me diz que isso é licença poética tua!!!
    Poutzzzzz!!!

    E meu caro: não tão me dando nem tiro de espoleta... que dirá com lasers... hahahahah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não, querido, Fred, não é licença poética. são palavras dela.

      Excluir
  8. Lady gaga veio em boa hora ehehehhe
    e sua mãe é de que religião mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. minha mãe é católica, do tipo que vai a missa 3x na semana e não falta no domingo por nada.

      Excluir
  9. Ai, não sei nem o que dizer.. você já ligou o fodasse, agora ela deve se tocar, não é possível. E buscar a felicidade é escolha né... nem tem como vc dar felicidade pros outros, tem gente que simplesmente é infeliz, sem mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não consigo me fazer feliz qm dirá fazer outro né, otávio?

      Excluir
  10. Parabéns, Foxx!
    No fundo, eles escolheram a via do confronto e da chantagem, na esperança de poderem mudar a realidade que não aceitam.
    Pode ser a maior heresia o que vou dizer, mas acho que, nessa situação, ficam meio suspensas as relações de pai-mãe e filho, e passa a prevalecer uma relação entre adultos que (eles) tem que lidar com seus próprios conceitos e proconceitos.
    Muita força pra você!
    Bom feriado.
    Abração.

    ResponderExcluir
  11. Foxx, me localiza no tempo! Isso é recente?
    Não esquece que nossos pais sempre sentem a verdade, apenas negam... No fundo, eles já sabiam.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, querido, isso aconteceu semana passada.
      eu não havia falado aos meus pais que era gay, eu sai do armário para todas as pessoas da minha vida antes de ter coragem de falar para os meus pais. fiz isso em janeiro, e essa conversa aconteceu semana passada.

      Excluir
    2. Parabéns, então!
      "Faça todo dia alguma coisa que te meta medo de verdade" O Bial tá orgulhoso!

      Excluir
  12. As palavras vieram muito bem. Quando minha mãe falava de eu ter uma família e uma esposa, eu já falava com um sorriso no rosto sobre o marido que sonho e adoção de um filho, ei ela já tenta se infiltrar nessa parte positivamente. Com o tempo tende a mudar para melhor, no começo é difícil.
    Abraço e força, Foxx!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Foxx!

    Eu escreví um comentário tão bacana, com tanto carinho e, na hora de visualizar, foi solicitado para eu selecionar um perfil e eu digitei "conta Google". Pois ele me apagou tudo!
    Mas, mesmo assim, vou dizer que você fez o melhor que pôde mesmo. Agora é seguir a vida dentro de casa, mas completamente fora do armário.

    Beijos fofos do Zé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ô Zé, que pena.
      sim, agora é seguir a vida dentro de casa sim, e fora do armário. disse muito bem.

      Excluir
  14. Oi Foxx, tudo bem?
    Menino, bem tenso o clima pelo jeito né? Ela resolveu ignorar tudo, acho que pra se sentir melhor e menos culpada sei lá, rs. Quase que uma zona de conforto para ela.
    Bom, minha inspiração tá voltando com tudo rsrs
    Bjo
    Ah! Já enviei aquele e-mail, foi respondido e será encaminhado. Assim que ele tiver uma resposta nos avisa.

    ResponderExcluir
  15. Oi gato, tá bem?
    Menino, to passado. Infelizmente isso acontece muito. Chantagem é uó.
    Parabéns pela coragem de ser FELIZ!!!
    Essa semana fiz aloka e coloquei no facebook que sou gay, achei bacana a reação das pessoas, mas com certeza muita gente deve ter virado a cara pra mim. Que fiquem meus verdadeiros amigos.
    Como eu sempre digo: eu não escolhi ser gay, mas todo dia eu escolho ser feliz. Beijão

    ResponderExcluir
  16. é isso mesmo, a culpa não é sua. A culpa é dessa esposa cristã que querem enfiar goela abaixo. Se um dia eu me casar com uma mulher, ela tem que beber igual a mim, falar palavrão, gostar de ser fodida. esposa cristã é boa pra levar chifre.

    ResponderExcluir
  17. Sempre sendo sábio, passei pela mesma coisa, mas em uma escala menor, com certeza. Ainda bem que as cosas já estão bem tranquilas lá em casa. Temos que ser forte, e isso tenho certeza que você é. Beijo

    ResponderExcluir
  18. coloca ela pra ver 'orações para bobby'...

    a parte da lady gaga me fez rir.

    ResponderExcluir
  19. o que seria uma boa esposa cristã?

    volto de dou e cara com isso? penso que não se pode culpar os pais pela incapacidade de aceitar-nos como somos afinal somos, em tese, a continuidade e quando mostramos que não o somos geralmente isso causa decepção ainda mais quando nos mostramos gueis.

    juro que isso pode ser sem sombra de dúvida um conto de tão lindo que está e sua atitude está certíssima além de corajosa.

    acho que para você viver plenamente tudo isso só mesmo, dentro das possibilidades, morar só e talvez aí a família passe a ver com outros olhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. infelizmente, Melo, isso não é um conto, é somente minha vida mesmo. hehehe

      eu tb acho que morar sozinho ajudaria a melhorar esse relacionamento, enquanto eu morava em BH ajudou muito, mas... infelizmente ainda não dá.

      Excluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway