Google+ Estórias Do Mundo: PRESENTE: Vogue! Vogue!

terça-feira, 16 de março de 2010

PRESENTE: Vogue! Vogue!

, em Natal - RN, Brasil
Look around, everywhere, you turn is heartache It's everywhere that you go (look around) You try everything. You can to escape The pain of life that you know (life that you know) Madonna - Vogue


Eu entrei naquela noite, após as boas vindas da Divina Shakira, acompanhado de Michel e seu namorado e vi uma boate completamente nova. A Vogue é a boate gay de Natal mais antiga ainda em funcionamento. Treze anos e recentemente ela se mudou. Deixou seu antigo endereço no Alecrim, um bairro popular, a seis andares de altura e apenas dois ambientes, para mudar-se para a região sul da cidade, Candelária, um bairro de classe média alta e muitas mudanças por causa disso foram realizadas. Sobretudo em seus frequentadores., e isso era bem fácil de notar. A VG tinha vencido o preconceito que os natalenses tinham dela. Para os natalenses, gays ou héteros, a Vogue era a boate em que só aconteciam baixarias, era a boate que possuía um dark room, era a boate das bichinhas pão-com-ovo, era a boate de gente feia, era a boate frequentada por drag queens. E tudo mudou. Dava para ver nos novos rostos que víamos por lá.
A mudança, na verdade, começara alguns anos atrás, quando a boate abriu uma filial em João Pessoa e todos se viram surpresos. Dizia-se: "Logo a Vogue?!". Algum tempo depois, eles abriram esta nova sede obrigando os preconceituosos a se calarem. O espaço é magnífico! O primeiro ambiente tem em uma parede um comprido balcão que serve de bar, do lado oposto, no mesmo em que se encontrava a entrada, um palco, porque o público da Vogue exige música ao vivo. A esquerda, um espaço aberto, um bar com mesas de metal e uma tenda num gramado com móveis de piscina, um local também para fumantes porque dentro da boate não é permitido fumar. E, em frente, a pista, com um potente ar condicionado e livre da fumaça de cigarro.
Diferente do antigo espaço, um público mais jovem agora povoa aquele ambiente nebuloso. Alguns casais héteros se considerando hype por encontrarem um espaço tão bom em sua cidade, vários musculosos retirando suas camisas, numa mistura estranha entre barbies e moderninhos que cansaram da noite de sempre da cidade, mas também temos as mesmas lésbicas apaixonadas por aquela boate, "caminhoneiras" chamavam-nas, junto das mesmas bichinhas que sempre gostaram do Dance de lá, além das drag queens que aproveitam para idolatrar sua rainha, Shakira, a drag residente da boate, e fazer pocket shows na pista de dança em meio aos frequentadores. A Vogue agora tornou-se a principal boate da cidade, mainstream diriam os especialistas, e isso fez com que todos tenham que aparecer por lá, como antes se dava no Avesso, agora aparecer na Vogue em Natal finalmente significa boa coisa.


What at you looking at?
Strike a pose, strike a pose!
Vogue, vogue, vogue!

25 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. com certeza irei se for para natal! rs

    abraço

    ResponderExcluir
  3. é mais ou menos o equivalente a ir a The Week aqui no Rio, eu acho.

    É a boate da modinha, onde artistas vão, onde tem a melhor estrtura, onde tá lotado de gays bonitões...

    mas vou te enganar, não... as vezes eu curto um underground!

    Me divirto horrores!

    -

    ResponderExcluir
  4. Acho uó esse tipo de boate. Todo lugar hype cansa. Odeio pegar fila para pagar, odeio fila para pegar bebida, odeio carão,odeio o hype!

    ResponderExcluir
  5. Já quero me jogar nessa boate parece ser muito interessante!

    ResponderExcluir
  6. Tem razão. Alguns conselhos servem, sim! Valeu, Foxxxxx!!!!!

    ResponderExcluir
  7. SAC: Uma tara de Ônibus é a proporção de vezes que voce sente vontade de entrar lá, cruzada com a razão em função da proporcionalidade de encoxamentos por hora.

    /cof
    /caradeconteudo

    ResponderExcluir
  8. Gosteeei... Post com trilha sonora e tudo hein... USHaihsaiuHAs...

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Em dados momentos me lembrou a The Week.

    Ah, sim! Faltou você também pois Matheus te odeia tbm
    kkkkkkk

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Tenho família em Natal, mas nunca tive oportunidade de gandaiar pela cidade, a última vez que fui era novinho..quem sabe esse ano eu vá =D Bjs qrdo!

    ResponderExcluir
  11. Hum...ando tão necessitado de uma boite boa. Até hoje nada se compara à Box, de Ctba. Mas se eu estivesse em Natal, me jogaria lindooooo!

    ;D

    ResponderExcluir
  12. desculpa
    um título com música da vaconna
    me impediu de ler o resto do post.
    hahahaha

    ResponderExcluir
  13. Uhummmm quando eu for a Natal já tem um lugar que quero conhecer...

    ResponderExcluir
  14. A antiga VG de vc's é a nossa ainda persistente BISTROT aqui em Campo Grande... já a apelidamos de "Piscinão"... porque é um lugar onde vc encontra de tudo... MESMO!!!

    Talvez um dia se ela mudar de endereço... quem sabe o público tb mude...

    Quanto à New Vogue... quando eu for a Natal.. já tenho destino...

    ***

    umBeijo!

    :D

    ResponderExcluir
  15. É eu tb tenho que dar uma passada na VG quando visitar Natal.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Mas a gente sempre tem medo da mistura entre barbies e moderninhos, ou não?

    ResponderExcluir
  18. Leva leva euuuuu ....
    Vou adorar ... rs!!!!

    Beijao!

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  20. É bom ver que esses lugares evoluem. Mas diz aee a entrada aumentou muito?? UAhAUhUAhUAhUAH

    ResponderExcluir
  21. nada como uma balada gay..
    e nada como vc que falatão abertamente da nosso mundo..
    é logico que estou te seguindo ..
    bjo

    ResponderExcluir
  22. realmente, parece ser um lugar bem legal de ir, um dia quando eu for a Natal, faço questão de visitar a Vogue.

    beijos

    ResponderExcluir
  23. Mas tem muita gente feia. :(

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway