Google+ Estórias Do Mundo: PASSADO: La Telenovela Mexicana 2

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

PASSADO: La Telenovela Mexicana 2

Gente, não imaginei que esse post causaria tanto alvoroço, que bom né?, mas vamos lá, continuando...

Episodio Seis


Encontrei Gustavo no outro dia. Ainda na faculdade de manhã, ele veio falar comigo. Feliz por finalmente eu ter ligado. Como ele era bonito! Um corpo cultuado em horas na academia que eram sagardas para ele! Braços fortes naquela camiseta pólo salmão, a farda da Biblioteca Central, o peitoral marcado, e a calça jeans justa, pernas, bunda e sim, um volume imenso. Ele sabia que era bonito. E aquele menino bonito me queria. Enquanto conversávamos, Juan me ligou. Perguntou se eu estava bem. Perguntou se estávamos bem. "Foi você que aprontou, não foi?". Ele pediu desculpas, pediu sinceras desculpas, e eu comovido o desculpei. "'Tô combinando com uns amigos de ir a Santa Rita, se você quiser ir?". Ele concordou! Eu sorri! "Santa Rita é?", virou-se Gustavo para mim. "Meus pais têm uma casa de praia lá! Vou com amigos... amigos héteros". Ele esperou um convite. Que não veio. Ele então se aproximou do meu ouvido e, baixinho, disse-me: "Hoje eu quero mais do que só você me chupar".


Episodio Siete


Eu estava apoiado na parede. Nu. Minha pele branca tocava a pele negra de Gustavo que apertava-me a cintura com aquelas mãos grossas. Ele se esfregava na minha bunda e mordia minha orelha e respirava na minha nuca. Com uma camisinha que mal cabia naquele músculo rijo, ele tenta me possuir. Eu fujo. "Calma!". E apertava minha bunda. Era bonito o contraste entre nossas peles quando ele me abraçava, e aqueles braços musculosos ficavam em torno do meu corpo. Bonito! Muito bonito! Segunda tentativa, mas é grande demais. Demais para mim! Eu saio novamente. Mais rápido do que ele consegue me conter. Ele me olha decepcionado. Eu me ajoelho e o engulo. Todo. E com força. Ele se segura na parede e geme alto. E conforme eu sugo, ele geme ainda mais alto. Minhas mãos passeiam por aquela barriga perfeita. Os dedos dele se enfiam entre meus cabelos. Ele grita. Eu sugo mais. "Filho da Puta!!!". E minha boca se mantém ocupada, enquanto ele goza e suas pernas fraquejam, precisando que eu o segure para que ele não caia no chão desfalecido.


Episodio Ocho


Liguei para Juan na sexta, nos falamos na semana pelo MSN. Ele me explicou sua situação. Pediu mais desculpas. Eu realmente não estava me importando mais. "Chifre trocado não dói". Avisei-o durante toda semana sobre a casa de praia. Queria ir com ele, e ter o prazer de, pela primeira vez, estar entre amigos com um namorado. Dormir juntinho. Sexo! Ah, sexo! Eu, pela primeira vez, não seria o único ali a não fazer sexo. Esse papel seria do Fê. Estava animado. Liguei para ele na sexta. "Hoje eu não posso ir". Um inquietação subiu no meu peito. "Mas amanhã sem falta eu chego lá, 'tá?". Certo, um dia a menos, mas teremos dois, um sábado e um domingo. E eu terei prazer em apresentá-lo. "Fran, este é meu namorado, Juan". Tudo bem! Também falei com o Alejandro pelo MSN, depois de mil desculpas, também o desculpei, foi um erro, seres humanos cometem erros. E, no sábado, ele me ligou. "Juan me disse que você estava na praia". Ele continuava falando com Juan, estranho, mas decidi ser superior. "Ele acabou de me ligar dizendo que não vai poder vir, eu queria ele aqui, sabe? Mas fica para uma próxima vez". Eu, na verdade, estava com ódio. Fê estava se agarrando no jardim da casa de praia com o namorado da Fran, eu, no telefone, na porta, para avisar caso alguém descesse do primeiro andar, onde nossos amigos estavam bebendo, fumando e ouvindo música. E eu, apesar de estar namorando, era novamente o único solteiro dentro daquela casa, sobrando. "Quando eu passei na casa dele hoje, ele tava cheio de coisa p'ra fazer!". Tudo parou naquele momento. "Quando você passou na casa dele?". Alejandro percebeu o que tinha feito, de novo, gaguejou e eu desliguei o telefone na cara dele. Foi quando ouvi Fran atrás de mim, tirando o meu Carlton da minha mão. "Sabe porque gosto de fumar com vocês, vocês não babam o cigarro". E viu. Fê e o namorado. Ela só girou nos calcanhares e voltou. Eles nem notaram. E eu, entrei no meu quarto, pus uma sunga, era noite, e fui para o mar.


Episodio Nueve


A água quente do mar do nordeste me envolveu naquela noite sem estrelas. Minhas lágrimas, de raiva, ódio, desprezo, rolavam pelo meu rosto e caíam na água. "Ele estava na casa de Juan... jogando Banco Imobiliário que não era". Foi a gota d'água. Gustavo tinha sido pouco. Ele nem sentiria uma outra traição. Aquela puta precisava de mais. Precisava que eu o fizesse se apaixonar por mim. Ele merecia, não chifres, ele merecia era um coração estraçalhado. "Eu preciso que ele se apaixone por mim!" E chorava. Eu olhei para o céu e para o mar. As lágrimas saíam aos borbotões. Foi no colo de Iemanjá que chorei todo o ódio que me maltratava o coração. Ódio por Juan! Ódio por Alejandro! "Eles devem estar juntos agora, enquanto eu choro aqui, não posso, não devo ficar assim". E me levantei e saí, mas desejando que eu não me apaixonasse por ele, nunca, mas que ele caísse de amores por mim. E foi quando eu já tomava uma ducha, no jardim da casa, que todos que estavam lá ouviram uma voz feminina dizer: "Será assim como desejas, Foxx!".


Continua?

23 comentários:

  1. Altamente "INTENSO".........

    ResponderExcluir
  2. só uma coisa hômi...........
    continua essa história...e outra...essa voz foi pesada...eu tinha m tremido todim....hehhehehhee!!

    ResponderExcluir
  3. Pq todo esse ódio todo no coração...

    ResponderExcluir
  4. Sí, esta novela esta me aprisionanado! jajajajajaja

    Ai amigo amo SUSPÉNSE!

    Luxo, quiero más!

    :)

    ResponderExcluir
  5. Longe de ser abusado... Dá pra continuar HOJE?! Adooro.

    ResponderExcluir
  6. É tanta traição que está parecendo algo que o Nelson Rodrigays poderia ter imaginado...

    beijon!

    ResponderExcluir
  7. Continua SIMMMMMMMMMMMMMM
    Menino, que história mais cabeluda eh esta???

    Continue SIM!!!! To aguardando cheio de curiosidade!

    Bjo =*

    ResponderExcluir
  8. É lógico que continua... pergunta besta....

    ResponderExcluir
  9. Continua SIM! E tá todo mundo esperando!

    ResponderExcluir
  10. Ai, ai, que novela boa... melhor que a Favorita...
    mas me diz uma coisa, é tu ou Alejandro que é a Flora...
    Ah, Juan é o Marcelo, memso, cuidado pra não ser assassinado!!!! kakakakakakaka

    ResponderExcluir
  11. Continua...
    To aqui tentando imaginar a continuação, mas é sempre muito surpreendente.

    Bjão

    ResponderExcluir
  12. Pois é Foxx, aqui no Ceará é dessse jeito mesmo, aqui rende até de manhã... E a foto é original!

    ResponderExcluir
  13. Continua! É quase uma saga isto. Fico esperando. Bj

    ResponderExcluir
  14. Tó mais fã dessa novela que da purgatinho da "Favorita" hauhauhaua....

    Vai continuar sim senhor...

    E domingo tamo lá...

    Abraço

    ResponderExcluir
  15. Ai amigo, desculpe, mas não tenho pasciencia para acompanhas novelas. Bjos

    ResponderExcluir
  16. nossa! Iemanjá falou com você... louco pra ler o resto da história!

    ResponderExcluir
  17. Puts!!! E você ainda pergunta: Continua??

    Qual é? É claro que continua, né?
    Oxe!!!

    O mais rápido possível, por favor! hehe

    ResponderExcluir
  18. Tá muito cheio de ganchos!
    Humpf!

    spit it out!
    rs

    ResponderExcluir
  19. SiiiMMMMM, please !Continua!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. claro que continua!
    nossa e esse seu "amigo" alejandro é uma puta hein?
    com um amigo desses, pra que inimigo...

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway