Google+ Estórias Do Mundo: PRESENTE: Quebixéssa?

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

PRESENTE: Quebixéssa?

10:27. Los Hermanos me despertam. Mensagem no celular. "Venha agora para a pousada Caicó em frente a rodoviária". Fê. Eu sei o que é. Beto está lá. Já sei que há dias que Beto está em Natal. E estava fugindo dele. Eu estava com medo. Medo de encontrá-lo. Medo de minha reação ao encontrá-lo. Medo de sentir algo ainda ao encontrá-lo. Mas, naquele domingo de céu claro e vento fresco, resolvi arriscar.
Fui. Com o coração na garganta e as mãos suando. Fui. Subi ao quarto 303 e foi Fê quem me abriu a porta sorrindo. Em seguida, só em seguida, que vi Beto. E, sinceramente, eu só pude pensar: "Quebixéssa?". Como eu pude namorar aquele menino? Achei-o feio, magrelo, bichinha, menina-quase-mulher. Como eu pude o namorar? Não há mais Beto em minha vida, descobri, percebi que ele não me abala enquanto secávamos um litro de martini e um de vodca. Enquanto fumávamos, cigarros e maconha. Enquanto eu me encantava pelo Nilson (que pernas perfeitas, voz macia, músculos no lugar, olhos verdes, costas definidas, sorriso lindo, inteligência) que só tinha o maldito defeito de ser namorado do Fê.
Só que Nilson fazia questão de conversar comigo. Fazia questão de me acompanhar quando eu ía buscar gelo. Fazia questão de me acompanhar quando fui comprar cigarros e bebida. Arranjava desculpas para ficarmos a sós. E eu não sou de ferro (e estou na secura, também). Então, ataquei. E ele parou. Olhou-me nos olhos por segundos, se aproximando lentamente. "Não acredito", pensei. Mas, ele antes de me beijar, recuperou a razão. "Eu quero, mas não posso fazer isso com o Fê". Eu, inteligente e ator como sou, disse que era tudo culpa minha, pedi mil desculpas e fiz cara de arrependido. Mas agora eu sabia que ele também queria.
E, sabendo disso, os flertes ficaram mais incisivos. Toques, olhares, cafunés, ele sorria, eu também, sorrisos só nossos, conversávamos, descobrimos afinidades, descobrimos intimidades. Ele, ator. Eu, atuando. Nisso, Beto decide que quer ir ao Feitiço, e como sou a única companhia disponível, ele resolve que vai pagar a minha entrada e Nilson decide que também vai. E como Fê não podia ir, ele me passa a tarefa de cuidar de Nilson para ele. Nilson rir e eu brinco: "Pois vou ficar andando com ele de mão dada pra todo mundo pensar que ele é meu namorado". Fê ri. Nilson entende.
E fomos para o Feitiço. Lá ficamos abraçados, mãos dadas, carinhos, cuidados, sem beijos, não na frente das pessoas, no banheiro, sozinhos, ele não resistiu. Beijou-me com desejo e com mãos, com sofreguidão, com toque, pressão. Um beijo bom. Um. Dois. Três.
E notaram? Cadê Beto?

21 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gente! To passado! Vc bateu a carteira do teu amigo????

    ResponderExcluir
  3. aeeew!
    O melhor de tudo foi o final:
    "E notaram? Cadê o Beto?"

    Onde ele deveria estar é um lugar impublicável... rs!

    E os lances rolam! Rolou com o namorado do seu amigo, mas ngm tem culpa... foi um "aciedente" né?


    Adoro suas estórias... Mais sucesso procê!

    Abço

    ResponderExcluir
  4. Nada como cometer um pecadinho!!!!

    Invasão primária!

    Surpreendente.

    ResponderExcluir
  5. Que bom! Que bom que vc nem percebeu quebixaeraaquela. Abraço posão.

    ResponderExcluir
  6. uuuh!
    o Foxx foi o outro
    hahaahahahaahha
    que bom que foi um dia divertido e bem proveitoso
    =P
    abraços querido

    ResponderExcluir
  7. Certas coisas nao tem como segurar.
    E nessas horas é difícil pensar nos outros (amigos... etc).

    Vejo um lado romântico nessa história. E o tom de traição nao passou nem por perto. rsrs.

    Estou vindo aqui a pouco tempo, mas estou adorando suas histórias.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Cláudio - Uia Leixo!30 outubro, 2007 11:57

    Gostei muito do fato.

    Nem comenteu nada não,vc disse que iria tomar conta do carinha e tomou conta mesmo!

    é um anjinho...

    Abraço amigo!!


    ahhh... faltam 23 dias!

    \o/

    ResponderExcluir
  9. Olha, olha... sabe, eu vim aqui mais interessado nos comentários que no post! Mas não vi nada que não esperasse...

    Olha, não vou ficar nessa de pudico. Não gosto de traição. Não aceito e não incentivo. Mas também não julgo ninguém.

    No final, o comprometido era o namorado do seu amigo. Mas não deixa de ser traição o que vc fez...

    Questão complicada... se fosse comigo, eu nunca mais iria olhar pra vc... mas não vou julgar!

    Eu sempre acho que existem situações na vida que fazem a gente parecer piores do que realmente somos, e essa foi uma.
    Não sei o relacionamento que vc tem com esse seu amigo...

    Bom, cada cabeça, uma sentença!

    Abraço!

    Ah, e não ligue para os julgamentos. Lembra a história da pedra? A primeira?

    ResponderExcluir
  10. beto quem né ?^
    acho digno. :)

    ResponderExcluir
  11. Então.. TÔ passado..

    Sorrisos.. Como Se tudo Fosse Correto e nada Fosse Certo, o momento é o agora..

    E oque Passou.. Sorrisos.. Passou..

    Amo-te Mais que Vodka balalaika!



    Sun

    ResponderExcluir
  12. Lendo os comentários anteriores recordei daquela música da Pity que diz assim: "Quem não tem teto de vidro que atire a primeira pedraaaaaaa."

    Bueno Foxx, acho que cada um sabe o relacionamento que tem... Pra início de conversa o Fê praticamente te entregou o Nilson de bandeija, deixando ele o tempo todo junto contigo. Ele não foi nem um pouco esperto. Ou será que faltou vivência?!

    Foi ótimo isso tudo ter acontecido, sabe... Finalmente agora nós temos certeza que o Beto está morto e enterrado, e não levantará do túmulo nem na "Noite dos Morto-vivos"
    Foi ótimo pra tu perceber o quanto mudou de lá pra cá, o quanto está mais exigente hehe
    De vez em quando é bom parar e pensar em quanto estamos diferentes né... Eu gosto, pelo menos...
    Beijo amigo! =*

    ResponderExcluir
  13. Meu querido, o meu post de hoje é pra vc!

    Bj.

    ResponderExcluir
  14. ai.. situação dificil né?
    mas pelo menos vc conseguiu se livrar do fantasma q era o seu ex

    e acordar com los hermanos é tão bom né?
    ^^

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. ah, o banheiro é sempre a melhor parte...

    ResponderExcluir
  17. oi querido...

    sinceramente, não foi legal isso que você fez... e esse papinho de teto de vidro atire a primeira pedra, desculpa, o julgamento é inerente ao ser humano, automático e necessário... ele garante o progresso da humanidade.

    Porém, também tenho que admitir que você, mesmo sabendo que sofreria críticas, postou... isso é de admirar.

    Não digo que nunca faria (posso morder minha língua), mas como fui corneado recentemente, não posso deixar de dizer que esse comportamento não foi muito legal...

    mas agora que já foi, me diz: ele beija bem? (rs)

    ResponderExcluir
  18. olha, ja me chamaram de "pior" amiga, mas vc ganhou, tudo que eu fiz parece ser fichinha.

    ResponderExcluir
  19. E o Fê ficou sabendo?

    Curiosidade ociosa, eu sei, mas sabe como é a curiosidade...

    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. esse post foi delicioso!
    abração.
    =***

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway