Google+ Estórias Do Mundo: O Primeiro Passo

sexta-feira, 13 de junho de 2014

O Primeiro Passo

, em Natal - RN, Brasil
- Pronto, agora vá encontrar um namorado, permita-se encontrar um amor.
Eu disse, concluindo o tópico da conversa pelo Whatsapp. Meu amigo Doc riu.
- Vou procurar nada. Deixa acontecer. 
Eu sorri e digitei a resposta.
- Isso não existe, moço. Imagina, se todo mundo fica sentado esperando acontecer, como é que vai ter alguém procurando?
- Ah, claro que se encontra, boy. 
Ele respondeu, e continuou:
- Quantas pessoas relatam que quando pararam sua busca desenfreada conheceram alguém?
- E quantas pessoas realmente falaram a verdade quando contaram isso?
- Ah, depende da pessoa...
Ele respondeu enquanto eu ainda digitava a próxima mensagem.
- Se uma pessoa realmente tivesse parado de procurar, seria como eu, que não fico mais com homens desde outubro e neste meio tempo também não tentei conhecer ninguém novo.
- Mas também não é assim...
Tentou ele, novamente, me interromper.
- Se a pessoa não fez isso, ela não parou de procurar coisa nenhuma. Só falou isso para parecer descolado, aquele que não está preocupado em encontrar um namorado porque vive muito bem consigo mesmo, mas fica profundamente incomodado quando leva um fora na balada; ou para aparentar um milagre romântico, do tipo que causa inveja em todos: "olha como fomos feitos um para o outro".
Doc então respondeu:
- O que eu quis dizer é que não é uma prioridade neste momento, mas se por acaso eu encontrar alguém no ônibus, na faculdade, em uma festa, não tem por que não conhecer mais a fundo. Na verdade, inclusive, a todo momento conhecemos pessoas novas, trocamos olhares e tudo...
- Se você olha para o lado, você está procurando, Doc. Eu, por exemplo, não estou. Eu só saio para a Igreja e para o ensaio do coro, e quando eu saio vou lendo o caminho todo para garantir que meus olhos não esbarrem em alguém bonito pelo caminho. Isso é não procurar. Não procurar significa necessariamente não estar aberto se acontecer porque você realmente não vai ver que algo existe. Não se vê através de portas fechadas.
- Ah, agora entendi. De acordo com isso, estou procurando então. Esse negócio de conceito é foda.
- Assumir é sempre o primeiro passo.
Conclui e ele respondeu com uma risada.


Feliz Dia dos Namorados!

38 comentários:

  1. minha mãe vive me dizendo: vai procurar.

    conselho de mãe a gente tem que seguir, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem sim. Vá procurar, pare de esperar, nada de bom pode acontecer se vc somente ficar sentado esperando. Tome as rédeas nas suas mãos.

      Excluir
  2. Putz! Este seu amigo é um sábio e sabe muito bem das coisas ... é por aí o q venho tentando lhe dizer sobre isto ... procurar é igual caçar ... agora encontrar é outra coisa ... o encontrar é algo q a vida nos coloca frente a frente ... mas para percebermos isto e alcançarmos temos q estar abertos e prontos para o desafio ... o procurar vem sempre carregado de exigências [quero um cara assim assado, assim assado e ao primeiro não é assim não é assado descartamos]. O encontrar é diferente. Uma pessoa q, em princípio não nos parece ter algo com a gente pode ser aquela q nos está direcionada ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Paulo, e o meu problema é que eu sempre estive fechado não é? Não é isso que vc quer dizer? Que todo meu discurso é uma mentira e que na verdade eu sempre fugi de relacionamentos? Ah, faça-me o favor!
      E outra coisa, quem fala que para encontrar tem que está aberto sou eu, não meu amigo.

      Excluir
  3. Com #bonsconselho desse naipe eu já simplifico e pego o próprio amigo! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. querido, como eu disse no texto, eu não fico com homens desde o dia 8 de outubro de 2013, o que significa (faça os cálculos) que estou no 9º mês de celibato.

      Excluir
    2. Uia!!! Deve estar soltando faísca já! Assim que é bom!!! ;)

      Excluir
    3. Faísca? I'm on fire!

      Excluir
    4. Tu sabes que não sou bombeiro... mas precisando apagar esse incêndio o "mangueirão" tá à disposição, viu?!? Hahahahahaha!

      Excluir
    5. Kkkkk, vc é ótimo, Fred.
      Mas eu sou um noviço estudando para o sacerdócio e o senhor um homem casado, então com certeza não seria possível.
      =)

      Excluir
  4. Tento entender que metade do povo que le seu blog quer lhe ver feliz porem fico feliz de você não estar procurando como escolha. Todos nos decidimos fazer o que bem entender das áreas que existe na vida. Ainda bem que você tem a opção de querer achar alguém como não querer. E isso resulta bons momentos apesar de que todos no fim querem esse creio eu não te tirou o desejou ou a simples vontade de ter alguém , seja ele namorado ou um amigo presente ou um companheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkk
      isso é piada né? só pode! como assim eu escolhi? kkkkkk
      eu não escolhi, Thomas, eu não tenho a opção de achar alguém, eu desisti. É uma situação completamente diferente.
      Completamente diferente!

      Excluir
  5. Mas qual seria o conceito de "estar procurando", então? Me perdi. Pq o ser humano está sempre na busca, mesmo que diga que não esteja. Um olhar, um sorriso, um carinho, uma palavra de afeto ou compreensão. Enfim... O que eu fiz foi com que minha busca fosse divertida. Assim, ao invés de sofrer por não ter ninguém, me divertia com os casos passageiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim, estar procurando é acreditar na possibilidade ao ponto de estar minimamente receptivo quando e se ela acontecer, ao contrário, não estar procurando é fechar esta porta definitivamente que mesmo que alguém se aproxime e tente te conhecer, por ex, vai dar com a porta fechada e não conseguiar nada.
      Minha busca deixou de ser divertida em 2010 quando desenvolvi crises de pânico só em imaginar pessoas ficando (foi quando fui à psicológa), Menino, eu vivi muito bem e muito feliz, pelo menos até 2008, antes de ir para Belo Horizonte, quando eu achava que meu sonho era possível de ser realizado bastava eu sair de Natal, outros ares me fariam bem. Como 2 anos na capital de Minas não mudou nada, a diversão morreu junto com meu sonho.

      Excluir
  6. Independente de procurar, não procurar, desistir de procurar ou outras coisas mais... apenas digo: sobreviva!

    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu busco incessantemente, confesso! rsrs

    ResponderExcluir
  8. Esse lance de procurar é complicado. Pelo o que entendi então, não posso andar olhando para os lados sem segundas intenções?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc está observando, Rafa, significa que deseja comprar não é? =)

      Excluir
    2. Acho que não, Foxx... Eu posso observar coisas que não necessariamente traz necessariamente o significado de procurar. Posso olhar algo e achar bacana, mas acredito que isso não quer dizer que estou procurando!

      Excluir
    3. Sim, de fato, uma "coisa" vc pode olhar e achar bacana, mas se vc olha para um homem e acha interessante, então sim, vc está procurando. Minha teoria é que se vc encontrou é pq estava procurando, simples assim. Somente quem procura, encontra.

      Excluir
  9. Em outras palavras, quem não procura não acha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E todos procuram só não assumem.

      Excluir
  10. Que pedido difícil vc fez, pra reproduzir u comentário preciso reler o texto do contrário nem lembro o que pensei na ocasião... Mas logo relembrei..

    Concordo com seu amigo antes dele descordar de si... São conceitos completamente diferentes o de buscar ativamente e permitir acontecer.. Permitir acontecer não é procurar... Um novo colega de trabalho, um amigo da acadêmia, alguém do fórum de cinema.. De repente vc tá lá falando de Julia Roberts e rola uma afinidade ou outra, interesses e páh.. Rolou mesmo sem ninguém estar naquele momento ou naquele espaço buscando nada... Quantas vezes nego tá num período da vida que realmente nem quer se envolver ou se apaixonar pq está muito voltado pro trabalho, ou pq saiu de uma relação muito tumultuada, mas de repente se vê envolvido novamente?

    Vou além.. E quantas vezes mesmo comprometido, numa relação boa e saudável sujeitos se vê atraído por outro e até vem a se apaixonar quando definitivamente nao buscava nada???

    Sinceramente acho que vc tá universalizando o que acontece no seu quintal, pode ter sido assim pra vc, mas definitivamente não necessariamente foi assim pro mundo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por tentar, Gato, reproduzir seu comentario. Seria uma imensa pena deixar sua opinião de fora. Vc falou em buscar ATIVAMENTE, o que pressupõe que existe um buscar PASSIVAMENTE, que na minha opinião seria este permitir acontecer que vc descreve brilhantemente, o que, pra mim, se resume tudo a buscar, mas você está correto, esta nuance que vc esclareceu realmente existe.
      Eu realmente estou universalizando o que eu aprendi com o mundo, Gato, estou mesmo. Eu nunca conheci ninguém que não estivesse procurando pq esta situação significa não permitir-se. Se a pessoa permite que o interesse pelo outro cresça (nem digo surgir, mas crescer e eu acredito que todos tem controle sobre isso sim, a prova são os relacionamentos monogâmicos em que os participantes evitam que o interesse por outras pessoas cresça apesar de obviamente ele surgir) significa procurar. Permitir (pra mim) é sinônimo de procurar.

      Excluir
    2. Significado de Permitir

      v.t. Dar a liberdade, o poder de fazer, de dizer.
      Autorizar.
      Tolerar.

      Significado de Procurar

      fazer diligências para encontrar;
      fazer pesquisa para descobrir ou aprender sobre;
      esforçar-se para executar algo;

      Nem tudo que eu "autorizo" que ocorra eu "me esforço" pra alcançar.. Pra mim são coisas bem diferentes!!!

      Excluir
    3. Mas "se esforçar" é agir ativamente (vc criou essa nuance que eu adorei), "autorizar" é agir passivamente, mas em ambos os casos são ações de procura, métodos diferentes, porém com o mesmo objetivo final. É o objetivo final, que em ambos os casos possuem, existe um objetivo quando se permite e quando se procura de encontrar o amor, se encontrar seja indo atrás ou esperando ele chegar for o objetivo se está procurando, não é?

      Excluir
    4. Posso concordar com vc quando tenho em mente que estou esperando, mas eu posso nem estar esperando e acontecer... O cara novo do trabalho, que eu nem diabos sabia que ele era gay, um dia me chama pra sair, eu desconfio que pode rolar uma sacanagem boa, topo, trepo, mas esse encontro vira um, vira outro e de repente o interesse que nem existia passa a existir e não, eu não esperava, não tinha a mínima expectativa nem queria nada com ele.. Mas opa.. Aconteceu...

      E sinceramente não consigo conceber essa ideia de buscar passivamente.. A busca é ativa sempre.. Buscar passivamente é "não buscar'.

      Excluir
    5. Gato, amigo, você precisa conhecer o conceito de ação passiva, existente no oriente. Em que uma situação pode ser iniciada a partir de uma não-ação. Ficar parado, esperar, não agir causa repercussões tanto como agir, correr, procurar ativamente. Por causa disso, eu entendo que (utilizando o exemplo que você deu), se você não está esperando, quando o cara novo do trabalho te chama para sair, ele sempre será somente o cara novo do trabalho, não vai rolar sexo, por mais que ele se insinue, por mais que ele dê em cima, todo mundo ao seu redor vai ver que ele está dando em cima e vc vai ficar pensando "somos quase irmãos, não rola". No segundo que vc olha para ele como um homem interessante pq surgiu um interesse, neste momento a busca começou. Você pode não agir, não fazer nada, mas o simples fato de você permitir que este homem interessante se aproxime é uma ação que causará uma reação futura que significa, para mim, uma procura passiva, mas uma procura.
      Será que estou me fazendo entender?

      Excluir
    6. Entendi, mas continuo descordando da ideia de "procura passiva" ... Claro que não agir gera alguma consequência, tudo gera uma consequência, mas daí a vc colocar no mesmo bojo quem sai ativamente a procura e quem num dado momento da vida permita que as coisas aconteçam é generalizar.. Em especial na prática isso é muito diferente pq as relações se dão de outra forma... Não que uma esteja certa e outra errada.. Mas é diferente, completamente...

      Excluir
    7. Que bom, ser entendido já é alguma coisa.
      E você tem razão quando diz que não podemos generalizar, a procura passiva que defino na prática é diferente da procura ativa, mas na teoria, que é isso que discutimos aqui, teorias, hipóteses e conceitos, não são, partem do mesmo princípio e chegam ao mesmo resultado, não é?

      Excluir
  11. eu acho muito interessante como suas opiniões, sua posição, sua atitude em relação á vida tem a força de despertar comentários, reações.. Desde os que ficam frustrados por vc não "ir a luta" até os que tentam ser solidários. De certa forma você é o que alguns chama de "polemicista", que tem o poder de gerar polêmica, justamente por fazer textos em primeira pessoa, textos abertos, com defesa clara de principios que chocam as pessoas - o pessimismo, o confomismo, a tristeza - enquanto a gente quer sempre ver as pessoas BEM e FELIZES! eu sempre fico na dúvida se você quer algum tipo de conselho ou de ajuda, ou se quer simplesmente ser aceito e compreendido...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenha certeza que eu desejo aceitação e compreensão, tal como saberem que eu não sou pessimista, por exemplo. Ah como isso me incomoda. Me chamam de pessimista porque eu digo que não vou encontrar um namorado, por exemplo, ou que é melhor desistir de procurar porque nunca vou encontrar. Eu nunca estive errado sobre isso. Sempre que eu disse que não valia a pena tentar eu estava certo. Mas eu sou pessimista? Eu sou realista. Eu consigo avaliar a situação exatamente como ela é. Nunca errei. Mas mesmo assim vocês me consideram pessimista.
      Sim, o que eu procuro aqui é compreensão. Que as pessoas entendam, compreendam, podem inclusive não concordar, não gostar, mas que elas entendam que eu não estou mentindo como o Paulo Braccini acima, por exemplo, sugere. Definitivamente é isto que eu procuro.

      Excluir
  12. A vida é uma caixinha de surpresas. Mas nunca achei ninguém sem estar procurando ou deixar que me procurassem, o que é a mesma coisa, só diminui a intensidade. Rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tão bom ver que não estou pensando sozinho...

      Excluir
  13. Concordo que para ser encontrado é preciso que se esteja com a porta minimamente aberta ... Agora eu não acho que ter a porta aberta é igual a procurar ... Quando as pessoas dizem que encontraram sem estar procurando é porque Procurar não era a prioridade ... Estavam vivendo a vida de forma mais relaxada, ai de repente apareceu uma pessoa que desperta algo em nós e se a porta estiver minimamente aberta dos dois lados é possível que algo mais aconteça ... Acho que quando se diz que é preciso para de procurar acho que o que realmente queriam dizer é que é preciso reduzir a ansiedade com que se procura para que as coisas aconteçam ... para mim sempre aconteceu desta forma, quando reduzi a ansiedade da procura, foi quando encontrei coisas que aparentemente valiam a pena, mas verdade é que sempre mantive a porta aberta para permitir que algo acontecesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BsVox, quando você diz que procurar não é a prioridade, significa que a pessoa está procurando sim, que não é prioridade, mas a procura ainda existe. Eu concordo sobre o que você falou sobre ansiedade, mas repito, apesar da menor ansiedade a procura continuou, gato, você acha que não, mas você ainda estava procurando sim, isso não era parte importante da sua vida, mas estava sim! Sorry te informar.

      Excluir
  14. Happy day. Comi um monte nesse dia, meu estômago evoluiu de tamanho horrores.

    Respondi seu comentário lá na minha resenha de Doce Vampira. Sua vez de me responder agora shaushuas.

    Beijo

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway