Google+ Estórias Do Mundo: Luto

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Luto

, em Belo Horizonte - MG, Brasil
Não consigo evitar não vê-lo nas sombras quando desligo a luz do quarto, parece cocaína, no entanto, é só tristeza, juro. Vejo, quando deito, e olho para o teto, ele tomando forma entre os livros, nas paredes, na luz filtrada que entra pela cortina, atrás do aquário. Consigo vê-lo acima dos meus ombros enquanto caminho pelas sombras do corredor impaciente e indeciso. Não deixo de vê-lo e às vezes o que eu vejo, quase ninguém vê. 
Não consigo deixar de sentir sua falta. O que há de errado comigo? Ele que morreu jovem honrando as músicas que gostava de ouvir quando se sentia triste. Não consigo não sentir falta das tardes que passamos juntos em que ele me concedeu sorrisos e esperanças. Não consigo não sentir sua fala ao meu lado, dos únicos momentos, com ele, que eu me sentia capaz de conseguir o que queria. Já você acha que sabe, mas você não vê.
Mas ele morreu. São só palavras, dirá você, teço, ensaio e cena. Arrancado do meu peito, ele morreu se afastando do abismo. E jaz agora enterrado em um túmulo sem nome, pois fora encontrado na sarjeta de uma rua qualquer em Belo Horizonte, parcialmente roído. Eu sei que alguma coisa aconteceu, pois ao morrer ele levou junto minha esperança de dias melhores e a capacidade de sonhar. Está tudo morto e enterrado agora, sabe?

26 comentários:

  1. Sei...
    quer dizer, eu acho
    ;)

    Take care

    ResponderExcluir
  2. Querido, agora a minha vida esta voltando ao normal, entonces, as visitas serão mais frequentes...

    beijos e obrigado pelo carinho

    ResponderExcluir
  3. muito pessoal...eu mesmo entendi mas do meu jeito, deixou minha vista cansada, nada demais...

    ResponderExcluir
  4. Eu me pergunto tb, leninzito: será? Ter tanta certeza que está tudo morto e enterrado? Eu lhe entendo, mas não sei se deveríamos dar tanto poder ao que nos atormenta. Sonhar e ter esperança, para mim, são valores em si mesmos; por mais que sejamos levados a desistir, é preciso respirar fundo e levantar para enfrentar a aridez fria da vida. Outro dia eu li que viver é a nossa vingança... quem sabe não seja mesmo, né?

    ResponderExcluir
  5. é curioso a dinâmica da vida p mim.

    há poucos meses eu estava assim, morrendo por dentro, sem esperanças.

    ontem eu fui ver q tem um texto meu programado sobre estar vivo, sobre continuar, sobre seguir em frente.

    a gte ta vivendo e morrendo... pelo menos eu.

    e se tudo q eu falei não faz sentido, desconsidere pq foi só a minha interpretação.

    apesar de pesado e triste, temos aí um belo texto. esse não é só lamentação.

    ResponderExcluir
  6. A morte é mais que uma palavra, é uma metáfora.

    Durante a vida precisamos morrer várias vezes

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Morreu, morreu e acabou. O corpo não importa mais. O que importa e o legado, e como ele mudou a vida de tantos. Inclusive a sua.

    Beijo Primo.

    ResponderExcluir
  8. um texto em homenagem ao renato!!

    ResponderExcluir
  9. Cadê o comentário que enviei ontem?

    ResponderExcluir
  10. Havia comentado ontem: "Renato Russo?"

    ResponderExcluir
  11. Acho que vc anda escutando muito Legiao.Adoro tb.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. pensei em comentar um monte de coisas, mas a imagem da fênix não saiu da minha mente durante todo o texto.

    =*

    ResponderExcluir
  13. triste e solitário... coração se acalme!

    ResponderExcluir
  14. Se estiver falando de Renato Russo vou começar a acreditar em sobrenatural... mas continua meu amigo, por favor, tzá????

    ResponderExcluir
  15. aaaai, seu blog é super comentado! Quero ser assim quando crescer!

    ResponderExcluir
  16. lindo o seu texto, muita sensibilidade e escolha perfeita das palavras. emoção que se constrói.

    grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. mas ele não pode enterrar a sua esperança de dias melhores, nem sua capacidade de sonhar! não pode!

    ResponderExcluir
  18. Não sei o que comentar, juro. Pensei em tanta coisa, mas não sei se resolveria dizer..

    De qualquer forma, manifesto o carinho da minha intenção...

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  19. Gente ... o Foxx gostou do post ... kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  20. então, pronto: eu namoro contigo no domingo e vc me tira da ressaca na segunda.

    ResponderExcluir
  21. Depois que perdemos uma pessoa especial nunca mais somos os mesmos.
    Belo texto!

    ResponderExcluir
  22. Ahhhhhh... mas não quero vc triste, não? Posso ajudar? Quer que conte uma piada??? Faça um versinho??? Hehehehehe!

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway