Google+ Estórias Do Mundo: Atípico (Dia I)

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Atípico (Dia I)

, em Belo Horizonte - MG, Brasil
Deveria ser um dia comum, deveria, mas eu acordei de madrugada e liguei a televisão, e não foi apenas por eu acordar no meio da madrugada ou ligar a tv, ou por estar terminando O Casamento de Muriel em algum canal, na exata cena em que ela dá adeus a cidade de dentro do táxi, aquele dia não tinha nascido para ser comum. Naquele mesmo dia, mais tarde, o Antônio Castro também chegaria a Belo Horizonte do Rio de Janeiro. Ele veio me visitar após ter furado comigo da última vez em que eu pisei em terras fluminenses. Mas com ele, será, que haveria chegado também novos ventos a minha vida?
Era uma quinta-feira e decidimos ir a Josefine, boate de barbies e carão que eu não visitava desde ,pelo menos, a visita do Bruno a Belo Horizonte. Entramos, após um aquecimento no Imperial, novo bar que tem  sido agora o novo ponto de encontro da juventude hipster da capital, ou seja, estávamos cercados de meninos e meninas com camisetas xadrez, bermudas com a barra dobrada e tênis Adidas, e com um sério problema de identidade de gênero. Mas voltando a Jô, uma angústia não evitou-se de apertar minha garganta quando vi seis go-go boys em seus trajes de praxe dançando mal e porcamente. Porque os go-go boys de  Minas Gerais são péssimos dançarinos, mesmo! Mas, na verdade, não era meu senso crítico que me apavorava, era o meu pavor de pegação que ameaçava minha noite, contudo, enfrentei-lhe com mais algumas cervejas e muitos cigarros. Estávamos, eu e o Antônio, acompanhados de um amigo aqui de BH, o Luthor, o qual rapidamente levou o meu hóspede para conhecer o dark room da boate enquanto eu ficava na pista. O Luthor voltou rápido, como bom mineiro, "dark room não é lugar para bons meninos frequentarem", contudo, logo ele conheceu um menino pela pista e ficaram. Ele me apresentou o menino e seu amigo, cujo sorriso, definitivamente, me encantou e acabamos por trocar uns beijos, por pouco tempo, afinal logo ele disse-me: "Desculpa, mas é que eu estou a fim de ficar com um outro carinha ali". Eu nem cogitei questioná-lo, simplesmente disse-lhe para se divertir. Encerrei, um tanto puto comigo mesmo, aquela noite com homens. Irritei-me, profundamente comigo mesmo, a ponto de chorar de raiva nos ombros do Antônio, por ter me deixado levar por aquela dinâmica. "Se não saber brincar, não desce para o play", não é?
Contudo, a noite ainda não havia terminado. Na Josefine, com certeza, mas voltando para casa, de ônibus,  reencontrei um amigo de amigos, Rodrigo, com quem eu já bebi algumas vezes junto a turma de amigos de Belas Artes de uma das meninas com quem dividi apartamento. Surpreendi-me de vê-lo no ônibus e sentei ao seu lado e começamos a conversar quando ele coloca a mão na minha perna e a apertou sorrindo. Disse que estava indo embora de Belo Horizonte aquela semana, que estava aproveitando as últimas coisas boas da cidade, antes de ir. Para São Paulo dizia. "Últimas coisas boas" e apertava a minha coxa. Meu ponto chegou e eu disse que ia descer, chamei o Antônio que havia sentado umas duas cadeiras antes, descemos e quando olhei para o ônibus ele não estava mais lá. Havia descido conosco.
Ele notou no meu olhar a surpresa por ele ter descido, e eu notei seu constrangimento, então convidei-o para ir a minha casa, afinal não se joga pela janela aqueles cabelos compridos e olhos apertadinhos e sorriso safado. Mas, após instalar o Antônio no colchão na sala, e levá-lo ao meu quarto ele anunciou: "Olha, só vai rolar um sarro". Eu acatei a decisão dele, não havia porque discutir, e após ele gozar, apressou-se em dizer que era tarde e precisava ir para casa. Era realmente tarde, ou cedo, o sol já começava a despontar. Demorei a dormir pensando porque aquele papo de apenas um sarro. Seria ele gouinage? Mas pela manhã uma outra explicação, após uma notícia, talvez, seria mais provável. Descobri que ele tem namorada. Será que ele não faz sexo com penetração com homens por algum preconceito que ele ainda nutre sobre isso? Não sei! Se for, só tenho isso a comentar: Oh, honey!

24 comentários:

  1. PEGAÇÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOO

    CHEGANDO QUINTA, JÁ SABE NÉ? SEU LINDO!

    ResponderExcluir
  2. noite movimentada neah amigo?

    ResponderExcluir
  3. estes machinhos q comem meninos e meninas ... q falta de paciência ...

    vai pro Rio no carnaval? [Bruno coment]

    ResponderExcluir
  4. Oh, honey... Too bad for you! (pra ele, não pra você Foxx). Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Foxx,

    que cara babaca esse cabeludo! Ter o privilégio de estar a sós com você e te tratar dessa forma!

    Você já tá em outra, mas a gente passa mesmo uma fase ainda na esperança de que "hoje vai ser diferente, esse cara é outra coisa".

    É isso mesmo q vc falou. Não sabe brincar, não desce pro play. Não é questão de não saber, mas de não querer mais. Você cresceu, e o play não lhe serve mais. Posso estar enganado, não lhe conheço você, mas acho que tá entrando em outra fase. Resolvido, cada vez mais, em breve não terá mais saco, paciência, tolerância, pra aguentar gente desse tipo. É uma fase de transição, mas vai passar, e quando você estiver do outro lado da rua, nem vai mais olhar pra trás. Ele poderá gritar, você não vai ouvir.

    Então, não haverá mais "oh, honey", mas sim "oh, poor guy...".

    ResponderExcluir
  6. oh honey..let me do your thing....

    ResponderExcluir
  7. hauahauaaha
    Carak, parece que você se sente exatamente como eu quando vai a uma balada... Me vi nessa parte...
    Sério, muito bizarro esse carinha que só queria um Sarro.... Fala sério, ainda por cima tem namorada... :S
    Adorei o : "Oh, honey... " hauahauahauaha

    Um beijo, Foxx... Estamos te esperando ;D
    Até o próximo (ou quem sabe até quinta? hahaha)

    ResponderExcluir
  8. Puta escroto o cara! Se joga em cima, desce sem ser convidado, invade sua casa, goza e cai fora? Tá aproveitando as últimas coisas boas, pq uma das coisas ruins tá indo pra São Paulo! #prontofalei!

    Vixe... vai saber porque, mas fiquei putinho com ele hihihi...

    ResponderExcluir
  9. Trocando o Josefine por OFF Club, narra com muita proximidade meu fim de semana, hehe

    abs

    ResponderExcluir
  10. "fazer um sarro" é algo bem cansativo, pior que abdominal com peso. Rsrs.

    ________________

    Vou pra Minas este mês, espero ter a oportunidade de te conhecer.

    Xero!

    ResponderExcluir
  11. poxa
    eu amo
    xadrez
    e adidas
    sou hipster?

    ResponderExcluir
  12. A partir de quinta vai começar a pegação @rio.

    Vai por mim =)

    ResponderExcluir
  13. Uma pequena cirurgia que fiz ontem me deixará de molho neste carnaval. Fiquei sem internet desde ontem até agora há poucas horas. Nem praia que adoro poderei ir nos próximos dias.
    Após ler o seu 'post' pensei que nessa época do ano todos ficam mais gulosos e eufóricos demais, né não?
    "Desculpa, mas tô afim de ficar com um carinha ali" exemplifica bem o que é o carnaval.
    Vou curtir a minha bolha e deixar pra curtir depois.
    Beijos e ótimo carnaval pra todos.

    ResponderExcluir
  14. "os tempos são dificeis para os sonhadores"... (do fabuloso destino de amelie poulain).

    mas a gente aprende que essas coisas da vida acontecem pelo simples fato de que muitos dos seres, ainda humanos, que habitam nosso habitat colorido, não se dar o devido valor e para mascarar sua insignificância fazem isso com os outros....

    Eu e todo o pessoal que aqui passa, comenta e sente sua vida pulsar pelo blog, sabemos do seu imenso valor!!!

    Abração!

    ResponderExcluir
  15. Soh passando pra dizer que nem vou comentar todo essa 'causo' que foi esse final de semana com esse amigo carioca! Abração, Sr Foxx!

    ResponderExcluir
  16. Dias atípicos tem o seu charme primo.

    Se não nos deixam intrigados por serem tão diferentes da rotina ou nos fazem ficar pensando em como tudo chegou nesse desfecho, no mínimo deixa um gosto diferente na nossa boca XD

    Beijo!

    ResponderExcluir
  17. São coisas que acontecem, mon ami!
    Mas - da forma que for - dias atípicos são sempre marcantes... hehe!
    Hugz!

    ResponderExcluir
  18. Oh honey foi sensacional!
    Sim, mesmo em Berlin eu continuo lendo vc :)

    ResponderExcluir
  19. Foxx, na boa, as vezes fico bravo com vc. Porque gosto de vc e não quero o mal pra vc...

    É impressão minha ou vc se indigna com essas situações que vc vive, mas permitem que elas aconteçam???

    Quando o cara falou "Olha, só vai rolar um sarro", eu responderia: "mas não é comigo porque vc já está de saída, né?"...

    Pode ser tb que eu ande com o pavio meio curto e esteja falando bobagens, né?

    Vc decide...

    Abração!

    ResponderExcluir
  20. I have enjoyed reading all the posts, as well as the comments.
    those photos are incredible, so beautiful ! jealous
    thank you for keeping us posted.

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway