Google+ Estórias Do Mundo: PASSADO: Diálogos Inesquecíveis II

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

PASSADO: Diálogos Inesquecíveis II

Eu tinha doze anos, quando, de calças curtas, saí a noite de casa, na rua mesmo cinco meninos me cercaram, daqueles que sempre estavam ali e participavam das mesmas brincadeiras que eu. Foi quando, Fábio, com seus olhos verdes faiscantes virou-se e disse:
- Sabe ontem quando você entrou em casa chorando?
Gaguejando, respondi:
- Se-sei sim! Entrei porque vocês estavam me chamando de viado.
- E você contou a sua mãe, não foi?
- Foi, ora!
Os meninos ao redor bufavam! Os olhos verdes de Fábio pareciam se tornar vermelhos.
- Eu quero saber se quem dá a bunda é ou não é viado?
Eu permaneci em silêncio. Ele então continuou a falar.
- Ó, é melhor que da próxima vez sua mãe não me venha encher o saco dizendo que você não é viado, porque da próxima vez eu conto tudo para ela, 'tá ouvindo? Ela veio me perguntar se eu já tinha comido sua bunda p'ra chamar você de viado, eu fiquei calado, mas da próxima vez eu conto tudo. Estamos entendidos?
Tremendo, eu apenas meneei a cabeça afirmativamente. Eles se afastaram e eu voltei para dentro de casa, dessa vez sem chorar e sem fazer alarde. Na verdade, nunca mais chorei na frente dos meus pais de novo.

22 comentários:

  1. Quem ficou bufando de ódio agOra foi eu... que filhosdapouthãin esses guris...

    A infância nem sempre traz boas lembranças néah?...

    umBeijo!

    ***

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem que foi um trauma para uma criança de 12 anos, mas tipo... Eles tinham razão!
    Pense com a sua cabeça de adulto. Eles tinham razão!
    Graças a eles hoje em dia você, ao inves de chorar, enfrenta de cabeça erguida!

    ______
    Tô com saudade!

    ResponderExcluir
  3. sinceramente? acho até q eles foram legais pois não sacanearam e contaram a verdade ou não é? rs ... todos nós passamos por isto, e hoje, como comentou o Van Der, enfrentamos tudo de cabeça erguida e dignidade ... enfim ...

    bjão

    ;-)

    ResponderExcluir
  4. Déjà vu...
    é... são coisas da vida
    endosso os coments acima
    abraços
    ;D

    ResponderExcluir
  5. Francamente amigo... como eu já havia tido o privilégio de ler isso em primeira mão. Hoje não vou me esquivar, mas dizer o seguinte, no fundo no fundo você aprendeu algo de bom e ainda saiu no lucro.
    Dignidade e auto confiança é tudo.
    Bju

    ResponderExcluir
  6. É essa idade é meio lasca e a gente passa por cada coisa. IMagino que hj vc tenha mil respostar pra dar a ele...
    Enfim.

    ResponderExcluir
  7. Existem lembranças impossíveis de serem esquecidas, sejam elas boas ou ruins!

    ResponderExcluir
  8. eu nao entendo isso!

    pq quem come a bunda tb nao eh viado?!

    xx

    ResponderExcluir
  9. Se eu fosse você naquele tempo, eu enchia ele de porrada... juro...

    ResponderExcluir
  10. mininu começou foi cedo né?! doze...
    e outra o mininu q comeu tb é ou naum é viado?? ai aiii!
    hehehehheh!!

    ResponderExcluir
  11. Amigos Amigos... tsc
    mas concordo com alguns comentarios, eles foram bonzinhos, afinal poderiam ter te fudido neh.

    coisas da vida!!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Freud não precisaria se esforçar muito para encontrar o que gerou os problemas de sua vida adulta...

    de fato, é triste

    não me imagino passando por isso

    bem, voce nao me conhece, mas eu leio seu blog ha muito tempo, ando acompanhando esse seu ritmo, agora estou aqui comentando pela primeira vez e inspirado nesse mundo de blogs gays começo o meu.

    ate mais, mister fox =]

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Cara, não esperava ler comentários de apoio aos meninos :|

    Bem, aconteceu com voce e se fosse comigo eu também nunca esqueceria. Mas também nunca mais permitiria que isso acontecesse.

    Não permita ok? ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  15. Mais um motivo para eu amar minha criação!

    Filho de Peixe, peixinho é

    Não cresci ouvindo que deveria ser heterossexual e encontrar um príncipe-sapo, mas cresci sabendo que as pessoas são livres e podem fazer tudo o que gostam. Não ensinaram que eu tinha de respeitar as vontades diferentes e sim todas elas! Nunca pensei que em algum momento da minha vida deveria assumir uma postura ou outra. Tive muitos relacionamentos e ainda os tenho e terei muitos... heterossexuais. Não descarto nenhuma possibilidade, as idéias mudam, os desejos também podem mudar. Sexualidade não é herança genética e sim sentimento, você sente a libido, gastando o latim: desejo, anseio, sente o tesão!

    Lembrei tb Que aos doze.. eu vi maconha pela primeira vez...eu não fumo maconha..

    Vício

    Cheguei por volta das onze da noite nos meus doze anos, como era de esperar:



    Meu pai estava esperando!


    Sim, ele esperava para dividir uma nova experiência. Comprou um pouquinho de maconha e foi logo contando, queria experimentar e eu precisava ver. Já estava tudo preparado, só faltava mesmo eu chegar, pediu que eu ficasse com ele e o que acontecesse eu deveria acompanhar. Disse: Filha se o papi rir, você também ri... dizem que é possível que eu sinta fome ou durma, então vamos lá!

    Eu fiquei com ele, mas cheirava muito mal. Fui até o quarto e liguei para uma amiga do colégio e contei a novidade. Voltei para a sala e a mãe dela logo retornou a ligação; reclamou com o meu pai, mas ele não estava muito acessível.
    Depois fiz um esquenta com o restante de sushi e lasanha ele comeu e fomos dormir.

    Agora mais de dez anos depois, ainda não experimentei maconha e meu pai não morreu viciado - não houve segunda vez. Minha amiga não fala com a mãe e adora uma bola, mas ela não era boa nas aulas de esportes- Por que será?

    aiaiia falei demais..

    mas é pq tu m fez pensar mto..

    bjinhus, gays e homofóbicos

    Lelli

    ResponderExcluir
  16. Eu entendi errado ou a moral da historia ai de cima foi que você não deveria ter continuado sido gay, por que ela(Lelli) também passou por um trauma forte e não fez a pior opção?!?!?!

    Muito confuso, muito confuso!

    _
    ;p

    ResponderExcluir
  17. Foxx, o pior que não é a minha vida que é de reviravoltas. Sou EU! Sou contraditório ás vezes...e isso acaba comigo! Abração!

    ResponderExcluir
  18. Eu quero saber é como está o "Fábio" hoje... Vaco-viadoenrustido-do-caralho! Affe!

    ResponderExcluir
  19. Pior que sem dar eu levava esse nome! E sem motivos aparentes!

    A minha vida de adolescente foi um inferno... não quero nem lembrar de nada, me esforço pra isso!

    Beijo

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway