Google+ Estórias Do Mundo: PRESENTE: Diálogo das Grandezas

terça-feira, 6 de novembro de 2007

PRESENTE: Diálogo das Grandezas

Diálogo semi-ficcional.


- Ei, 'to me sentindo culpado aqui.
- Por que, amigo?
- Ah, Cris, é que um amigo meu veio agora no MSN todo feliz me dizer que 'tá namorando.
- Ahnn?
- É! Sinceramente, não fiquei feliz por ele. Fiquei com inveja.
- Como assim... "com inveja"?
- Eu queria estar namorando também.
- Bem, Foxx, você não deve se sentir culpado. Nunca se sinta culpado pelas coisas que você fez, faz ou pensa. Afinal, é bem melhor ser sincero.
- Mas inveja é uma coisa feia...
- É sim, se for daquele tipo que derruba a outra pessoa. Você ficou lá desejando que ele terminasse o namoro só p'ra você não ser o único solteiro?
- Aff, claro que não, ainda não cheguei a esse nível não.
- Então o que você sentiu foi só a vontade de ser igual a ele...
- É!
- Isso também pode ser chamado de admiração. A gente admira pessoas que tem coisas que a gente gostaria de ter. Você não admira ninguém? Não gostaria de ser igual a ninguém?
- Muitas pessoas! Se for citar só aqui do blog. Admiro o Razi e o Lê, por exemplo, ou mesmo você e o Dehdo, o Bê e o Glauber, o Vilser e o Robson, gente que tem relacionamentos saudáveis, duradouros, frutíferos...
- E você não quer que eu fique solteiro como você, ou quer?
- Não! Deus-o-livre! Nunca que tal desejo vai passar na minha cabeça.
- Então... essa "invejinha" que você sentiu... bem, usa ela p'ra mudar.
- Mudar?
- É, crescer, ficar melhor, evoluir...
- Ih, começou a complicar... como se faz isso? Se eu quero ter um namorado, basta a gente desejar que consegue é? E eu tenho esse problema sério aqui... quem quer namorar comigo mora no mínimo a 8h de distância de Natal.
- Tem gente que quer namorar você?
- Ter tem! Mas moram ou no interior do Estado, ou em outro Estado. Aí, é phoda!! "O problema é só a distância".
- Será que não é você que afasta as pessoas daí de sua cidade?
- Ahnn? Como assim?
- Talvez você afaste as pessoas que moram aí em Natal... p'ra se proteger, p'ra evitar se magoar, não que seja algo que você faz conscientemente, mas você se esconde atrás da tela do computador...
- Me escondo de quê?
- De qualquer coisa.
- Hummm...
- Não faz sentido, Foxx?
- Fazer faz! Explicaria muita coisa. E até... bem, pensando assim, eu poderia fazer isso porque quero sair de Natal e eu sei que se encontrasse um grande amor nesta cidade poderia me ver tentado a ficar aqui. E para evitar isso... para evitar eu abrir mão de um sonho por um amor que pode fatalmente acabar... eu estaria fugindo de relacionamentos aqui em Natal.
- Então...
- Mas, Cris... pense comigo...
- Fale...
- Mas se isso tivesse realmente acontecendo eu deveria estar sabotando meus relacionamentos. Mas eu não tenho relacionamentos.
- Não? Você teve algumas tentativas de relacionamento que não deram certo, não foi?
- Foi. Uns dois ou três...
- Dois ou três?
- Deixa eu contar aqui... o hetero que preferiu ficar com a namorada quando eu apertei... o professor de academia que não estava procurando relacionamentos, só sexo... o médico que não tinha tempo para mim... ah, e o bonitinho pegajoso da boate, o Jeff... quatro, número oficial.
- Pegajoso?!
- Triste! Esse eu que fugi dele, admito, mas os outros não não terminaram por minha culpa... eles que não quiseram ficar comigo. Apesar que sim... quando a gente começou a ficar mais sério, eu pensei sim, se isso atrapalharia meu sonho de morar fora de Natal... mas, da minha parte, pelo menos conscientemente, como você mencionou, eu continuei...
- Mas será que você se empenhou como você se empenharia antes? Antes deste teu sonho de morar fora de Natal estar tão próximo?
- Me empenhar? Você diz correr atrás? Ligar? Insistir?
- Sim! Exatamente isso!
- Bem, antes eu realmente faria isso mais... mas sou só eu que deveria correr atrás?
- Não, eles também deveriam, mas tem certeza que eles não fizeram?
- Não sei te dizer...
- Então acho que solucionamos o mistério "Por que o Foxx é mais interessante na net do que pessoalmente"!

21 comentários:

  1. Oi, meu lindo!

    HAuahauahauahauhauaha! Sabe, eu imaginei que essa conversa teria sido comigo, porque já conversamos algo parecido no que diz respeito a disposição mental, mas quando vi uma referência a mim, vi logo que não era... e eu não me chamo Chris! Apesar de que, poderia ser meu nome de show, já que é um conto semi-ficcional! AHauhauahua!

    Se é isso, então espere mais um pouco e vá namorar na cidade em que for viver! E te digo uma coisa...se for aqui pro sudeste ou sul, vai te trazer um grande benefício!Heheheheheh! mas isso eu te conto depois, porque essa idéia vale ouro!

    Beijão!

    HAauahuahauhaauhau!

    ResponderExcluir
  2. Ola meu lindo amigo, confidente e vidente!!!
    Bem cara, a inveja é algo comum a todos, como vc mesmo diz o ser humano não é nada bom, não é nada agradavel...
    Por mais que eu fugir isso e me iludir, todos temos inveja e não essa inveja boa que o senso comum criou, mas uma forte inveja mal...

    Mas, você um lord, assim como eu, sabe canalizar as energias e não perde tempo com essas coisas que são dos mortais.
    Tenha inveja só aí no RN e pelo MSN, venha pro Rio e vamos causar inveja a essas Bichaaaas que pensam que são perfeitas!!

    como vc diz:
    XERU

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela visita Foxx. Fica tranquilo que aparece. Todos somos um tanto imperfeitos e pegajosos em algum momento da vida. No mais, quanto a tensão, hehehe, é uma realidade. Tem-se tudo, mas o principal vc quer igualzinho ao seu espelho. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Essa conversa me lembrou algo muito parecido.
    Um amigo me perguntou se eu achava que meus amigos tinha inveja de mim.
    Eu perguntei: Pq?
    Ele disse: Pq vc parece mais sincero com eles do o contrário.
    Argumentei da msma forma, sobre adimiração e afins.

    Todos temos nossos méritos,adimiro meus amigos que conseguem ter um relacionamento sério, pois eu não consigo.Eles me adimiram por eu ser espontâneo e ter um amplo circulo social.
    Inveja é algo destrutivo.

    Estamos no mesmo barco.

    ResponderExcluir
  5. Então tá certo.
    Pode me linkar sim

    Já te linkei.

    Abraços.

    :***

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Meu! Q loucura isso! Com a gente (eu e Nathan) foi tão aleatório... Nós dois tínhamos saído de um relacionamento e não estávamos querendo namorar. De repente numa noite nos conhecemos e não conseguimos simplesmente desgrudar um do outro, foi instantânea a vontade de ficar junto, que em menos de uma semana já estávamos morando juntos, mesmo que não oficialmente. Em um mês já era oficial, tínhamos consciência que não dava mais pra voltar atrás, alguns meses depois tínhamos tanta certeza do amor um pelo outro que aff sei lá...

    Nem sei o que dizer, porque qualquer coisa quando se trata de conselho poderia parecer clichê.

    Só desejo sucesso em sua vida!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. já passei por isso...
    queria estar namorando também;

    bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Under_angel_boy...09 novembro, 2007 17:45

    ha
    semi-ficcinal.
    hum

    muito bom.
    lendo todos
    imprimindo alguns
    gostei da maior parte deles.

    e...te vejuh por ai?
    espero.


    bjuhs
    love
    bye

    ResponderExcluir
  10. Under_angel_boy...09 novembro, 2007 17:46

    ha...consegui!

    ResponderExcluir
  11. Formidável, Foxx!
    Adorei!
    Passei por algo semelhante recentemente. rsrs
    Mas gostei da forma como vc colocou em seu blog. Parabéns!

    Carpe diem!!
    Pierre

    ResponderExcluir
  12. Esse tipo de "inveja branca" como lhe costumo chamar, todos sentimos em algum momento, por algum motivo.
    Essa parte de falta de empenhamento eu entendo bem, às vezes a gente quer muito ter uma coisa, mas mesmo que inconscientemente, acabamos por nos sabotar a nós próprios.
    Bom, mas quando alguém que realmente te interesse aparecer, acho que mudarás de atitude de forma natural, tão natural que tu mesmo não te darás conta.
    Penso que o melhor da vida é deixar fluir... sem pressas, sem pressões... ela sempre acaba por nos surpreender.

    Obrigado pela visita =)

    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Heheh coisas da vida..
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. é... sempre tem a "tal" da raposa.
    abraço.

    ResponderExcluir
  15. Que coincidência, tenho um diálogo "quase fictício" engatilhado; mas antes tem uma indicação pra você lá nas Notas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  16. o bacana de ler conversa alheia é alimentar o espírito voyeur nosso de cada dia.

    abração!

    ResponderExcluir
  17. brotheeeer!!

    olha que coisa mais loca, eu fico de pau duro lendo conversa alheia. putz, eu to cada dia mais tarado, num passa.

    ResponderExcluir
  18. A gente é que n sabe, mas o mundo está cheio da gente se escondendo da gente Foxx

    ResponderExcluir
  19. nao se culpe por aquela "invejinha".. é xtremamente saudável.. tb tenho.. e/ou já tive.. e o melhor como definido pelo post é saber que o sentimento na verdade é admiração...

    prestando mais atenção em como somos, nos conhecendo mais seremos mais abertos a nossos anseios e assim o outro, o desconhecido ou não tb vai nos notar..

    ninguém quer estar sozinho..

    ResponderExcluir
  20. Oh! Obrigado! Eu mesmo que fiz.. ^^
    *shy*

    Relacionamentos são sempre difíceis, de uma forma ou de outra. Os meus nunca deram certo e eu sempre achei que a culpa era minha... -_-'

    Realmente era e assumi que sou intolerante. u_u**

    Mas estou mudando... o que a gente não faz por amor, né? ♥_♥

    Um grande abraço

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway