Google+ Estórias Do Mundo: PRESENTE: Humores

domingo, 29 de abril de 2007

PRESENTE: Humores

Começou a chover. Eu sabia porque antes da chuva cair no chão, ela atinge o telhado de zinco que cobre a área de serviço lá no fundo do quintal. O metal retumba antes dos trovões chegarem. O vento também empurrava o telhado. Parecia que seria muita chuva. Definitivamente não esperava tanta chuva. Era noite e agora pareceria que seria uma noite fria. Perfeito! Os deuses estão do meu lado.
Eu estava parado na porta que dava para o quintal. Na lateral da pia. Faca. Tábua de carne. Tomates secos. Cebolas. Dentes de alho. As mãos molhadas para não ficar com nenhum cheiro. Eu pico os igredientes. O tomate apenas na metade. Quero pedaços no molho. Cebolas deixo os aneis, finos, mas perceptiveis no prato. O alho, pouco e em pequenas lascas. A água para o macarrão começa a borbulhar lentamente. O vento frio entrava e acariciava minha pele e meu cabelo. Azeite na panela, um pouco de sal, despejo o macarrão. Suficiente para duas pessoas. Uma bela pasta. Tudo ferve. Tudo se aquece.
Em outra panela, caldo de carne preparado por minha mãe no dia anterior. Pedi para ela reservar um pouco para esta noite. Tudo estava combinado já. Sabia que ela viajaria ontem, hoje eu teria a casa toda para mim. Cuidei de tudo. Tudo estava arrumado. Almofadas no chão da sala. Na mesa de centro duas taças de vinho tinto. Copos para água. Pratos. A louça especial da minha mãe. Queria tudo especial. Queria tudo perfeito. Velas! As velas! Acesas. Aromáticas. A vendedora dizia que elas eram afrodisíacas. A casa estava perfumada.
O macarrão fervia. Cabelo de anjo porque gosto da textura que fica no prato. Os tomates junto do caldo de carne ganhavam consistência. O molho pedia urucum, pimenta e quase nada de sal. Corro no quintal e pego, na chuva, protegido por um guarda-chuva, folhas de hortelã, cebolinha e salsinha, não tem pimentão verde ou amarelo. Droga! Vai faltar um outro tom no molho. Ele vai ficar muito vermelho. Na panela ele já estava cada vez mais vermelho sangue. Mas eu sabia que no fim ele terminaria bordô. Estava na hora de acrescentar duas taças de vinho tinto no molho. Parei de picar as verduras que peguei no quintal e peguei o vinho. Havia pouco, mas ele traria um. Eu pedi. Ele perguntou se deveria trazer algo. E eu avisei: um vinho tinto. Apesar que eu não precisava dizer isso. Despejei o vinho.
A cozinha cheirava bem. O vinho fez com que o cheiro alcançasse as gotas de chuva lá fora. Preocupei-me se o cheiro naum ia brigar com as velas na sala e liguei o purificador. O barulho do purificador não deixava mais com que eu escutasse a música que saia das caixas de som do meu computador no meu quarto. Elis. Ó Elis. Neste instante, com a chuva forte, a campainha toca. Corro. Ele esta lá na porta. Todo molhado. Sorrindo um sorriso luminoso. Segura uma garrafa de vinho, nevada, gelada. Eu corro e abro o portão. Ele entra, passa a mão no cabelo molhado e sorri. Não há ninguem na rua. Casas fechadas por causa da chuva grossa. Eu o beijo ali. Ele me aperta e me molha. Eu não me importo, teremos a noite toda.


Agora a cena real: Eu fiz o mesmo prato que descrevi ai. Macarrão com tomates secos. Delícia. Para duas pessoas, eu e meu irmão que comeu assistindo Homem Aranha 2 na sala. Enquanto eu comia diante do computador matando de inveja o Segredo e o Imperfeito. A chuva caía, mas não havia ninguém com sorriso luminoso me esperando sob a chuva. Maldade isso? Humor negro, podemos dizer.

26 comentários:

  1. Hiuhauihauihaihaiu, mto bom!
    Fiquei o texto pensando "o Foxx é maluco, me disse que havia feito macarrão pra ele e o irmão, mas agora apareceu outro cara?"...
    Rs, mandou bem!
    Agora vou-me, tenho um risoto para comer com uma mulher maravilhosa: A MINHA MÃE.
    Fui!

    ResponderExcluir
  2. Eu me ofereci, mas você renegou o pobre do vinho que eu ia levar, tá? =P

    ResponderExcluir
  3. Garoto Rebelde29 abril, 2007 23:21

    Eu gostei da historia,me fez até pensar: Uai,se ele disse que ta sozinho porque esse cara aparecer.

    Danadinho heinm....


    Ele pode não ter aparecido hj,a chuva tava forte né,transito bravo,incidentes...
    Vai aparece amanha,ae vc repete tudo de novo,e eu peço Deus pra mandar uma chuvinha e tirar seu irmao de casa.

    abraçao.

    ResponderExcluir
  4. Legal, boa imaginação (às vezes tem que ser só na imaginação).

    Valeu pela receita, adoro macarrão cabelo de anjo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. É engraçado como as pessoas tem visões deferentes das que nós temos da gente. Eu duvido que vc desistisse. E é enlouquecer e rodar até conseguir, enlouquecer antes mesmo de conseguir. Essa desolação, essa carência vai acabar me levando a loucura, mas louco mesmo eu estarei feliz quando uma nova concepção da vida me invadir. "quem não quiser ver um louco que não se olhe no espelho."
    Abraços, lindo.

    ResponderExcluir
  6. Hauhauahuauahuahauhauhauahuahuah!

    Meu lindo! Eu gosto muito de cozinhar! Mas sou o que se chama de cozinheiro prático! Tudo o que tiver a mão, mas nada do que tenha que sair pra comprar! :D No final, o Lê gosta!

    Eu quero essa receita, hein!!!

    :D

    Beijão, meu lindo! Espero que essa cena se repita brevemente, mas com alguém à sua porta!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Heheheheh em 1 momento eu cheguei acreditar mas fiquei com 1 pé atrás por causa do título da postagem rsrsrsrs mas texto excitante este seu parabéns foxx e brigadão pelas visitas a meu blog abçs

    ResponderExcluir
  8. ola como vai? Nem sempre a realidade é do jeito que a geent sonha né, mas pelos menos temos imaginação para torná-la bela, assim vivendo felizes....abção ate mais

    ResponderExcluir
  9. Ai, amiguinho-camarada! Eu chego a ficar desconcertado! Heheheheehehehehe Mas, como vocÊ disse, humor negro! Hahahahahahaha

    Olha, acho que vou me juntar ao time do Imperfeito e do Segredo, sabe? Também fiquei com a boca cheia d'água ao ler esta aula de culinária com alto grau de poesia e charme! Hahahahahahahahahahha

    Mas, mudando de assunto, e o livro, enfim conseguiu???

    Beijão!
    =)

    ResponderExcluir
  10. Adoro chuva, mais que macarrao. Chuva, macarrao, e computador.. melhor ainda :)
    abracao

    ResponderExcluir
  11. Esse teu relato fez-me lembrar o livro "Como água para chocolate" da Laura Esquível. Engraçado como a cozinha anda de mãos dadas com o erotismo.
    Quando se deseja uma coisa com muita força, ela acaba por acontecer. Pode até não ser como a imaginámos, mas caba por acontecer.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  12. hehehehhe
    Tem que contar que do outro lado do Pc o Segredo se preparava pra comer um delicioso pão com queijo... hauhauauuah

    Ai... que vontade que deu... mas acho que o macarrão é o detalhe heheh

    Cara, vc é um gênio!! Transformou uma pequena conversa num texto maravilhoso... Muito bom!!!

    Um bjão!!!

    ResponderExcluir
  13. Amigoooooooooooo! Blz? Então vc tem um lado Ana Maria BRaga, hein? Rsssss.... TUdo, a receita parece muito boa! Pena mesmo qeu não era para o tal jantar a dois qeu vc relatou....
    BEijos!

    ResponderExcluir
  14. Humor negro...

    Acho que não. É tão bacana pegar uma situação cotidiana e usá-la como ponto de partida para uma criação!

    Não liga, é que dou o maior valor em criatividade.

    Tá certo que tive muita raiva do texto (devido ao meu momento), mas gostei de saber a forma como ele foi concebido.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Foxxx, que maldade com vc e com a gente né? hehehe, todo mundo empolgado achando que tu tinha encontrado um principe, hehhe. te adoro fioooo.abração

    ResponderExcluir
  16. Amor.. São 4 da matina cheguei da rua..

    Estou morrendo de fome.. E salivando Depois deste texto huahuauhahu

    Um dia me faz um prato igual?

    HUm, nem precio dizer que só tu me entende né?

    E prometo me deixar levar ok? memso que eu me machuque.. vou deixar..

    ResponderExcluir
  17. Porra! E eu tinha ficado todo animado ao ler! Aaaah! :-S

    Humor negro e maldade à parte, vc escreve super bem. O post todo foi tão descritivo que vi a cena como se estivesse lá. Tava ficando tão bom! Se não fosse pelo final!

    Mas ainda vai chegar o dia em que em vez de fazer jantar p vc e pro seu irmão, vai ser pro gato de cabelos molhados que te beija no portão. ;-)

    Abraço

    ResponderExcluir
  18. ps: 2 taças de vinho no molho? Não é muito?? Quantos litros de molho vc fez??? Foram 2 taças mesmo?

    ResponderExcluir
  19. Adoooro de verdade textos assim..
    E de certa forma vc concretizou a história né?
    Só faltou a melhor parte
    Hummm q coisa boa..
    Adorei o texto mesmo!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  20. Oi Foxx obrigado pela visita. Vem cá o macarrão real fica bom assim é? Deu vontade. Adorei o texto. BJs

    ResponderExcluir
  21. Macarrão de domingo? Hm... delicia! \o/
    Se sobrou um pouco, me manda pra eu experimentar ok? :)

    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. É difícil sobreviver aos desejos sem uma boa pitada de humor... e de sonhos também.

    ResponderExcluir
  23. Macarrão..uhmmm...Delicioso texto!Acho que te conheço. Acho que você me conhece também. Vai lá no meu blog e arrisca um palpite! Hauhaua

    ResponderExcluir
  24. No meu ultimo comentário esqeuci de dizer:
    Pura maldade!!! Eu já tava ficando alegre por vc, por vc tentar novamente. Além de todo o preparo do macarrão ter sido muito sexy, ainda havia o cara chegando com uma garrafa de vinho: bem filme americano. Um dia quero fazer isso pra alguém, quero que chova e tudo. Vou espantar meus demônios!!!

    ResponderExcluir
  25. Rapaz...Vi assim por acaso num blog de um amigo seu uma foto de um livro que vc mandou pra ele. Você tem alguma coisa a ver com aquele livro? Olhaí!! Essa é uma pista danada de boa!!! Hauhaua

    ResponderExcluir
  26. Caraca!!!

    Que relato lindo...

    Pena que não foi real.

    Mas agora, que foi lindo foi... rs

    As vezes eu tb fico viajando nessas paradas românticas, inventando mil coisas! E olhe que eu costumava fazer isso com um grande amigo, nós dois relatávamos juntos como seria cada detalhe. Numa dessas fomos parar em Amsterdã, com direito a maridos lindos e passeios dos 2 casais! kkkkkkk

    Eu adorava isso, mas ele se afastou de mim. A vida é assim né?

    Abração querido!

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway