Google+ Estórias Do Mundo: PRESENTE: "Uma vez no interior, beleza"

terça-feira, 24 de junho de 2008

PRESENTE: "Uma vez no interior, beleza"



Este post é culpa do Goiano! Por quê? Porque ele me convidou e eu aceitei de participar do concurso do IceBoy! O qual liderei durante a maior parte do tempo, mas teve seus primeiro e segundo lugares muito bem ocupados: pelo gostoso do SAM - que demonstrou para quê veio com aquela bunda e aquela barriga que deixaram muitos blogayros suando frio, eu inclusive - e pelo príncipe dos bloggers, o Just a Boy - que é melhor eu não elogiar muito porque senão ele vai acabar vir comentar aqui que sou um exagerado. Com minha liderança, eu, do alto da minha grandiosa auto-estima, fiquei pensando o que se passava, este post é o resultado deste questionamento sobre o que aconteceu antes, durante e depois do concurso.

Desde o meu relacionamento com Beto, fins de 2005, eu comecei a engordar. Saí de 65kg e cheguei rápido aos 75 e logo aos 85kg. Tudo psicologicamente explicado. Meu relacionamento com Beto era assexuado, eu o desejava profundamente, mas ele era virgem e esperava ter certeza de que eu era "o cara certo" para poder "fazer amor" (eu estou enojado, e vocês?); eu então sublimei meus impulsos. Sim, um pouquinho de Freud. A sublimação é o mais eficaz dos mecanismos de defesa, os mecanismos que protegem o ego (aquele que você realmente é). Com ela é possível canalizar os impulsos sexuais numa postura socialmente útil e aceitável, ou seja, eu substituí meu desejo pelo Beto por comida, algo socialmente útil e aceitável. Quando terminamos, e me vi frustrado, me achando a última das criaturas, eu continuei substituindo-o pela comida. Em poucas palavras, como eu não podia comer o Beto, eu comia comida! E com isso, fácil, cheguei aos 85kg e 28% de gordura corporal.
Eu então saí de uma realidade em que eu era considerado bonito, para uma realidade em que agora eu tinha o pior tipo de defeito possível: eu era gordo! Eu vi na Rede Minas, alguns meses atrás, uma entrevista com uma psicóloga da PUC-SP que estava lançando sua tese sobre a imagem que o gordo tem hoje para nossa sociedade. Segundo ela, a gordura hoje é o pior defeito porque ela é entendida como desleixo. Porque nossa sociedade contemporânea crê que você só é gordo se quiser, porque você pode parar de comer, porque você pode começar a fazer exercícios, porque, sobretudo, quem se ama permanece magro. E aí eu comecei a pensar sobre o discurso da maioria das pessoas que encontramos por aí: "não, eu não me importo com beleza, o que importa é o interior". Aham! Claro! É por isso que no período que eu estava gordo, choviam pretendentes aos meus pés, não é? Já que eu continuava a mesma pessoa, inteligente e com conteúdo porque definitivamente isto eu sou, as pessoas não ligavam para minha "imagem" e se importavam apenas com o que eu tinha a dizer, com o que eu tinha a falar, com quem eu era.
Não que não tenham surgido pessoas entre fins de 2005 e 2007, claro que eu não fiquei numa seca de 2 anos, mas posso contá-los nos dedos de uma mão, ou quase: o Arthur, o médico, o professor de academia, o "hétero confuso", o Rajeik e o Rik: seis pessoas, seis lindos homens sem sombra de dúvida, seis que realmente me interessaram, seis que realmente se interessaram por mim, apesar do meu corpo, mas que por um motivo ou outro, não deram certo. O Arthur porque eu estava mto magoado com o Beto ainda; o médico porque ele estava na idade do lobo, aprendi isso num blog recentemente, ele tinha medo do que as pessoas pensariam vendo ele com quase 40 anos saindo comigo; o professor de academia era volátil demais, um dia ele estava quase me pendindo em namoro, no outro, sumia; o "hétero confuso", bem, precisa dizer algo mais?; o Rajeik escolheu ser meu amigo, ele temia que um fracasso no relacionamento pudesse abalar a amizade; e o Rik, também escolheu ser meu amigo e ainda teve o apoio da distância. A mudança, no entanto, ocorreu em 2008. Em BH, de posse da cozinha, eu comecei com meu regime de capim, como diz o Théo, saladas e saladas, exercícios e exercícios, e hoje eu estou pesando 70kg, e com 16% de gordura corporal. E se isso não fez diferença?
Fez, e como fez! Fez primeiro para mim! Eu me sinto melhor comigo mesmo! Mais solto, mais livre, mais feliz comigo mesmo. Sim, quando reclamo desde mundinho esteta que nós vivemos, eu não me excluo dele. Principalmente quando se refere a avaliar a mim mesmo: o espelho até me elogia, mas eu só aceito o elogio depois de uma profunda análise. Mas também fez diferença para os outros: primeiro a assistência técnica, não esqueço dele dizendo que eu era uma delícia na cama, e agora as cantadas na rua - me chamaram de gostoso outro dia quando eu voltava da academia - e os dois professores de lá, um que me adicionou no MSN e puxou papo, outro que um dia desses pegou na minha bunda. Além de olhares, em bares e boates, que se tornaram mais constantes e corriqueiros, e do Rick com quem estou saindo, há mais ou menos um mês, e as coisas estão evoluindo.
Mas aí está a diferença entre eu e estes hipócritas estetas que idolatram corpos malhados e barrigas rasgadas. Estes dizem que querem encontrar "alguém especial", alguém que queira um relacionamento sério, alguém que não seja um cafajeste, no entanto, quando encontram todas estas características em uma pessoa que não se encaixa no sonho - um cara macho, sarado e bonito - não tentam nada com essa pessoa. Ela não é a certa. Eu devo esperar. "Eu posso conseguir uma coisa melhor". Já eu, claro que tenho minha imagem de homem bonito, meu príncipe encantado-e-perfeito, só que eu realmente abro mão deste deus entre os mortais por alguém que tenha as características não-físicas que eu prezo em alguém. E é hoje o que me faz estar com o Rick: ele não tem, definitivamente, o corpo do próximo modelo de capa da G Magazine, mas é uma pessoa que é digno de estar ao meu lado.
Quantas pessoas fariam isso? Quantas escolhem a personalidade em favor da aparência? Sinceramente, eu vi isso muito raramente acontecer. Inclusive, na maioria das vezes que eu vi isto acontecendo foi com mulheres, o que necessariamente tem uma explicação de gênero, dizem que os homens têm uma excitação muito mais visual do que as mulheres, as mulheres precisam do sentimento, os homens do estímulo visual, não duvido, e a explicação parece fazer sentido, mas é claro que isso não impede de vermos grandiosas excessões. E estas sim, estas pessoas que conseguem ver além do físico e se apaixonar por pessoas pelo que elas são, estes sim são os grandes príncipes encantados-e-perfeitos, um dia eu conseguirei ser assim.



PS: O título saiu de uma conversa com o Bê, lá na casa dele.

35 comentários:

  1. O pior é que é a mais pura verdade... Quantas vezes eu já não me peguei atrás dos gostosões, apenas para me arrepender amargamente meia hora depois? É foda, não tem como, mas essa cultura da beleza acaba influenciando, teus olhos vão sempre atrás de quem é mais bonito num primeiro instante. Claro que depois você acaba percebendo que nem sempre ser o mais bonito significa ser o melhor, você percebe que pode se apaixonar sim por um mais baixinho, por um mais gordinho ou mais velho... Meu ex era mais velho que eu uns 8 anos, e nos dávamos muito bem. O ex antes dele engordou pelo menos 20 quilos enquanto namorávamos, e mesmo assim continuamos juntos, só acabou por outros motivos. Claro que todo mundo quer juntar o útil ao agradável, o gostosão com cérebro, mas na falta dele, e tendo que escolher entre um e outro, fico com o cérebro... Esse costuma decepcionar bem menos!! ;-)


    abração!

    ResponderExcluir
  2. Onde é que eu estava que essas bundas eu não vi???

    E sim, o mundo é completamente disforme no que se refere a lógica estética....Sem dúvida, uma barriga rasgada pesa mais do que uma mente engraçada, na balança emocional desregulada que temos... Eu me incluo nisso, sem hipocrisia.

    No meu caso, os meus dois ex-namorados eram gordinhos com personalidades adoráveis, amo-os. Foi só me jogar na pista da solterice que só me aparece cara sarado. Vou renegar-los uma vez que me sinto atraído por eles??? Claro que não... mas tenho a mesma consciência que você, alí nada mais sera evoluído além de uma simples foda (salve as exceções).

    Sorry por demorar tanto em linkar seu blog....

    Abração.

    ResponderExcluir
  3. Sei q sou desligado, mas devo ser cego então, pq juro que nunca achei vc gordinho...saradinho Foxx.
    Eu nunca me apaixono por caras bonitos, não sei bem o q é isso, procuro sempre nos olhos a alma das pessoas. Ela sim conversa comigo e não os ponteiros da balança. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. vc viu como sou manipulado fácil??? hehehe

    Acho que o mais importante é que vc se sinta bem com você mesmo. Tem ter a auto estima lá em cima, não importa de que forma. Claro que a beleza é fundamental mas não essencial.

    Principalmente em nosso mundo gls... que corremos atrás da beleza constante.... o famoso narcisismo...

    Não conheço-o pessoalmente...mas esses últimos ensaios fotográficos foram show....e que bunda....aff!!!!

    Ou será a tecnologia..hauahauahaua

    Abs:-)

    ResponderExcluir
  5. Sou uma pessoa magra (sempre fui), nao me imagino gordo e nem um pouco mais forte. Me sinto bem assim, do jeito que sou. E acho que as pessoas devem ficar do jeito que se sentem bem, desde que não a prejudiquem em nada. Com relação a aparência das pessoas, eu tb tenho meu modelo de príncipe encantado em mente, mas já abri mão desse modelo várias vezes. Senão eu se quer teria beijado na boca até hj. O interior das pessoas vale muito mais do que o exterior, basta que essa pesssoa tenha pelo menos alguma coisinha que agrade.

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  6. Cara, eu sempre me identifico com tudo que você escreve, este post por exemplo tem tudo haver comigo!

    Os meus antigos namorados eram totalmente diferentes de mim. Um tinha 42 anos, um tinha varias tatuagens no corpo e o outro era muito baixinho, mesmo assim amei profundamente cada um deles. Claro que a beleza chama muita atenção, mais quando colocamos na balança, a razão fala mais alto.

    Ahhh, e claro que temos que nos conhecer!
    Podemos marcar pra depois de quinta?! é porque estou viajando e só chego na quinta a tarde!

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Só falo uma coisa, meu rapaz: SE JOGAAA!!!!
    Hehehe!!

    ResponderExcluir
  8. ah... mas todo termino de relacionamento faz engordar.

    ResponderExcluir
  9. Nem tenho o que acrescentar mais,pois vc disse tudo e muito bem. Tbem cansei de encontrar pessoas assim. Se bem que,reconheço,o meu desleixo e o engordar consequente já me fizeram "perder" belos tipos.

    Mas hj tô muito feliz com quem estou. Meu príncipe encantado gosta de mim como sou,consegue enxergar o meu interior e até gosta da minha barriga ( medo.com ).
    Mas,é fato,ele é muito raro.

    Bom,escrevi demais. Só me resta dizer que adoraria ver as bundas vencedoras,hehehe

    Abração,FOXX

    ResponderExcluir
  10. eu tenho problemas com auto-imagem, nada mais a dizer!

    ResponderExcluir
  11. foxx eu te conheco a tempo antes de vc ser de novo o foxx malhado
    e te garanto que é otimo e bla bla bla... vouparar de puxar saco
    as fotos estao otimas
    bjso

    ResponderExcluir
  12. vc escrever a mesma coisa q li numa critica d cinema:
    a impressao q eu tenho é essa é uma equação gigantesca cujo valor prova que 2+2=4
    hahahahha
    coisas de Foxx
    :P
    junto com os elogios a minha pessoa q eu amo, mesmo nao acreditando
    uhauhau
    e o Foxx de sempre q eu adoro e admiro
    ^^
    beijao

    ResponderExcluir
  13. Olha... minha opinião é que quando a coisa é "pra valer" ... gordinho, orelhudo, narigudo... não tem perdão.
    Vira principe de qualquer jeito...

    Mas, mais dia, menos dia, a gente aprende que a beleza interior é o realmetne conta!!!

    :-) Abração!

    ResponderExcluir
  14. Eu não gosto de gostosões... Sabe, eles são superficiais. Tenho um amigo gostosão que enquanto eu pergunto se eu estou certo em relação a problemas pessoais (emprego, e nuvem infernal), ele me pergunta se a barriga dele está sarada.

    ResponderExcluir
  15. Olha, acho isto mais complicado pelo menos para mim... para mim não basta papo e coisas do tipo, eu exijo uma certa beleza (menos para sexo e só sexo) e não nego isto e jamais negarei, mas mais que isso, para ter um relacionamento preciso realmente gostar da pessoa, sentir borboletas e todas essas coisas. Já encontrei caras lindos, inteligentes e super agradáveis que ficaram a fim de mim e eu simplesmente depois de um mês disse que não tava rolando mais, pq não estava sentindo nada, não tinha nada crescendo dentro de mim. E já fiquei com caras não tão lindos assim que eu quis conhecer melhor, que me deixaram muito mais atraídos e nem sempre eram tão bonitos, inteligentes e agradáveis, mas eu queria. Tá, ficou super confuso, resumindo... eu não sei o que me leva gostar de alguém, mas mesmo que o cara seja perfeito, muitas vezes eu não gosto e não rola nada sério.

    ResponderExcluir
  16. Sublimação é um ônus......O bônus pode ser muito gratificante ou não! é um preço que pagamos: a dúvida!!
    adorei o blog ! Volte sempre!
    abraço

    ResponderExcluir
  17. Nice blog! Eu sou virgem no seu blog tb, primeira vez! A sociedade preza isso, mas devo reforçar que o meio gay preza muito mais. Já dispensei vááááários pretendentes por descobrir que estavam comigo por causa do dinheiro, da aparência, da vida social que eu proporciono a qualquer um que seja minha companhia... Mas achei quem eu queria... Depois de muito tempo procurando... Alguém que me ama muito mais do que os meus músculos e os meus cifrões... Então não desista, essas pessoas existem, as vezes somos nós que estamos procurando no lugar errado. Bjos...

    ResponderExcluir
  18. Corajoso o seu comentário... Sua auto-análise é de fazer pensar em tudo o que rola por aí. Quantos de nós têm interesse em se observar nesse processo que é a vida. Acho que é por isso que existe tanta desmotivação e tédio...
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  19. É cara.. isso é complicado! Penso por mim mesmo, que não tenho um corpaço e no ultimo ano ainda engordei 10kg, desde que parei de malhar. Isso não me faz gordo, porque eu estava bem abaixo do meu peso, mas me faz infeliz com meu corpo e comigo mesmo e, dessa forma um repelente de homens. Mas nem por isso eu deixo de procurar alguém que eu ache bonito e, conseqüentemente, com um corpo legal.
    Mas isso é o que eu idealizo. Na prática, eu me apaixonaria facilmente por um cara não tão bonito, mas cativante. Acontece que isso leva tempo. Tem que conhecer a pessoa pra surgir o interesse. Se for coisa de "à primeira vista" na night, o que vai pesar é a aparência e ponto!
    Ninguém vai pegar um cara na night porque ele talvez, no fundo, seja uma pessoa bacana! E com isso, infelizmente, você já corta uma galera da sua lista que talvez merecesse mais atenção, mas que você nunca va descobrir.
    abs
    Ps.: Bela bunda! :P

    ResponderExcluir
  20. Quero fazer um comentário, mas vão achar que sou hipócrita.
    Danem-se :D
    Vejo uma coisa essencial num homem, quando estou aberto a conquista: a inteligência. Pra mim, ela é afrodisíaca!
    Óbvio que tenho que aceitar uma ponta da frase imortal de Vinícius de Morais quando ele diz "As feias que me desculpem, mas beleza é essencial"... Bem, essencial não. Apenas um empurrão a mais.
    Mas eu digo isso por mim, não por outros. Porque, para a maioria, é verdade. Só vêem corpo....

    Aliás, Foxx... eu lembro como o Beto o fez sofrer, mas, acho que você também sabe, que você engordou porque, pelo que eu via - e insistia em te dizer sempre- faltava, em você, mais amor próprio, coisa que você sempre teve. Mas quando o assunto era Beto, você ficava um lixo =/
    Dane-se! Águas passadas!
    Agora você tem um oceano inteiro pela frente!

    Só pra finalizar... Fiquei até tentado a participar desse concurso (nem sei se já acabou), mesmo sabendo que não tenho chance de ganhar \o
    Porém, meu namorado me mataria

    Beijo, querido!
    Vou fazer um post para você no meu blog amanhã!

    ResponderExcluir
  21. Só pra completar e pra ficar entendido que eu não sou hipócrita:
    HOMEM GOSTOSO É UM TESÃO!

    hehehehehehehe

    ResponderExcluir
  22. a gente vive por tanto tempo com esses questionamentos na cabeça, que, na boa, cansei. não desse blog, rs, óbvio, mas hoje em dia eu prefiro fechar os olhos e dançar uma música. pah, que se foda (novamente, não você e o blog!)
    abração,

    ResponderExcluir
  23. também estou feliz por te ver feliz,,, espero que vc e o rick deem certo. e uma coisa que eu esqueci de te dizer, lembra que eu falava que queria engordar mas não conseguia? pois é, depois que eu acabei definitivamento com julio, e comecei um outro relacionamento eu engordei 5kg, em 2 meses, estou com 60kg. bjo

    ResponderExcluir
  24. Perdoe meu imperdoável sumiço. Mas é bom estar de volta.

    É ótimo voltar a me deliciar com os teus posts sempre impecáveis, ideológica e literariamente.

    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  25. Oi, querido!!!

    Nossa, que post legal esse!!!

    Concordo em gênero, número e grau!!!

    Ainda mais pq eu nunca fui do tipo "gostosérrimo", sempre fui gordinho, e, agora que emagreci um pouco, "to me achando"!!! Hahahahah!! Apesar de não ser mto ligado nisso, a aparência tem uma certa importância - nem que seja só pela auto-estima, né? Ainda mais pra homens!!!

    Tenho várias amigas que namoram caras não tão bonitos e que os amam!! Essa coisa de "visual" é mesmo do homem...

    Se eu não gostaria que um gostoso, lindo, tesudo se apaixonasse por mim?!?! CLARO!!! Mas, os verdadeiros príncipes são os que disseste: aqueles que têm personalidade!!!

    Bjo!!

    PS: Quase um post, mas deve ser o efeito do álcool!! Hahahaha!!

    ResponderExcluir
  26. Olá Foxx, obrigado pela visita. Eu estou começando por aqui nesse mundo virtual dos blogueiros (GLS), aiaiaiaiai...ainda estou aprendendo. Nem sabia desse concurso onde vcs postam fotos. Muito legal. Espero acompanhar de perto os próximos. Vc está muito sensujal nessas fotos. Abraço. Estou linkando vc lá.

    ResponderExcluir
  27. que bom que gostou da idéia..hauhauhau..nao vejo a hora de saber como foi.... heheheh

    Abs:-)

    ResponderExcluir
  28. Oh my God! Foxx o meu link aqui continua não sendo atualizado..o q será q esta errado. assim não vale
    bj

    ResponderExcluir
  29. É... eu acredito que o que vale é o conteúdo e não a embalagem! Mas, que a embalagem ajuda, ajuda! rs

    Agora, claro que a sociedade está "hipnotizada" pela mídia com os modelos apresentados por esta... assim como os "gordos" são olhados como desleixados, são os homossexuais como pervertidos e imorais...
    E são apenas conceitos implantados na cultura de uma sociedade.

    Beijo

    ResponderExcluir
  30. A quanto tempo meu querido amigo...
    Bem, precisamos terminar a conversa daquele dia, mas posso te adiantar que está tudo bem.
    Fico feliz que esteja bem que que tenha encontrado um conteúdo que realmente valha a pena conferir...
    Porque na verdade... é sempre isso que vale...
    Um forte abraço.
    A gente se esbarra!

    ResponderExcluir
  31. E no final das contas se interessar por aquilo que somos e demonstamos continua valendo com maior primissa..

    A gente perde com alguns relacionamento, ganha experiência, sobreviva, passa por cima e vamos aprendendo a encarar a vida com mais suavidade e tornando td mais leve!

    E bom saber que isso acontece comigo, com vc, enfim , com a gente né?

    Abraçao Querido!
    :)

    ResponderExcluir
  32. o que importa é a desenvoltura, oras
    e fiquei chocado com seu ex- 'esperando' para meter

    aff

    ResponderExcluir
  33. acho que a personalidade é muito mais que a beleza apesar que o conjunto e bom d+ rsrsrrs .

    ResponderExcluir

" Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente."

Ernest Hemmingway